Página inicial
 
Mural de recados
19.10 | Antonio do Salgado
Respondento a Paulo. Meu chefe a diretoria é nova no clube, mais os funcionár ...
18.10 | MARCOS LEITE
É VERDADE PAULO RICARDO, DIRETORIA VAI ARRUMAR A KSA, ISSO NÃO PODE SER FEITO DA ...
18.10 | Paulo R
! Antônio, amigo a nova diretoria só faz 15 dias que assumiu o club e vc pergunt ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
15/03/2015
12h17 | esportes - PE 2015 - Hexagonal do Título
PE 2015 - Hexagonal do Título - Serra Talhada x Náutico - 16h - Nildo Pereira - Serra Talhada
CLIQUE e CONFIRA.
Penando em busca da competitividade desde o início da temporada, o Náutico inicia hoje uma jornada desafiadora pelo Sertão pernambucano. Enquanto o técnico Lisca tenta formar a personalidade do time, o Timbu tem dois encontros decisivos na região. A primeira parada é em Serra Talhada, em partida que será disputada a partir das 16h, no Pereirão. E por mais que a apertada vitória sobre o Moto Club tenha subtraído das costas do elenco parte do peso da pressão, o grupo prefere adotar a cautela ao analisar o tamanho do desafio.

De posse da vexatória lanterna do hexagonal do título do Pernambucano, os alvirrubros se vêem obrigados a vencer o imprevisível Serra Talhada no péssimo gramado do Nildo Pereira. Caso contrário, enfrentarão um nível de pressão inédito nas duas rodadas finais: o Sport, na Arena Pernambuco (desta vez, como mandante) e o Salgueiro, no Cornélio de Barros.

Um dos piores gramados do campeonato, o do campo de Serra Talhada se transformou num desafio quase tão grande quanto o próprio time da cidade. Além disso, a entusiasmada torcida local costuma lotar os jogos com os grandes da capital. “Não conheço o estádio, mas o pessoal fala bastante que é um campo pequeno com o gramado muito ruim”, revelou o goleiro Júlio César, antes de emendar uma ressalva. “A gente tem que se adaptar. No futebol não tem espaço para desculpas, apesar das dificuldades. Espero que a gente seja um time mais compacto e vibrador como fomos hoje.”

A boa notícia é que está claro que Lisca identificou os principais problemas do time e pôs em prática seu planejamento para tirar o Náutico do buraco. O primeiro passo é organizar o sistema defensivo. Evitar que o time forneça tantas oportunidades aos adversários e buscar a vitória à base da disposição. “Estamos numa situação difícil, mas dependemos só da nossa força. O rendimento precisa melhorar, mas eu e os jogadores sabemos disso. O grupo é bom, batalhador, guerreiro. Tem carências que todos sabem. Se não der pra ganhar na técnica, vai ter que ser na raça. Dá um bico pra cima, se embola e faz o gol”, indicou o treinador.

Serra Talhada
Empolgado com a presença no G4 e jogando em casa, o Serra Talhada vai para cima do Náutico. O técnico Cícero Monteiro trabalhou durante a semana com Marcos Vinícius na lateral direita, já que o título João Carlos segue no DM, com poucas chances de ficar à disposição. Em compensação, o treinador tem o retorno do zagueiro Alisson, após cumprir suspensão. Na equipe sertaneja, jogadores e comissão técnica têm consciência da importância de uma vitória sobre o Timbu. Com o resultado, o Serra Talhada pode abrir vantagem para os adversários que estão abaixo na tabela de classificação.

Ficha técnica

Serra Talhada
Gleibson; Marcos Vinícius, Ramon Rafael, Alisson e Rafinha; Ramón, Luciano Totó, Paulinho Mossoró, Diogo e Lucas; Júnior Juazeiro. Técnico: Cícero Monteiro

Náutico
Júlio César; Guilherme, Elivelton, Welton Felipe, Flávio e Gaston; João Ananias, Fillipe Soutto e Bruno Alves (Hélder); Renato (Bruno Alves) e Josimar. Técnico: Lisca.

Local: Estádio Nildo Pereira, em Serra Talhada
Hora: 16h.
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE).
Assistentes: Elan Vieira (PE) e Ricardo Chianca (PE).
 
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker