Página inicial
 
Mural de recados
19.10 | Antonio do Salgado
Respondento a Paulo. Meu chefe a diretoria é nova no clube, mais os funcionár ...
18.10 | MARCOS LEITE
É VERDADE PAULO RICARDO, DIRETORIA VAI ARRUMAR A KSA, ISSO NÃO PODE SER FEITO DA ...
18.10 | Paulo R
! Antônio, amigo a nova diretoria só faz 15 dias que assumiu o club e vc pergunt ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
12/03/2017
18h00 | esportes - COPA DO NORDESTE
COPA DO NORDESTE - Náutico 1x0 Santa Cruz - Com a vitória, Timbu mantém chance de classificação na competição

Foi a vitória da superação e também do futebol mais inteligente. Mesmo tendo que lidar com desfalques antes e durante o jogo, o Náutico soube ser mais eficiente diante de um burocrático Santa Cruz, e saiu da Arena de Pernambuco, com a segunda vitória seguida em clássicos ao bater os corais por 1 a 0, pela 5ª rodada da Copa do Nordeste. Na semana passada, os timbus haviam derrotado o Sport por 2 a 1 pelo Estadual.

O resultado mantém o Náutico ainda sonhando com a classificação no Regional. Com sete pontos, os alvirrubros precisam golear o Uniclinic na última rodada, fora de casa, para chegar aos dez e tentar avançar como um dos três melhores colocados. Já o Santa, apesar do revés, segue em situação mais confortável. Com dez pontos, os corais precisam apenas de um empate na última rodada, contra o já classificado Campinense, no Arruda.

O jogo

Apesar de ter desfalques importantes no meio de campo, com os volantes João Ananias e Rodrigo Souza, suspensos, além de Maylson, lesionado, a necessidade da vitória fez o Náutico tomar a iniciativa do clássico nos minutos iniciais. Tendo em Marco Antônio e Dudu os principais articuladores do meio de campo, os alvirrubros tiveram mais posse de bola e foram melhor nos minutos iniciais, sempre buscando o ataque.

Por outro lado, o Santa praticamente sem problemas para a partida (a única ausência foi zagueiro Bruno Silva, com problemas musculares), e sabendo da obrigação ofensiva do adversário, trabalhou para achar um contra-ataque. Que não conseguiu encaixar.

Porém, os problemas do Náutico não se encerraram com o início do jogo. Logo aos 16 minutos, o zagueiro Tiago Alves, com um problema na coxa direita, precisou ser substituído. No lugar dele entrou o iluminado Nirley, que fez a sua estreia pelo Timbu. E segundos após entrar em campo, no primeiro toque na bola, abriu o placar de cabeça, após escanteio cobrado por Dudu. Vantagem, àquela altura, merecida.

Só quando se viu atrás do marcador, o Santa procurou sair mais para o ataque. O problema, porém, foi que os corais não souberam sair da marcação, com o meia Léo Costa apagado. O drama alvirrubro, porém, estava longe do fim. Aos 30 minutos foi a vez de Marco Antônio pedir substituição. A opção do técnico Milton Cruz dessa vez foi pelo volante Cal Rodrigues.

Sem o jogador mais experiente, o Náutico perdeu o meio de campo e o tricolor pressionou. Porém, ainda sem conseguir criar jogadas de perigo. Tanto que o único momento em que o empate esteve próximo foi após uma cobrança de falta do zagueiro Anderson Salles, que explodiu no travessão de Tiago Cardoso.

 Segundo tempo
Na volta para a etapa final, o técnico coral Vinícius Eutrópio optou por mexer na sua equipe. Já o Náutico voltou buscando sair do sufoco defensivo. Pelo lado alvirrubro, Milton Cruz conseguiu reorganizar o time. E principalmente explorando o lado esquerdo da defesa coral, voltou a buscar o ataque. Logo no primeiro minuto, Alison perdeu uma grande chance. Boa defesa de Júlio César.

A resposta do Santa veio aos oito e graças a uma falha grosseira de Ewerton Páscoa. Após assistência de Thomas, o zagueiro alvirrubro “furou”, mas Everton Santos não aproveitou, errando a finalização que cruzou a meta de Tiago Cardoso.

Aos 12 minutos, Eutrópio resolveu deixar o Santa mais ofensivo, com a entrada de Thiago Primão na vaga do volante Gino. Na sequência foi a vez do atacante argentino Facundo Parra, que substituiu Thomas.

Já pelo lado timbu, Milton Cruz resolveu queimar sua última substituição para tentar segurar o resultado ao trocar o atacante Alison pelo zagueiro Adalberto, aos 26 minutos. Era a vez do Náutico apostar nos contra-ataques, E em um deles, já aos 49 minutos, Erick perdeu a melhor chance do segundo tempo, ao completar no travessão, dentro da pequena área. Pelo futebol burocrático do Santa e pela entrega e estratégia alvirrubra, vitória justa na Arena.

Ficha do jogo

Náutico 1

Tiago Cardoso, David, Tiago Alves (Nirley), Ewerton Páscoa e Manoel, Darlan, Giovanni, Marco Antônio (Cal Rodrigues) e Dudu; Alison (Adalberto) e Erick. Técnico: Milton Cruz.

Santa Cruz 0
Júlio Cesar, Vítor, Jaime, Anderson Salles e Roberto; Gino (Thiago Primão), David, Léo Costa e Thomás (Facundo Parra); Everton Santos (William Barbio) e Halef Pitbull. Técnico: Vinícius Eutrópio.

Local: Arena de Pernambuco. Árbitro: Caio Max Vieira (RN). Assistentes: Francisco Jailson e Luis Carlos de França (ambos do RN). Gol: Nirley (17 min do 1º). Cartões amarelos: Jaime, Gino, Roberto (SC), David, Nirley, Erick (N). Público: 6.692. Renda: R$ 85.950.

DO SUPER ESPORTES PE


.
 
 
 
eXTReMe Tracker