Página inicial
 
Mural de recados
21.08 | MARCOS LEITE
O MAC MARANHÃO ATLÉTICO CLUBE QUASE SOBE PRA SÉRIE C COM UMA FOLHA DE 70 MIL, PE ...
20.08 | Jose Helio Pessoa
Bom dia centralinos, surge uma esperança na história do nosso querido Central de ...
19.08 | Gustavo
O Atletico do Acre conseguio o acesso pra serie C com uma folha salarial de 60 m ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
07/07/2012
13h50 | esportes - SALGUEIRO
SALGUEIRO: Cornélio de Barros está invicto desde a reinauguração
CLIQUE e CONFIRA!!!
Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

“Se jogássemos aqui em Salgueiro, a situação poderia ser diferente. O campo está um tapete, tem uma academia nova pertinho do estádio. Vamos ver se a gente volta à Série B de novo”. Palavras do treinador Neco, em entrevista ao Superesportes, publicada em 31 de outubro de 2011, quando o clube acabou matematicamente rebaixado à Série C, após perder três pontos por escalação irregular do volante Josa. Parecia premonição. Mas era apenas o desabafo de quem vislumbrava o triunfo, porém se viu em uma realidade de peregrinação. De campo em campo, do Ademir Cunha ao Arruda, quilômetros e mais quilômetros de distância da torcida mesmo em jogos como mandante. 

A rotina nômade do time sertanejo culminou em rebaixamento. Entretanto, só foi reabrir as portas do Cornélio de Barros para a situação virar ao avesso. O estádio, com capacidade ampliada para 14 mil fanáticos, está invicto desde a reinauguração. Alerta para o Santa Cruz.

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
Em 11 partidas do Pernambucano em casa, o Salgueiro venceu nove e empatou duas. Venceu os quatros duelos contra o trio de ferro da capital. Duas, inclusive, contra o Santa Cruz. Nesta Série C, o Treze sentiu a pressão do sertão pernambucano e perdeu por 2 a 0. Os dois gols foram bem característicos do Carcará na temporada: um de cabeça, outro de bola parada. O jogo aéreo é uma das principais armas do time, mesmo com a saída do grandalhão Fabrício Ceará - por sinal, para o Tricolor.

De fora por questões contratuais, pois tem passe vinculado ao Carcará, Fabrício explica o que é que o Salgueiro tem. “Planejamento, com a manutenção do time e da comissão técnica. Sem falar do calor, tanto da torcida, quanto da temperatura da região. Só não sente aquele ‘bafo’ da baixa umidade quem já está acostumado”, avaliou o centroavante. 

Após a derrota, o técnico do Treze, Marcelo Vilar, falou sobre a superioridade do time sertanejo em campo. “É uma equipe muito entrosada e melhor condicionada fisicamente”, declarou. Para Neco, não há mistério. “Os jogadores se conhecem muito, estão jogando juntos há muito tempo. Eu espero muito deste grupo.” 

Zé Teodoro fechou os últimos dois treinos antes do embarque ao Sertão - quinta-feira e ontem, no Arruda. “O Neco tem muitos amigos por aqui”, disparou o treinador, em tom de ironia, mirando os olhos para a imprensa. Willians, assistente técnico coral, assistiu ao confronto do Carcará contra o Treze. Neco e Clebel Cordeiro (presidente do Carcará) viram Santa Cruz x Guarany de Sobral. Uma verdadeira “guerra de espiões”. Para o comandante tricolor, toda a cautela é importante. “Todos os adversários de Série C são muito difíceis. Em casa, o Salgueiro é muito complicado”, frisou. O “Cornélio de Barros”, neste campeonato, é um “adversário” a ser batido.

SALGUEIRO EM CASA*


10
 vitórias
empates
0 derrota

26 gols marcados
7 gols sofridos
19 gols de saldo

Vitórias contra o trio da capital

Salgueiro 2 x 0 Santa Cruz (2ª rodada do PE)
Salgueiro 2 x 0 Sport (6ª rodada do PE)
Salgueiro 3 x 2 Náutico (8ª rodada do PE)
Salgueiro 2 x 1 Santa Cruz (semifinal do PE)

* 11 jogos pelo Pernambucano e 1 pela Série C
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker