Página inicial
 
Mural de recados
21.08 | MARCOS LEITE
O MAC MARANHÃO ATLÉTICO CLUBE QUASE SOBE PRA SÉRIE C COM UMA FOLHA DE 70 MIL, PE ...
20.08 | Jose Helio Pessoa
Bom dia centralinos, surge uma esperança na história do nosso querido Central de ...
19.08 | Gustavo
O Atletico do Acre conseguio o acesso pra serie C com uma folha salarial de 60 m ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
29/09/2015
19h42 | esportes - Futebol PE
FUTEBOL PE: Presidente da FPF vai à CBF em busca de mais datas para o Campeonato Pernambucano 2016
O Campeonato Pernambucano de 2016 começa a ser desenhado na próxima quinta e sexta-feira, na sede da CBF. Lá, o presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, junto com os líderes das demais federações do Nordeste, irão discutir o número de datas para os estaduais. Em agosto, a CBF divulgou o calendário das competições do próximo ano, separando apenas 13 datas para os torneios locais. A FPF almeja 18 datas para o Pernambucano. A partir dessa definição, alguns modelos já estão montados para a competição e serão votados no conselho arbitral dos clubes, que deve ser realizado até o próximo dia 20.

Em entrevista, o mandatário da FPF revelou ter contratado uma empresa que apresentou dois conceitos de campeonato. Ambos passam pela definição da quantidade de datas reservadas para o Estadual. O primeiro conceito colocaria todos os 12 clubes jogando entre sí, com a quantidade de jogos (apenas ida ou ida e volta) dependendo do número de datas, com os quatro melhores avançando às semifinais.

Já o segundo conceito seria o do campeonato ser dividido por grupos, que poderão ser das seguintes configurações: dois grupos de seis clubes, três chaves com quatro times, ou quatro grupos com apenas três agremiações. A fórmula de disputa (confrontos dentro da próprias chaves, ou contra rivais de outros grupos, em jogos de ida ou ida e volta),mais uma vez dependerá da quantidade de datas reservadas para o Pernambucano, a ser definida na reunião com a CBF.

Outra possibilidade é a repetição da fórmula utilizada nas duas últimas edições, com o Estadual começando em dezembro, apenas com os clubes intermediários. Nesse formato, Sport, Santa Cruz e Salgueiro já estaria classificados para a segunda fase, com início em fevereiro, por estarem na Copa do Nordeste. Benefício dado também ao Náutico, que jogará a Série B até o final de novembro. Sendo assim, a primeira fase reservaria a classificação de apenas dois clubes.

"Estive em dois congressos e todos elegeram essa fórmula como uma das melhores do Brasil porque dá a chance dos clubes intermediários entrarem em atividade mais cedo. Porém, esse modelo tem resistência do Bom Senso e por tabela do Ministério do Trabalho, que entendem que os jogadores precisam de férias em dezembro, mas não entendem a realidade do futebol do Norte e Nordeste. Além disso, sem o Todos com a Nota, não sei se esses clubes terão fôlego financeiro para dispurarem essa primeira fase", explicou Evandro.

"Os outros modelos são apenas conceitos, que levarão em conta a quantidade de datas disponíveis. E outras questões que passam por viabilidade financeira, possibilidade de consolidação, receitas diretas e indiretas, custo-benefício e por fim a parte técnica. Um campeonato pode ser bom tecnicamente, mas não se sustentar financeiramente. Mas ainda vamos conversar com os presidentes dos clubes e com a imprensa antes de convocarmos o arbitral", pontuou Evandro.

Possíveis fórmulas do PE2016

Repetir a utilizada nos dois últimos anos
 
Primeira fase iniciando ainda em dezembro, apenas com nove clubes intermediários, que jogariam entre si. Os dois melhores se classificam para se juntarem a Sport, Santa Cruz, Salgueiro e Náutico para a disputa de um hexagonal. Os quatro melhores avanças às semifinais. Os demais clubes disputam outro hexagonal, contra o rebaixamento.

Todos contra todos
 
Todos os 12 clubes seenfrentam em uma fase classificatória (a quantidade de jogos depende das datas reservadas pela CBF para os estaduais). Os quatro primeiros avançam para as semifinais e os vencedores decidem o título.

Grupos
 
A depender da quantidade de datas disponíveis pela CBF para os estaduais, o Pernambucano poderia ser disputado com a fase classificatória dividida em dois, três ou até quatro grupos. A fórma de classificação para as semifinais dependeria da votação no conselho arbitral.
 
Fonte: Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker