Página inicial
 
Mural de recados
25.06 | Kaio SGD
Tás assistindo os jogo. Dizer q ele jogou até agora pelo amor de Deus ...
25.06 | Adalgisio
Kaio SDG ou você não assistiu nenhum jogo ou não entende de futebol pra dizer qu ...
24.06 |
Soube que a procura de ingressos foi fraca... Que torcida fraca essa do central ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
01/03/2015
06h00 | esportes - PE 2015 - Hexagonal do Título
PE 2015 - Hexagonal do Título - Santa Cruz x Náutico - 16h - Arena Pernambuco
A situação se inverteu. Bastou o Santa Cruz vencer o clássico passado contra o Náutico para a tensão mudar de endereço. O 2 a 1 aplicado pelos corais, na última quarta-feira, foi suficiente para salvar o emprego de Ricardinho. Para transformar o vilão Betinho em herói. Para, sobretudo, tirar o Tricolor da crise. Agora, porém, é o Timbu que está pressionado. Pela primeira vez no ano, Moacir Júnior tem o trabalho contestado e sua situação pode ficar insustentável no caso de um novo revés. Às 16h deste domingo, os times voltam a se enfrentar na Arena Pernambuco. Ao Tricolor, agora mandante, resta consolidar um soerguimento no estadual. Ao Timbu, voltar ao G4 é o mínimo que pode ser feito para poder minar o mau ambiente instaurado no clube.

Os três dias de trabalhos no Arruda depois da vitória sobre o Timbu foram bem diferentes daqueles que marcaram o pior início da história do Santa Cruz em estaduais. Os jogadores garantem que o moral do grupo aumentou. Existe agora a confiança para fazer uma determinada jogada sem mais tanta pressão dos torcedores. Portanto, os corais prometem um time mais solto e leve no clássico de hoje.

O técnico Ricardinho compartilha do pensamento. Mas, ao mesmo tempo, sabe que a pressão pode voltar. Não quer dar chance a ela. Por isso, já esquece o que se passou na Arena Pernambuco e foca só na vitória para conseguir deslanchar a equipe no estadual. “No futebol, não existe conforto. Temos que ter essa sensibilidade. Não pensem que a última vitória vai deslumbrar o nosso grupo ou nosso trabalho. Estamos tranquilos e equilibrados. Com os pés no chão. Quem trabalha no conforto acaba tendo prejuízo”, falou o comandante tricolor.

No lado do Timbu, a impressão é de que a crise - adormecida desde o início da temporada - pode voltar a assombrar o clube a qualquer momento. O clima de instabilidade resultante do tropeço veio junto com a desconfiança sobre o trabalho de Moacir e a diretoria já utiliza o discurso de que “futebol é resultado”. Por isso, a vitória é tratada como uma obrigação entre os alvirrubros. O baixo nível de tolerância quanto ao trabalho do treinador é uma prova de da fragilidade do ambiente do Náutico. Afinal de contas, não custa lembrar que o técnico ainda não pode contar com alguns dos principais nomes do elenco.

FICHA DO JOGO

Santa Cruz
Fred; Moisés (Bileu), Alemão, Danny Morais e Renatinho; Edson Sitta, Bileu, João Paulo (Raniel) e Guilherme Biteco; Waldison (Anderson Aquino) e Betinho. 
Técnico: Ricardinho.

Náutico
Júlio César; David, Diego, Elivélton e Gaston; João Ananias, Fillipe Soutto, Bruno Alves e Patrick Vieira; Renato e Josimar. 
Técnico: Moacir Júnior.

Local: Arena Pernambuco (São Lourenço da Mata-PE)
Horário: 16h
Árbitro: Niélson Nogueira Dias-PE
Assistentes: Wlademir de Souza Lins-PE e Ricardo Bezerra Chianca-PE
Ingressos: R$ 20 (sócio do Santa Cruz), R$ 25 (meia-entrada e proprietário de cadeira no Arruda), R$ 50 (inteira e visitante) e R$ 120 (Assento Premium).
 
Do Super Esportes PE 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker