Página inicial
 
Mural de recados
22.04 | Paulo alvinegro arretado
Meus amigos isso não é possivel. Que paz é essa? Isso é inconpetência total. Es ...
21.04 | Paulo alvinegro
Aleluia,aleluia a paz voltou ao central será mesmo vamos aguardar. ...
21.04 | Manoel
AGORA VAI GERA UMA NOVA PESPEQUITIVA NO CENTRAL COM A UNIÃO DA DIRETORIA, SÓ NÃO ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
26/04/2015
10h46 | esportes - PE 2015 - SEMIFINAL
PE 2015 - SEMIFINAL - Partida de volta -> Sport x Salgueiro - 16h - Arena Pernambuco
CLIQUE E CONFIRA.

Navegando tranquilamente no Campeonato Pernambucano até o último domingo (19), o favoritismo do Sport sofreu um duro golpe com a derrota para o Salgueiro por 2×0. Por isso, a partida de volta neste domingo (26), na Arena Pernambuco, pode ser considerada uma espécie de redenção do elenco leonino, já criticado pela eliminação nas semifinais da Copa do Nordeste frente ao Bahia. O revés no sertão obriga o time a vencer por uma diferença de três gols se quiser avançar à final da competição. Se o triunfo for por dois gols, a disputa vai para os pênaltis. A partida começa às 16j, na Arena Pernambuco.

Como tem que fazer uma quantidade considerável de gols, o técnico Eduardo Baptista mexeu novamente no setor ofensivo, que ainda não tem uma formação definitiva. Samuel deixa o time para entrada de Felipe Azevedo, não por acaso o artilheiro do time na temporada, com cinco gols, ao lado do meia Élber. Este último, inclusive, é um dos três meias que darão o suporte ao ataque. Diego Souza e Régis, outra novidade no lugar de Wendell, são os outros dois. Na defesa, o zagueiro Ewerton Páscoa, recuperado de contusão, retorna no lugar de Oswaldo.

A hora da verdade
O esforço da diretoria do Sport em manter o meia Diego Souza tinha o objetivo de fazer do camisa 87 o diferencial do elenco. Como numa gangorra, o carioca oscilou momentos decisivos (poucos) com atuações burocráticas (a maioria). A enxurrada de críticas, ao contrário, não enfraqueceu o crédito do jogador dentro do elenco. Os companheiros saíram em defesa do jogador, que agora tem mais uma oportunidade de ser o ponto de desequilíbrio em favor dos rubro-negros.
 
O eleito
Aos 18 anos, o volante Neto Moura seria apenas um jogador recém-promovido das divisões de base a ganhar experiência no tarimbado elenco leonino. Mas na já citada derrota para o Bahia, o garoto foi lançado como titular e sua saída no segundo tempo fez um time seguro desmoronar na etapa final. Mantido na equipe, ganhou a vaga do experiente Wendell
 
A resposta
Se Diego Souza não sofre os apupos das arquibancadas o mesmo não acontece com o técnico Eduardo Baptista. De intocável em 2014, o futebol oscilante do time este ano colcou o técnico em rota de colisão com parte dos rubro-negros. Agora, vai colocar um time com mais vocação para o ataque. ““Vamos para esta partida com uma postura mais agressiva. Neto tem melhor passe do que Wendel e precisamos disso na nossa saída de jogo. Com Diego Souza e Régis abertos pelos lados do campo ganhamos em ofensividade e qualidade”.

 

 

Feito
Podendo até perder – desde que seja por um gol de diferença – e ainda assim decidir o título, o Salgueiro está bem perto de fazer história justamente no centenário do Campeonato Pernambucano. E para isso, promete não apenas se defender. “Não podemos ficar contando apenas com o placar positivo. Precisamos ser uma equipe competitiva, acreditando um pouco mais no nosso potencial. E, com a posse de bola, agredir o adversário”, explicou o técnico Sérgio China.
 

Ficha do jogo:

Sport: Magrão; Vitor, Ewerton Páscoa, Durval e Renê; Rithely, Neto Moura e Élber; Régis, Felipe Azevedo e Diego Souza. Técnico: Eduardo Baptista.

Salgueiro: Luciano; Marcos Tamandaré, Ranieri, Rogério Paraíba e Lúcio; Vitor Caicó, Moreilândia (Pio), Rodolfo Potiguar e Valdeir; Kanu e Paulinho Mossoró. Técnico: Sérgio China.

Local: Arena Pernambuco. Horário: 16h. Árbitro: Marcelo de Lima Henrique. Assistentes: Ricardo Chianca e Elan Vieira. Ingressos: de R$ 25 a R$ 120.

Do Blog do Torcedor 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker