Página inicial
 
Mural de recados
25.05 | Ze ligado
É muito desespero mesmo, Gildo de volta?? 6 opções de ataque que era melhor pega ...
25.05 | Centralino Histórico
Warley, cadê os nossos valores revelados no PE 2017: Tomás e Paulinho Curuá???? ...
24.05 | Antonio
Araújo pedindo 400,000 R$ pro Central !!! Isso é um absurdo, o cara jurou amor a ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
22/02/2015
09h05 | esportes - PE 2015 - Hexagonal do Título
PE 2015 - Hexagonal do Título - Com facilidade, Sport vence Serra Talhada e segue soberano estadual: 4x2
Se na Copa do Nordeste, o Sport ainda não convenceu boa parte da imprensa e dos torcedores, no Campeonato Pernambucano o Leão segue soberano. Neste domingo, os rubro-negros mantiveram a campanha perfeita, mantendo os 100% de aproveitamento na competição. A quarta vítima foi o Serra Talhada. Sem maiores dificuldades, os atuais campeões estaduais venceram por 4 a 2, chegando aos 12 pontos, e praticamente já assegurando a vaga nas semifinais, restando ainda sete rodadas para o término do hexagonal.

A vitória do Sport não demorou para ser construída. Para ser mais preciso, foram necessários apenas 13 minutos. Isso porque, ao contrário dos jogos contra Coruripe e Socorrense, pela Copa do Nordeste, dessa vez o Leão conseguiu desmontar a retranca adversária cedo. E com uma bela colaboração do goleiro do Serra Talhada, Gleibson.

Aos dois minutos, após receber um recuou de bola, o arqueiro sertanejo, fora da área, se atrapalhou e perdeu a bola para Joelinton, que só teve o trabalho de empurrar para a meta vazia. Praticamente iniciando a partida na frente do marcador, o Sport controlou toda a primeira etapa em ritmo de treino. Tanto que não demorou para ampliar. Aos 13 minutos, Danilo cobrou falta na área e Rithely subiu mais alto que a defesa, tocando de cabeça por cima de Gleibson.

Jogando em casa e com vantagem de dois gols no placar, todos os presentes na Ilha do Retiro já tinham a certeza de que os rubro-negros somariam mais três pontos no Estadual. Impressão reforçada com o restante do primeiro tempo. O Serra Talhada, em nenhum momento, mostrou que poderia reagir, procurando chegar à meta de Magrão muitas vezes na base da ligação direta, facilitando a vida da defesa leonina.
 
 E caso tivesse maior capricho ou mesmo ímpeto, o Sport poderia ter ampliado antes mesmo do intervalo. Mesmo assim, teve outras duas boas chances, com Diego Souza e Joelinton.

No retorno para a etapa final, o técnico Eduardo Baptista colocou Élber na vaga de Mike, para poupar o jogador. A modificação em nada mudou o ritmo da partida. Isso até os 13 minutos, quando Diego Souza errou passe fácil no meio de campo e armou contra-ataque do Serra Talhada, que terminou no gol de Diogo.

Foi a gota d’água para a má atuação do camisa 87, que acabou sendo substituído por Régis, deixando o gramado ouvindo um misto de vaias e aplausos da torcida. Outra mudança foi a entrada de Felipe Azevedo no posto de Danilo.

O gol animou o Serra Talhada que foi para cima do Sport. Faltou, no entanto, qualidade para criar boas chances. Por outro lado, na defesa, os sertanejos seguiram falhando. E aos 25 minutos, após bola levantada na área, a zaga não cortou e Durval, que já havia mandando na trave em lance anterior, dessa vez mandou para as redes, devolvendo a tranquilidade a vitória leonina. Que virou goleada, com Régis marcando o quarto em cobrança com categoria, aos 37. No fim, o Serra Talhada ainda descontou com João Carlos cobrando falta (a bola desviou na barreira e tirou Magrão do lance). Mas a vitória já estava consolidada

Ficha do jogo

Sport 4
Magrão; Vitor, Oswaldo, Durval, Renê; Rodrigo Mancha, Rithely, Danilo (Felipe Azevedo) e Diego Souza (Régis); Mike (Élber) e Joelinton. Técnico: Eduardo Baptista.

Serra Talhada 2
Gleibson; João Carlos, Jonny, Walison e Rafinha; Luciano Totó, Diogo, Ramón (Vanderson) e Paulinho Mossoró; Jr Juazeiro e Bebeto (Pedro Maicon). Técnico: Cícero Souza.

Local: Ilha do Retiro.
Árbitro: Anderson Freitas.
Assistentes: Clóvis Amaral e Fernanda Colombo.
Gols: Joelinton (2 do 1º tempo), Rithely (13 do 2º tempo), Durval (25 do 2º tempo) e Régis (37 do 2º tempo) (SPO); Diogo (13 do 2º tempo) e João Carlos (42' do 2º tempo).
Cartões amarelos: João Carlos, Jonny (ST)
Renda: R$92.715,00

Público: 9.088
 

Do Super Esportes PE 

 Foto: Edmar Melo/JC Imagem

Foto: Edmar Melo/JC Imagem


...
 
 
 
eXTReMe Tracker