Página inicial
 
Mural de recados
25.05 | Ze ligado
É muito desespero mesmo, Gildo de volta?? 6 opções de ataque que era melhor pega ...
25.05 | Centralino Histórico
Warley, cadê os nossos valores revelados no PE 2017: Tomás e Paulinho Curuá???? ...
24.05 | Antonio
Araújo pedindo 400,000 R$ pro Central !!! Isso é um absurdo, o cara jurou amor a ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
28/12/2015
14h31 | esportes - Futebol PE
Sport, Náutico e Santa Cruz manterão goleiros para 2016
Na ponta dos dedos esticados ao máximo, a defesa salvadora. Coragem para se chocar com o atacante nos lances mais perigosos. Peito aberto para sofrer com as boladas que vêm de perto ou de longe. Elasticidade para evitar o gol no alto, embaixo, no cantinho... E muita hombridade para recomeçar após uma falha que inevitavelmente pode vir. Quanto a goleiros, os torcedores do Trio de Ferro podem se despreocupar. Se muito ainda há de se alterar nos elencos de Náutico, Santa Cruz e Sport para 2016, os “paredões”, esses já estão mais do que garantidos. Definição que dá a nova temporada o início de um bom horizonte pelo menos no tocante ao velho ditado diz que “um grande time começa sempre com um grande goleiro”.

Santa Cruz
 
No Arruda, a segurança sob as traves está garantida desde 2011. Símbolo da ressurreição do Santa Cruz nos últimos anos, o goleiro Tiago Cardoso renovou contrato por mais dois ano com o clube. Jogou Série D, Série C, Série B e, em 2016, jogará a Série A com a camisa coral pela primeira vez. Um marco para quem foi um dos principais responsáveis por retirar o Tricolor do fundo do paço até o retorno à elite.

Primordial para o clube, passou por um momento complicado em 2015. O mais difícil desde que chegou ao Arruda. Com uma séria lesão no joelho, passou por cirurgia. Enquanto esteve machucado, a insegurança conviveu com a meta coral. Fred e Bruno não foram sombras À altura – tanto que, para a próxima temporada, a diretoria coral contratou um novo goleiro reserva: Edson Kölln, que fez boa temporada na Luverdense na última Série B.

A estreia de Tiago Cardoso em 2015 veio somente na 13ª rodada. Período o qual o Santa Cruz também começou a crescer e arrancou até o acesso que recolocou o time de volta à Série A após dez anos. Com ele em campo, o time sofreu uma média inferior a um gol por jogo. Segurança e tranquilidade garantidas para a torcida, que pode guardar sua preocupação quanto ao futuro da equipes qualquer coisa que não seja a de goleiro.

Náutico
 
A média de gols sofridos por Júlio César em 2015 não é da melhores. Mais de um gol por jogo faz com que sua temporada seja analisada com desconfiança e coloquem sua qualidade em dúvida. Porém, alguns jogos como a derrota por 5 a 1 contra o Luverdense ou a desclassificação para o Salgueiro no Pernambucano, quando perdeu por 4 a 1, mostram que a defesa também não ajudou.

Também é verdade que em alguns jogos Júlio falhou feio. Um dos gols da goleada sofrida em Lucas do Rio Verde ocorreu após o goleiro chutar a bola contra um adversário e ela entrar. Talvez este tenha sido o pior momento do goleiro no ano, mas quando se observava os outros jogos, o camisa 1 mostrava porque só ficou de fora de duas partidas na temporada.
 
Algumas das vitórias, e até empates, do Timbu só ocorreram graças às grandes defesas que o capitão alvirrubro realizou. Lances que às vezes passam despercebidos, mas que eram reconhecidos por comissão técnica, elenco e diretoria. Além de provar que tem qualidade o suficiente para ser o camisa 1 do Náutico, Júlio César é um dos líderes do elenco e nunca demonstrou vaidade pessoal.

Apesar de ter saído de campo em tomar gols em 19 das suas 57 partidas, o goleiro sempre fez questão de afirmar que não se importa em tomar gols desde que o time vença. Outra prova do seu compromisso com a equipe é que o atleta aceitou reduzir seu salário em 50% para permanecer no Recife.

Sport
 
O Sport é um caso a parte quando o assunto é goleiro. O clube tem dois titulares. Um fenômeno. De fazer inveja a 90% dos clubes do país... É bem verdade que os dois não podem jogar juntos. E é somente por esse detalhe que o técnico Paulo Roberto Falcão será obrigado a escolher entre Danilo Fernandes e Magrão. O primeiro, pela irretocável Série A que fez, é o favorito para iniciar 2016 como titular. Se a tendência vai se confirmar ou não, o fato é que essa dúvida é a que menos vem preocupando os rubro-negros.

Afinal, enquanto possui dois goleiros de primeira linha e um sistema defensivo que – pelo menos por enquanto – segue intacto, o clube sofreu um desmanche do meio para frente. Com contrato até o final do ano, Danilo Fernandes já iniciou conversas a fim de estender o vínculo com o Leão. A preocupação não é em vão.

Os milagres que fez no Brasileiro deixaram o atleta de 27 anos em evidência. Em Porto Alegre, muito se comenta sobre um possível interesse do Internacional, que por sua vez negociou Alisson, titular da Seleção Brasileira, para o Roma. Consultado, o empresário de Danilo, Álvaro Cerdeira, afirmou em entrevista recente que não recebeu nenhum contato até então. Alívio a mais para a torcida que tem entre o brilho de Danilo Fernandes e os milagres históricos do ídolo Magrão uma tranquilidade inversamente proporcional ao futuro do restante da equipe
 
DO SUPER ESPORTES 
 
 
Tiago Cardoso - Santa Cruz (Foto: Aldo Carneiro)Tiago Cardoso  (Foto: Aldo Carneiro)
...
 
 
 
eXTReMe Tracker