Página inicial
 
Mural de recados
19.10 | Antonio do Salgado
Respondento a Paulo. Meu chefe a diretoria é nova no clube, mais os funcionár ...
18.10 | MARCOS LEITE
É VERDADE PAULO RICARDO, DIRETORIA VAI ARRUMAR A KSA, ISSO NÃO PODE SER FEITO DA ...
18.10 | Paulo R
! Antônio, amigo a nova diretoria só faz 15 dias que assumiu o club e vc pergunt ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
26/04/2012
13h56 | esportes - SALGUEIRO
SALGUEIRO: Querendo contrariar a lógica no estado
Salgueiro mantém postura conhecia, mas surpreende na competição
Do Super Esportes 
 
Com a atual campanha no Estadual, o Salgueiro alcançou um patamar de respeito no futebol pernambucano. O Carcará é dono de uma das melhores campanhas entre as equipes do interior na história do Estadual. Ainda assim, se engana quem pensa que os integrantes do clube estão satisfeitos. Há quem garanta que os sertanejos apenas conseguiram uma sobrevida, após a virada sobre o Santa Cruz, no Cornélio de Barros. Neco e seus comandados querem provar o contrário.

Apesar do rebaixamento à Série C, Neco resolveu apostar na manutenção do time para a atual temporada. E mais. Ainda que a campanha no Brasileiro tenha sido frustrante, o treinador resolveu manter sua filosofia de jogo para o Pernambucano. Para Neco, não há motivo para adaptar sua equipe aos adversários. A proposta do Salgueiro é muito clara. Com uma zaga segura – a menos vazada da competição – e um meio de campo compacto, o Carcará bateu Náutico, Sport e Santa Cruz (duas vezes), em sua casa.

Resta saber se nesta decisão contra os tricolores, Neco não tentará surpreender Zé Teodoro com uma postura diferente da que vinha apresentando. Até então, o Carcará vem atuando num 4-4-2 com laterais velozes, mas com claras instruções para priorizar a defesa, e três meio-campistas de pegada cuidando da cabeça de área. Na frente, Fabrício Ceará é a referência para os passes de Clebson e Elvis. Este último, também costuma aparecer como elemento surpresa ou com a bola dominada.

Uma alternativa para tentar segurar o ímpeto coral seria armar o time com três zagueiros, promovendo a entrada do experiente Alex Xavier. Neste caso, sobraria para um dos três volantes ou para o meia-atacante Elvis, que começaria a partida no banco como alternativa para o caso de o Carcará precisar sair para o jogo.

Caso o cenário sofra uma reviravolta e o Salgueiro precise reverter uma vantagem tricolor, Neco conta com o meia Edmar. Apesar de não viver uma grande temporada, o meia vem motivado pelo fato de ter marcado o gol da vitória no último domingo. Neco conta ainda com o atacante Júnior Ferrim, que poderia dividir com Fabrício Ceará a responsabilidade de brigar com os zagueiros adversários.

A menos vazada
Não é por acaso que o Salgueiro tem a zaga menos vazada do Pernambucano. Em 23 partidas, foram apenas 20 gols sofridos, numa média de 0,86 por jogo. E a estatística fica ainda mais interessante com o fato de o Carcará não ter levado um gol sequer em dez jogos deste Estadual. Por isso, a confiança de uma inédita final está depositada na competente dupla formada por Luiz Eduardo e Alemão. Além da força, ambos também contam com uma boa velocidade e dificilmente perdem divididas para os atacantes adversários. Vale lembrar que Luiz Eduardo passou boa parte da competição sem ser advertido com cartões. 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker