Página inicial
 
Mural de recados
16.10 | VICTOR HUGO
OS 2 CAIXÕES DE PANCADA DA SEGUNDONA, FERROVIARIO DO CABO E CHÃ GRANDE JÁ ESTÃO ...
14.10 | CLEO
EU ACHO Q O PESQUEIRA TEM JOGAR TODO DE AMARELO SÓ O NUMERO AZUL, JÁ TEM MUITOS ...
14.10 | MARCOS LEITE
GUSTAVO, NA SEGUNDONA TEM MUITOS BONS JOGADORES O CENTRAL TEM Q FIK D OLHO COM U ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
19/10/2010
14h25 | esportes - SALGUEIRO
(SALGUEIRO) - Já é 2011 para o Carcará
Após acesso à Série B, Salgueiro possui duas metas imediatas: lutar pelo título e planejar a próxima temporada.

Do Diario de Pernambuco 

Depois do histórico acesso à Série B, alcançado na vitória sobre o Paysandu, em Belém, o Salgueiro tem duas preocupações imediatas: lutar pelo inédito título nacional e, simultaneamente, começar a planejar a próxima temporada. Campeão Brasileiro de 1987, da Série B de 1990 e da Copa do Brasil 2008, o Sport é o único clube pernambucano dono de título nacional.

O Carcará, portanto, classificado às semifinais da Terceirona, está a dois passos de voltar a fazer história no estado. O próximo adversário sairá do confronto entre ABC/RN e Águia de Marabá/PA. A vantagem momentânea é do ABC, que ganhou o primeiro jogo por 1 x 0, fora de casa.

Das duas preocupações, apesar da importância do título, planejar com antecedência o ano de 2011 passa a ser fundamental. A lista de prioridades é extensa, principalmente por se tratar de um clube emergente, em busca de afirmação, cuja cidade sede tem pouco mais de 50 mil habitantes no Sertão de Pernambuco. A tarefa de se manter na Segundona é árdua.

Hoje em dia, estar na Série B significa fazer parte da elite nacional. Os recursos da televisão, da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a exposição midiática irão viabilizar uma janela de investimento nunca antes aberta ao time sertanejo. A ascensão meteórica alçou o Carcará ao patamar dos 40 melhores clubes do Brasil. É com a garantia do calendário rentável durante toda a próxima temporada que os dirigentes do Salgueiro sairão em busca de investidores.

Nesta segunda-feira, em meio às comemorações na cidade de Salgueiro, o presidente do clube, José Guilherme, falou sobre as principais prioridades. Ainda contagiado pelo recente e doce sabor da vitória, ele não titubeou ao elencar o título da Série C como primeiro objetivo. "No momento estamos focados na possibilidade dessa conquista. Mas, logicamente, existem várias preocupações. Temos conversado bastante com o pessoal do Icasa/CE e do Asa/AL sobre algumas dificuldades que eles tiveram este ano", afirmou.

Na ótica do presidente, os times citados sãoexemplos a serem seguidos. Ambos são do interior de estados nordestinos, subiram da Série C para a B na última temporada, e devem conseguir se manter na Segundona. Objetivo desde já traçado pelos dirigentes do Carcará.

Reformas no estádio, novos patrocínios, criação do quadro de sócios, aumento da folha salarial e ampliação da verba do programa estadual Todos com a Nota. Pontos debatidos pela reportagem do Diario com o mandatário da equipe sertaneja, ontem à tarde. Alicerces para a construção do futuro. Há cinco anos, quando o Salgueiro ingressava na Séria A-2 do Pernambucano, se tivesse sido usada, a palavra marketing certamente soaria estranha. Ontem, José Gulherme utilizou-a mais de uma vez. Sinal de novos tempos.

TÓPICOS

Patrocínios

Atualmente, o Salgueiro possui três investidores. O empresário Clebel Cordeiro, proprietário da funerária SAF, a banda de forró Limão com Mel e a prefeitura da cidade. Para 2011, o presidente José Guilherme sabe que precisará de novos investidores. Os espaços no uniforme e as placas publicitárias do estádio são fontes de receita imprescindíveis. Para explorar todo potencial e extrair maiores recursos, uma empresa de marketing deve ser contratada.

Quadro de sócios

O percentual da receita oriunda do quadro de sócios hoje é zero. Atualmente, o Salgueiro não tem um sócio sequer. Os dirigentes até tentaram emplacar uma campanha no primeiro semestre, sem sucesso. No próximo ano, porém, conquistar a fidelidade do torcedor está na lista de prioridades. Como no caso dos patrocínios, uma empresa de marketing também deve ser procurada.

Investimento no time

A ideia dos dirigentes é manter a base e reforçar o elenco. Seguir o exemplo do ASA/AL e do Icasa/CE. Atualmente, a folha salarial do Salgueiro gira em torno de R$ 80 mil. Mesmo sem querer estabelecer valores, o presidente sabe que será preciso aumentar o investimento, inclusive para segurar alguns atletas valorizados. "Mais dinheiro em caixa significa mais dinheiro para investir", resume José Guilherme.

Todos com a Nota

Sport, Náutico e Santa Cruz recebem uma fatia maior do bolo. A expectativa da diretoria do Salgueiro é que, no próximo ano, o clube possa ser beneficiado de alguma forma. "Até onde eu sei, time que joga a Série B tem direito a receber mais, uma cota maior. Espero que o Salgueiro possa ser contemplado de forma justa. Certamente, iremos conversar com o governador sobre isso.

Política administrativa

Pagar os salários rigorosamente em dia é um dos maiores orgulhos dos dirigentes do Salgueiro. O que deveria ser obrigação, diante do cenário local e ate nacional, infelizmente é tratado como trunfo. E de fato é. "Sabemos que alguns jogadores nos dão prioridade porque conhecem a nossa 'fama de pagador'. Isso é algo que considero fundamental", dizo presidente.

Técnico

A princípio, a intenção da diretoria do time sertanejo é manter Cícero Monteiro no comando do Carcará. Ex-auxiliar de Neco, ele substituiu Pedro Manta e comandou a reação da equipe na atual Série C. Pelas palavras do presidente, Cícero deve ao menos iniciar o Pernambucano. Daí em diante, sua manutenção dependerá dos resultados. Mas, por enquanto, não existe a ideia de contratar um nome de maior peso.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker