Página inicial
 
Mural de recados
14.12 | Carlos
Tem gente que fica revoltado quando se diz a verdade,minha gente jogador pro cen ...
14.12 | MARCONDES
SE A FOLHA DO SALGUEIRO VAI SER 130 MIL, A DO CENTRAL DEVE CHEGAR NO MÁXIMO A 15 ...
14.12 | MARCOS LEITE
O Q EU ACHO TEM TANTOS Q CRITICAM NEM VIRAM TIME JOGAR E SÓ JOGA PEDRAS, VAMOS E ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
05/01/2016
21h23 | esportes - Futebol PE
FUTEBOL PE - Lei é promulgada e venda de bebidas alcoólicas nos estádios de Pernambuco será liberada
A Lei que libera a venda de bebidas alcoólicas nos estádios de futebol em Pernambuco foi promulgada nesta terça-feira, pelo deputado Guilherme Uchoa (PDT), presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). A publicação no Diário Oficial vai ocorrer nesta quarta-feira, dia em que a nova Lei entrará em vigor. Com isso, os jogos do Campeonato Pernambucano e amistosos já terão cerveja à disposição do torcedor. 

O projeto de Lei 2.153/2014 é de autoria do deputado estadual Antônio Moraes (PSDB) e não chegou a ser sancionada pelo Governador Paulo Câmara. Por opção, ele devolveu o projeto para a Assembleia que tem o poder de promulgar a Lei, como foi feito pelo presidente Guilherme Uchoa. Antes de seguir para a sanção, a matéria causou polêmica, diante da tentativa da bancada evangélica de barrar o projeto.

As bebidas alcoólicas estavam banidas dos estádios em Pernambuco desde 24 de março de 2009, quando uma Lei de autoria do deputado Alberto Feitosa (PR) foi sancionada pelo então governador Eduardo Campos. Assim como Pernambuco, outros estados também aprovaram leis liberando a venda de cerveja nos estádios, como Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia. 

Regulamentação
 
Pela norma, a venda de bebida alcoólica em bares, lanchonetes e camarotes, durante os eventos esportivos, será permitida para fornecedores habilitados, devendo iniciar no máximo duas horas antes do início da partida. O produto pode ser acondicionado em recipientes de metal ou vidro, mas deverá ser entregue ao consumidor em copos plásticos de até 500ml de capacidade. Em caso de descumprimento, os vendedores poderão ser multados em valores entre R$ 3 mil e R$ 30 mil, ou ainda suspensos e até proibidos de comercializar bebidas.
 
DO SUPER ESPORTES PE 
 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker