Página inicial
 
Mural de recados
21.04 | Paulo alvinegro
Aleluia,aleluia a paz voltou ao central será mesmo vamos aguardar. ...
21.04 | Manoel
AGORA VAI GERA UMA NOVA PESPEQUITIVA NO CENTRAL COM A UNIÃO DA DIRETORIA, SÓ NÃO ...
20.04 | Manoel
Agora não há mais tempo para fazer mudanças acho que Lucius foi o pior president ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
22/02/2016
11h11 | esportes - PE 2016
PE 2016 - América 0x1 Náutico - Time alvirrubro abre cinco pontos sobre o vice-líder e dá largo passo rumo à classificação para a semifinal

 

Um primeiro tempo para se esquecer - ou rever para corrigir as dificuldades mostradas. Até pênalti o Náutico perdeu. Na segunda etapa, entretanto, o Timbu voltou a mostrar porque é líder absoluto do Campeonato Pernambucano. O gol de Ronaldo Alves, logo aos quatro minutos da etapa final, ajudou a desmontar a retranca do América. O placar magro, de 1 a 0, não refletiu a pressão alvirrubra sobre os americanos nos 45 minutos finais. Mas se o resultado foi apertado, o mesmo não se pode dizer da vantagem do Náutico no Estadual. Com sua quarta vitória em quatro partidas, o Timbu abre cinco pontos sobre o vice-líder e dá largo passo rumo à classificação para a semifinal.

Neste Estadual, embora tenha vencido todos os jogos, o Náutico já havia mostrado dificuldade para ultrapassar defesas fechadas. Foi assim contra o Central até abrir o placar e também diante do Salgueiro. Frente ao América, que já havia demonstrado uma retranca intransponível contra o Sport e que dificultou a vida ao Santa Cruz, apesar dos quatro gols levados, o Timbu voltou a sofrer e realizou seu pior primeiro tempo em toda a competição.

Sem criatividade no meio de campo, com Esquerdinha apagado, e pouca intensidade ofensiva, o alvirrubro não conseguia chegar com perigo à área americana. Gastón ainda dava profundidade pelo lado esquerdo, mas falhou nas quatro vezes que tentou cruzar. A partida poderia ter ganho contornos diferentes aos 29 minutos. Após fazer grande jogada de pivô e sofrer pênalti, Daniel Morais pediu a bola a Ronaldo Alves - que vinha batendo as grandes penalidades - e foi para a cobrança. O centroavante, porém, esbarrou em Delone.

O América, ciente de suas limitações técnica, procurava explorar apenas os contra-ataques. Chegou pouco. Mas, aos 34 minutos, deu um susto. Alex Gaibu cobrou falta no ângulo. Gol, porém, não valeu porque a jogada não estava autorizada. E o confronto foi para o intervalo sem gols.

 

 O gol que mudou o jogo

A intensidade que faltou no primeiro tempo, sobrou logo na retomada da partida. O Náutico foi para cima do América e sofreu uma entrada na área. Jogada ensaiada do Timbu. E bem executada. Rony cruzou. Daniel Morais tentou, mas foi Ronaldo Alves quem mandou para o fundo das redes. O gol que mudaria de forma determinante a partida.

Atrás no marcador, o América procurou sair mais para o jogo. E se tem algo que este Náutico já mostrou saber executar é a transição ofensiva rápida. Empurrado por Rony, Renan Oliveira e Thiago Santana, o Timbu ia sufocando o Periquito. Desperdiçando as boas oportunidades criadas uma após a outra, o jogo ficou mesmo no 1 a 0 para o alvirrubro.

Ficha do jogo

América 0
Delone; Da Silva (Nunes), Danilo Cirqueira, Yuri e Ricardinho; Gláuber, Danyel, Thiago Laranjeira e Alex Gaibu (Carioca); Ewerton Bala e Netto (Dentinho). Técnico: Charles Muniz.

Náutico 1
Júlio César; Rafael Pereira, Ronaldo Alves, Eller e Gastón; Elicarlos e Rodrigo Souza; Rony, Esquerdinha (Thiago Santana) e Rafael Silva (Renan Oliveira); Daniel Morais (Caíque). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Local: Estádio Ilha do Retiro (Recife-PE). Árbitro: Ricardo Jorge Ribeiro dos Anjos. Assistentes: Fernanda Colombo Uliana e Charles Rosas Pires. Gol: Ronaldo Alves (Náutico). Cartões amarelos: Ewerton Bala, Yuri, Ricardinho (América); Esquerdinha, Rodrigo Souza (Náutico). Cartão vermelho: Ewerton Bala (América) Público: 2.626. Renda: R$ 71.920,00.
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker