Página inicial
 
Mural de recados
24.06 |
Soube que a procura de ingressos foi fraca... Que torcida fraca essa do central ...
24.06 | Gustavo
Lembro de quando anunciaram essa parceria com Granada fiz uma pesquisa e vi que ...
24.06 | Kaio SGD
Olha nos desfalque só o que poder atrapalhar é o desfalque de Agenor o resto pod ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
23/07/2011
19h13 | esportes - SÉRIE D
SÉRIE D: Porto encara o Santa Cruz-RN em sua estreia na competição
CLIQUE e CONFIRA!!!
Além do Santa Cruz, quem representa Pernambuco na quarta divisão do Brasileirão é o 
Porto, que estreia na Série D às 17h deste domingo (24), quando enfrenta o Santa Cruz do Rio Grande do Norte, fora de casa. Uma coincidência une as duas equipes: o time potiguar também é conhecido como Gavião do Agreste. Na briga dos pássaros, o Porto aposta na experiência dos laterais para largar na frente.

Longe dos holofotes, sem muita badalação. O Porto corre por fora na Série D do Brasileirão. Neste ano, isso não é a primeira vez que isso acontece. “O Porto está por fora, mas também estávamos por fora no Pernambucano, ninguém dava nada pela nossa equipe. Vamos trabalhar forte como a gente trabalhou no Pernambucano para tentar surpreender também”, afirma o lateral-esquerdo Altemar.

Ele foi um dos poucos que permaneceram no time depois do Estadual deste ano. Igual ao colega da outra lateral, Baiano. Os dois só têm 22 anos e já estão entre os mais experientes do Gavião do Agreste. Baiano jogou no Santa Cruz e Altemar jogou no Náutico. Por isso, a dupla sabe que tem responsabilidade maior no renovado Porto. “O fato de ter disputado vários campeonatos já nos dá a capacidade de passar a experiência para os meninos”, diz o lateral-direito Baiano.

O técnico do Porto, Laélson Lima, comemora a permanência desses atletas mais experientes no grupo. “Foi muito bom eles terem ficado no Porto. Essa continuação deles faz com que o Porto tenha, pelas alas, essa opção”, afirma.

A ironia nessa história é que foi exatamente em um setor pronto, com jogadores da alta confiança do treinador, que o Porto fez a principal contratação da temporada: Marquinhos, canhoto, de 33 anos. O contrato está fechado com o clube, mas o jogador sabe que a disputa por uma vaga no lado esquerdo do campo não vai ser moleza.

“O importante é que o grupo esteja forte, independentemente de quem possa atuar de frente ou não, e que cada um possa ajudar um ao outro. E quem tiver melhor que comece jogando”, diz o lateral-esquerdo Marquinhos.

No time que corre por fora na competição, apenas há espaço para um na lateral. Mas, de repente, o treinador do Porto pode encontrar uma vaga em outro setor do campo para Marquinhos. “Sabemos da sua qualidade e da sua experiência no futebol regional e nacional e ele pode servir ao Porto no setor de lateral e de meio-campo. Enfim, vamos ver, vamos trabalhar”, afirma Laélson Lima.
 
Do PE360graus

.
 
 
 
eXTReMe Tracker