Página inicial
 
Mural de recados
25.06 | Kaio SGD
Tás assistindo os jogo. Dizer q ele jogou até agora pelo amor de Deus ...
25.06 | Adalgisio
Kaio SDG ou você não assistiu nenhum jogo ou não entende de futebol pra dizer qu ...
24.06 |
Soube que a procura de ingressos foi fraca... Que torcida fraca essa do central ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
24/11/2015
19h29 | esportes - Futebol PE
FUTEBOL PE: Em primeira votação, Alepe aprova liberação de venda de cerveja nos estádios de futebol
Proibida desde 2009, a cerveja deve voltar a ser vendida nos estádios de futebol de Pernambuco. Com 18 votos a favor e 13 contra, foi aprovado nesta terça-feira, em primeira votação, o projeto de lei 2153/2014, de autoria do deputado estadual Antônio Moraes, que autoriza a comercialização da bebida nos campos pernambucanos. Agora, por questão regimental da Assembleia Legislativa, a proposta passa por nova votação na quinta-feira, mas a expectativa é de que a decisão desta terça seja ratificada. Medida já deve valer para o Campeonato Pernambuco e Copa do Nordeste em 2016.

“O que vemos hoje, no entorno dos estádios de futebol, um verdadeiro bar a céu aberto. Até estimulando que as pessoas consumam mais antes dos jogos, já que no estádio não podem comprar”, argumentou Antônio Moraes, em defesa de seu projeto. “As brigas, a gente sabe como ocorrem. São as organizadas, que marcam através da internet para brigar fora dos estádios. O que temos de combater são esses marginais que se vestem de torcedores”, acrescentou.
 
Para o autor da proposta, o futebol pernambucano só tem a ganhar com a liberação da venda de cerveja no estádio. Ele acredita que, agora, vai ser possível, por exemplo, fechar patrocínios com empresas do setor. “Pernambuco vai dar agora uma grande contribuição financeira aos clubes”, afirmou.

Segunda votação
 
Nesta quinta-feira, o projeto vai passar por nova votação. Desta vez, porém, sem discussão. De acordo com Antônio Moraes, trata-se de questão meramente regimental. E que a prática da casa é pela ratificação da primeira decisão. Sendo confirmada a aprovação, a proposta segue para o governador. “Tem redação da lei e o governador ainda tem que sancionar. São 30 dias para sancionar. Então, só vai valer nos próximos campeonatos”, explica.
 
DO SUPER ESPORTES 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker