Página inicial
 
Mural de recados
23.06 | Danilo
http://sportv.globo.com/site/programas/ta-na-area/noticia/2017/06/empresario-ilu ...
23.06 | Duda
Eu acredito!!! Vamos meu Central, vamos sair dessa série D. Lícius tem feito o p ...
23.06 | MARCOS LEITE
CENTRALZÃO EM BUSCA DA CLASSIFICAÇÃO E A TORCIDA CHEGANDO DE MONTÃO NO LACERDÃO, ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
05/02/2015
06h02 | esportes - COPA DO NORDESTE
Copa do Nordeste - Náutico e Salgueiro repetem resultado da estreia do Estadual e ficam no empate no Nordestão: 2x2

 

A vitória não veio, mas a sensação é de que o resultado poderia ter sido bem pior. No segundo encontro consecutivo com o Salgueiro, desta vez na rodada de abertura da Copa do Nordeste, o Náutico saiu atrás no placar, conseguiu a virada e cedeu o empate. O movimentado 2 a 2 evidenciou a necessidade de uma melhora substancial no futebol do Timbu. Isso, às vésperas do Clássico dos Clássicos que será disputado no próximo domingo, na mesma Arena Pernambuco.

A prometida evolução do Timbu não veio. Na verdade, os primeiros minutos do jogo lembravam bastante o encontro do último domingo. Apesar da pré-temporada, ficou muito claro que o time alvirrubro ainda precisa corrigir uma série de problemas no futebol apresentado até aqui. As inúmeras falhas de posicionamento e, principalmente, a ansiedade dos atletas abriu espaço para que o Carcará começasse a crescer na partida e, não fosse o pênalti displicentemente desperdiçado por Lúcio, o placar teria sido aberto bem antes.

Mas, aos 35 minutos, nem mesmo Júlio César foi capaz de salvar o Náutico. Ao invés disso, o camisa 1 colaborou com o Salgueiro, espalmando a bola cruzada nos pés do atacante Jefferson Berger, que agradeceu e tocou para a meta vazia. Mas vale ressaltar que, considerando toda a jogada, a culpa deve ser distribuída por todo o sistema defensivo, que forneceu o espaço necessário para a construção da mesma.

O desempenho alvirrubro não melhorou na etapa final. Apesar de ter um maior volume de jogo, dominando as ações entre as intermediárias, o Náutico não conseguia levar perigo à meta de Luciano. Visivelmente nervoso, o Timbu errava passes e batia cabeça, sem conseguir furar as linhas de marcação adversária. Em momentos distintos, houve bate-boca entre os próprios alvirrubros.

Quando a paciência da torcida já havia se esgotado e o Salgueiro começava a explorar melhor seus contra-ataques, o Timbu chegou ao empate. Por uma dessas ironias do futebol, a jogada contou com a participação do lateral David, que vinha sendo duramente criticado pela torcida. Pelo menos, até os 19 minutos, quando acertou um cruzamento na cabeça de Josimar, que desta vez balançou a rede de Luciano. A virada foi quase instantânea. Com o Carcará ainda atordoado pelo empate, Renato avançou até a linha de fundo e cruzou rasteiro no pçrimeiro pau. Bem posicionado, Gaston bateu de primeira e venceu Luciano.

Mas a vantagem do Timbu também não durou. A torcida ainda comemorava a virada quando assistiu, atônita, mais um erro grotesco do sistema defensivo. Luciano cobrrou o tiro de meta e Flávio errou o tempo da bola, que sobrou para Anderson Lessa, que encobriu o goleiro com um toque sutil. O Náutico seguiu pressionando até o fim, mas precisou se contentar com o 2 a 2.

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata.
Árbitro: Sebastião Rufino Filho (PE).
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva (Asp Fifa-PE) e Albino Andrade Albert Júnior (PE). 
Gols: Jefferson Berger (aos 35’ do 1ºT), Josimar (aos 19’ do 2ºT), Gaston (23’ do 2ºT) e Anderson Lessa (aos 26’ do 2ºT).
Cartões amarelos: João Ananias, David e Bruno Alves (NAU); Pio e Luciano (SAL).
Público:1.822
Renda: R$ 26.850,00

Náutico 2
Júlio César; David, Elivelton (Diego, aos 31’ do 1ºT), Flávio e Gaston; João Ananias, Helder (Renato, aos 17’ do 2ºT), Fillipe Soutto e Bruno Alves; Josimar e Stéfano Yuri (Jefferson Renan, ao 32’ do 1ºT). Técnico: Moacir Júnior.

Salgueiro 2
Luciano; Marcos Tamandaré, Ranieri, Luiz Eduardo e Marlon; Rodolfo Potiguar, Vitor Caicó (Pio, aos 32’ do 2ºT), Moreilândia e Lúcio (Alexson, aos 27’ do 2ºT); Berger e Kanu (Anderson Lessa, aos 16’ do 2ºT). Técnico: Sérgio China.
 
Do Super Esportes 

 


...
 
 
 
eXTReMe Tracker