Página inicial
 
Mural de recados
22.07 | MARCOS LEITE
NA SÉRIE A2 SÓ SOBE O CAMPEÃO, ESPERO SEJA O PORTO GAVIÃO DO AGRESTE. OU PESQUEI ...
21.07 | jose arruda
Warley, obrigado pela informação atualizada sobre o Sub 20-2017. A FPF divulgou ...
21.07 | Adalgisio
Warley relembra aquela campanha do central na serie D que o time era comandado p ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
28/02/2016
10h31 | esportes - PE 2016
PE 2016 - Sport 2x0 Náutico - Rubro Negro vence segundo clássico neste PE
Ele chegou na Ilha do Retiro ainda como um desconhecido, mas com um peso a carregar. Para tirar Lenis do Argentinos Juniors, o Sport pagou R$ 3,16 milhões. Fato que o colocou na condição de jogador mais caro a aportar no futebol pernambucano. Mas, neste início de passagem na Ilha do Retiro, o colombiano já está começando a pagar a conta. Depois de ser um dos destaques na vitória sobre o Santa Cruz, na semana passada, Lenis foi a estrela do Leão em mais uma grande vitória em casa pelo Estadual. O ponta marcou um gol e ainda deu assistência para o jovem Fábio definir o triunfo de 2 a 0 sobre o Náutico, no Clássico dos Clássicos. O resultado alçou o Leão a segunda posição com nove pontos e ainda quebrou a invencibilidade do líder alvirrubro, que parou nos 12 pontos. 

O Sport começou o jogo desfigurado no setor ofensivo. Ficaram fora da partida por motivos físicos, Mark González, Gabriel Xavier e Túlio de Melo. Sem os três atletas, Falcão decidiu apostar nos pratas da casa Everton Felipe e Juninho ao lado de Lenis. O trio se dispôs na configuração habitual, com dois pontas e outro jogador mais centralizado. Mas tinham pela frente um sistema defensivo do Náutico muito ajustado.

Nesse cenário, foi o Timbu quem se lançou primeiro ao ataque apostando na velocidade de Rony. O atacante, porém, pecou no de sempre e errava as finalizações. Com dificuldade no começo da partida, o Sport começou a trocar de posição na linha ofensiva e se encontrou. Assim como no clássico contra o Santa Cruz, por sinal, Lenis passou a ocupar o lado esquerdo e cresceu no jogo.

O time de Falcão, assim, empurrou o Náutico para o seu campo de defesa. Com a posse de bola, começaram a surgir lances de perigo. Por duas vezes, Juninho não conseguiu alcançar cruzamentos. Mas, aos 34 minutos, o colombiano Lenis decidiu fazer diferente. Em vez de ir até a linha de fundo, puxou a bola para a perna direita e acertou um belo chute no canto esquerdo. Era o primeiro gol sofrido pelo Timbu no Estadual. Depois de abrir o placar, o time rubro-negro ainda seguiu dono das ações até o fim da etapa.

Segundo tempo
Na volta do jogo, o Náutico continuou a sentir a ausência de Rodrigo Souza, suspenso do confronto. Peça fundamental da equipe, o volante é quem realiza a transição de jogo do Timbu e ocupa os espaços do meio-campo com propriedade. Com a entrada de Niel em seu lugar, Elicarlos foi quem recebeu a missão. Ele, contudo, errou muitos passes.

Do lado do Sport, Falcão voltou a sentir a necessidade de um centroavante e acionou Wallace para a vaga de Juninho. Mas foi Lenis quem seguiu como destaque. Veloz, levou vantagem na maioria das jogadas individuais com Rafael Pereira. Em uma delas, aos 24 minutos, passou pelo defensor e colocou a bola nos pés de Luiz Antônio, que chutou para fora.

Na segunda chance, Lenis fintou dois defensores e passou para o outro prata casa acionado na partida. Fábio acertou outro belo chute no canto esquerdo de Júlio César e fez o segundo gol da partida, aos 28. Dois minutos depois, o colombiano saiu de campo aplaudido e como destaque em um novo triunfo.

Ficha do jogo

Sport 
Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Serginho, Luiz Antônio, Everton Felipe (Fábio) e Juninho (Wallace); Lenis (Henríquez). Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Náutico
Júlio César; Rafael Pereira (Joazi), Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Gastón; Elicarlos, Niel, Rony, Renan Oliveira (Caíque) e Esquerdinha (Thiago Santana); Daniel Morais. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Tiago Nascimento dos Santos. Assistentes: Marcelino Castro e Ricardo Chianca. Gols: Lenis (aos 34 min do 1T), Fábio (aos 28 min do 2T). Cartões amarelos: Luiz Antônio, Samuel Xavier (Sport); Gastón, Elicarlos (Náutico). Cartão vermelho: x. Público: 14.504. Renda: R$ 309.991,34
 
DO SUPER ESPORTES PE 
 
FOTO DA MATÉRIA: RAFAEL MARTINS/DP 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker