Página inicial
 
Mural de recados
21.09 | Paulo alvinegro
É muito engraçado o presidente do central pra conseguir falar com o prefeito de ...
21.09 | MARCOS LEITE
FOI UMA BOA PRO CENTRAL, O NÁUTICO FAZER ESSES JOGOS NO LACERDÃO, O CENTRALZÃO P ...
21.09 | cleo
PERDEMOS UMA BATALHA, MAS NÃO PERDEMOS A GUERRA NA OUTRA QUARTA EM PESQUEIRA CON ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
26/10/2015
09h04 | esportes - Futebol PE
FUTEBOL PE: A cinco pontos do G4, Náutico e Santa Cruz precisarão de reação histórica por acesso
Os resultados da 32ª rodada deixaram tricolores e alvirrubros mais longe do acesso. Há três jogos sem vencer, o Santa Cruz tem entre 15% e 12% de chances de classificação à Série A, de acordo com os principais sites especializados em projeções. Percentuais ainda menores para o Náutico. Após ser goleado, em casa, pelo Botafogo, o Timbu alimenta de 5,5% a 9% de possibilidade de sucesso. No entanto, não é apenas a matemática que reflete o cenário desfavorável. A história da Série B também joga contra os pernambucanos.

Empatados com 49 pontos (com os tricolores levando vantagem nos critérios de desempate), Santa Cruz e Náutico estão a cinco do Bahia, equipe que fecha a zona de classificação. Uma diferença considerável, tendo somente mais 18 pontos em disputa. Basta dizer que em apenas uma das nove edições da Série B em pontos corridos, uma equipe conseguiu retirar uma diferença tão grande, restando apenas seis jogos para o término da competição. A inspiração para corais e timbus vem de Santa Catarina.

Há dois anos, o Figueirense fechava a 32ª rodada na 10º colocação, após perder fora de casa para o Icasa, ficando a sete pontos do G4. Diferença maior que a atual para alvirrubros e tricolores. Porém, o acesso veio após uma arrancada incrível, com a equipe somando 14 dos 18 pontos ainda em disputa (77,7% de aproveitamento). A reação teve início justamente no confronto direto contra o Avaí, que ocupava a 4ª colocação. A goleada por 4 a 0, fora de casa, mudou o destino dos dois catarinense. Enquanto o Figueirense acumulou mais três vitórias e dois empates, o Avaí incrivelmente somou apenas mais três pontos até o término da competição, terminando a Série B em 10º lugar, trocando de posição com o rival.

Nas outras duas edições onde onde uma equipe conseguiu acesso, mesmo após fechar a 32ª rodada fora do G4, a queda de rendimento do 4º colocado também foi decisiva. Em 2011, o Guaratinguetá, então na 4ª posição, fez apenas seis pontos nas seis últimas rodadas, abrindo espaço para a ascensão do Sport, que fez 13 de 18 possíveis (72% de aproveitamento) e assumiu o posto. Já em 2008, foi a vez do Vila Nova perder fôlego na reta final, com apenas quatro pontos somados. Em seu lugar, entrou o Barueri, que somou 12.

No entanto, vale lembrar que em nenhum dos dois casos a diferença para o quarto era semelhante a atual de Santa e Náutico. Em 2011, o Sport estava a apenas dois pontos do G4, após a 32ª rodada. Diferença que era de três em relação ao Barueri, em 2008.


As arrancadas nas seis rodadas finais

2008
Classificação após a 32ª rodada
1º) Corinthians - 70 pontos
2º) Avaí - 59
3º) Santo André - 55
4º)Vila Nova - 54
5º)Barueri - 51

Classificação final
1º) Corinthians - 85 pontos
2º) Santo André - 68
3º) Avaí - 67
4º) Barueri - 63 
6º) Vila Nova - 58


2011
Classificação após a 32ª rodada
1º) Portuguesa - 67 pontos
2º) Ponte Preta -57
3º) Náutico - 53
4º) Guaratinguetá - 50
5º) Sport - 48

Classificação final
1º) Portuguesa - 81 pontos
2º) Náutico - 64
3º) Ponte Preta - 63
4º) Sport - 61
8º)Guaratinguetá - 56

2013
Classificação após a 32ª rodada
1º) Palmeiras - 69 pontos
2) Chapecoense - 60
3º) Sport - 53
4) Avaí - 53
10º)Figueirense - 46 

Classificação final
1º) Palmeiras - 79 pontos
2º) Chapecoense - 72
3º) Sport - 63
4º) Figueirense - 60
10º) Avaí - 56
 
Matéria: Super Esportes PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker