Página inicial
 
Mural de recados
27.06 | A verdade nua e crua
Fiquei sabendo que o Sousa entrou em campo irregular e clube será punido com a p ...
27.06 | Patativa
Carlos meu amigo alvinegro não perca seu tempo com esses palhaços que querem ver ...
27.06 | Carlos
O verdade nua e crua diga seu nome vc tem medo a merda que vc falou foi tão gran ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
22/04/2015
15h15 | esportes - SALGUEIRO
Cidade esquece ´torcida da parabólica` e apoia Salgueiro diante do Flamengo na Copa do Brasil
CLIQUE E CONFIRA.
Do Super Esportes PE 
 
Não há como negar: os times da Região Sudeste têm seu espaço entre os torcedores das demais regiões do país - e não é pequeno. Entre eles, a torcida do Flamengo se destaca fazendo crescer a torcida visitante em jogos do clube longe do Rio de Janeiro. Algo que chama a atenção há décadas, mas deve ser ofuscado nesta quarta-feira. A cidade de Salgueiro espera com ansiedade o confronto entre Carcará e Flamengo, às 22h no Cornélio de Barros pela Copa do Brasil. Camisas do Rubro-negro são visíveis, mas a população garante que o apoio ao clube local é superior.

José Hildo vende camisas na cidade e garante: a cada camisa do Fla vendida, cinco do Carcará saem de suas mãos. “A do Salgueiro, eu já cheguei a vender no semáforo umas trinta, quarenta camisas em menos de um dia. Quando ele está em uma situação boa, vende bem, mas hoje ele é um time muito querido, então a gente vende bem todos os dias. Aqui na região, mesmo com o jogo do Flamengo, a do Salgueiro vende mais”, contou, sem esconder a confiança no time. “Vai fazer 39 anos que o Flamengo veio no interior. Foi em Caruaru contra o Central. No interior!”

A última vez do Urubu no interior de Pernambuco à qual José se referiu foi válida pelo Campeonato Brasileiro de 1986. Em 22 de outubro, o Flamengo visitou e foi derrotado pela Patativa por 2 a 1 no estádio Pedro Victor. Mas o próprio Salgueiro já enfrentou um adversário de renome: pela Copa do Brasil de 2013, o Internacional visitou o Cornélio de Barros e voltou para Porto Alegre com apenas um empate.

“Nós, aqui contra o Inter, fizemos 2 a 2, não ganhamos porque nosso jogador perdeu um pênalti, mas era para ser 3 a 2. Não tem diferença: o Flamengo tem muita torcida, o Internacional, riqueza, e nós vamos ‘pegados’ neles”, lembra Tarcísio da Buzina, torcedor símbolo do Carcará. “Eu venho. É muito difícil, mas eu confio. Os jogadores estão confiante e eu também. Veja só, o Flamengo não tem diferença com o Internacional”, acrescentou.

Mas o apoio não se resume às ações do clube dentro de campo. Os ingressos foram comercializados pela diretoria sertaneja por valores a partir de R$ 100 reais. A torcida, porém, apoio o aumento. “Quando vamos para fora no Campeonato Pernambucano, o ingresso é R$ 40, mas se colocar a despesa do carro, sai cento e pouco. Então R$ 100 dentro de casa eu não achei caro. Vai lotar”, disse Tarcísio.

“Eu não achei caro por causa do lugar. No Sul, um ingresso desse ia custar uns R$ 50, mas aqui, por conta do time que vem, de nome, que é o Flamengo, R$ 100. O homem não está errado em cobrar isso não. Eu defendo, o presidente está de parabéns, porque vem um time desse aqui em Salgueiro”, elogiou José.

A receita para a vitória, quem dá é outro torcedor que esquece a torcida para times de outros estados. “Tem condições de ganhar. É jogar fechado e no contra-ataque, que aí nós conseguimos”, disse Edvanaldo Marreta, que é vascaíno, mas garante o Carcará como seu primeiro time.

...
 
 
 
eXTReMe Tracker