Página inicial
 
Mural de recados
22.06 | Paulo alvinegro
Pois é patativa também dei a viagem perdida não tinha ingresso nenhum na sede o ...
22.06 | Patativa
O central e seu amadorismo fui até o lacerdao nesta quinta feira comprar meu ing ...
22.06 | José
Boa tarde Warley, Se caso o central empatar essa partida, ele ta classificado ? ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
31/01/2015
21h38 | esportes - PE 2015
PE 2015 - Náutico sofre e fica apenas no empate sem gols com Salgueiro na estreia do PE2015
O torcedor do Náutico deixou a Arena Pernambuco nesse domingo com a nítida impressão de que é preciso melhorar muito para uma temporada menos sofrida em 2015. Apresentando um futebol pobre, os alvirrubros ficaram apenas no empate por 0 a 0 com o Salgueiro, na estreia dos dois times no Campeonato Pernambucano. As duas equipes voltam a se enfrentar no estádio de São Lourenço da Mata, quinta-feira, pela 1ª rodada da Copa do Nordeste. Os alvirrubros esperam que com um mínimo de evolução.

Náutico e Salgueiro ficaram devendo desde o primeiro tempo. Fraco e sem emoções. Pelo lado timbu, o técnico Moacir Júnior não pôde contar com o volante Fillipe Souto, titular durante toda a pré-temporada, mas que não ficou regularizado a tempo. Em seu lugar entrou o prata da casa Helder. 

E a ausência de um jogador que fizesse a transição da defesa para o ataque pesou do lado timbu. Sem criatividade, o Náutico só foi dar o primeiro chute perigoso a gol aos 40 minutos, com Bruno Alves mandando uma bomba de fora de área, por cima da meta de Luciano. O poder ofensivo alvirrubro ainda sofreu outro baque com a lesão muscular do atacante João Paulo, aos 29 minutos. Dos jogadores de frente, o prata da casa era o de maior movimentação. Renato foi o substituto.

Já o Salgueiro, que por mais um ano manteve a sua base, procurou tirar proveito do seu maior entrosamento. Porém, apesar da maior posse de bola durante toda a primeira etapa, faltou a equipe sertaneja maior poder de finalização, com o goleiro Júlio César não fazendo uma defesa em todo a sonolenta primeira etapa. A ideia era jogar nas costas da defesa do Náutico. Faltou, porém, capricho no passe.

Apesar da ausência de futebol no primeiro tempo, as duas equipes voltaram com a mesma formação para a etapa final. Porém, dessa vez, os times não demoraram para tirar o sono dos torcedores. Antes dos 15 minutos, cada lado já havia perdido boas chances de abrir o placar. Primeiro o Salgueiro com Kanu, chutando travado por Júlio César. Em seguida, o Náutico, novamente com Bruno Alves, finalizando perto da trave. No lance seguinte, Flávio mandou no travessão, em cabeçada após escanteio, animando de vez os alvirrubros.

Após esse início animador, o jogo voltou ao ritmo inicial. De muita disposição, alguma correira e pouca inspiração dos dois times. A única (e última chance) de uma vitória do Náutico foi desperdiçada por Josimar, já aos 46 minutos, cabeçeando para fora cruzamento de Gaston. Mas o empate sem gols acabou merecido. Foi nota.

Ficha do jogo

Náutico
Júlio César; David, Elivélton, Flávio, Gastón; João Ananias, Helder (Anderson Preto), Jefferson Renan (Guilherme), Bruno Alves; João Paulo (Renato) e Josimar. Técnico: Moacir Júnior.

Salgueiro
Luciano, Marcos Tamandaré, Ranieri, Luís Eduardo e Márlon (Dhyego); Rodolfo Potiguar, Vítor Caicó, Moreilândia e Lúcio; Valdeir (Jefferson Berger) e Kanu (Anderson Lessa). Técnico: Sérgio China

Local: Arena Pernambuco. Árbitro: Gleydson Leite. Assistentes: Marcelino Castro e Ricardo Chianca.
Público: 5.429
Renda: R$ 86.980
 
Do Super Esportes PE 
 
 Foto: Guga Matos/ JC Online
Foto: Guga Matos/JC 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker