Página inicial
 
Mural de recados
23.04 | Davi
Parabéns ao Salgueiro pela campanha q vem fazendo,embora nos ultimos anos o time ...
23.04 | Patativa
Será que os dirigentes do Salgueiro administram o clube tal como os do Central, ...
23.04 | Alvinegro
Deixa de criticar em vem pra luta também,ninguém administra tantos problemas soz ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
26/03/2014
17h33 | esportes - FUTEBOL PE
FUTEBOL PE -> Especialista diz que lesões no joelho são culpa de uma má pré-temporada
Oferecimento: Birô Contábil

Do globoesporte.com/PE 

O futebol pernambucano sofre de um mal inusitado. Uma série de lesões vem afastando os jogadores por um bom tempo dos gramados. Cada uma com a sua particularidade. Porém, em um mesmo local: o joelho. Seja no direito ou esquerdo, na cartilagem, no menisco, nos ligamentos cruzados, anterior ou colateral lateral, o fato é que as lesões em sequência vem preocupando todos os clubes.

Para se ter uma noção do infortúnio, somente nos últimos cinco meses, sete foram constatadas nos três grandes do Recife. No Sport, Anderson Pedra; no Santa Cruz, André Dias, Tiago Costa, Panda e Cassiano; no Náutico, Luiz Alberto e Pedro Carmona, foram as vítimas recentes dos problemas no joelho.

 

O médico e especialista em cirurgias no joelho, doutor Romeu Krause, que só este ano operou oito atletas que disputam o estadual,  apontou as principais causas das lesões.

- O Campeonato Pernambucano quando começou tinha mais ou menos uns 15 casos de lesão de ligamento. operei oito. Alguns fatores fazem com que isso aconteça. Primeiro: campo de má qualidade. segundo e o mais importante: a pré-temporada. O campo de má qualidade a gente pode excluir desse ano. Então, realmente a má pré-temporada, o mau treinamento, o mau condicionamento, o reflexo desses atletas é que ainda não estão tão desenvolvido. Para mim, essa é a grande causa das lesões acontecerem – explicou o médico.

 

mosaico Lesões de joelho  pernambucanos   (Foto: Editoria de Arte)mosaico Lesões de joelho pernambucanos (Foto: Editoria de Arte)


 

Alguns casos são mais graves, como o de Pedro Carmona, que lesionou os ligamentos colateral lateral e cruzado anterior e deverá passar oito meses afastado dos gramados. Outros, mais simples, como o do lateral-esquerdo Panda, que sofreu uma pequena lesão nos ligamentos colaterais mediais, com um período de recuperação de um mês. Independentemente do grau da lesão, Krause tem uma explicação direta: os incidentes em sua maior parte acontecem no início e no final da temporada.

- Se você olhar estatísticamente, as lesões acontecem no início de temporada e no fim de temporada, enquanto esse atleta já entrou na fase de fadiga. Nunca no meio da temporada, quando ele está na plenitude total de condicionamento físico.

O número cresce

Se puxar do ano de 2012 para cá, outros nomes figuram na lista de lesionados no joelho. Rogério, Cascata, William Rocha, Renan Teixeira, Ramirez, também sofreram contusões no local. Os quatro primeiros já estão recuperados e voltaram a atuar. O volante Ramirez,em outubro, rompeu os ligamentos cruzados do joelho esquerdo e deve voltar a campo no próximo mês. 

- O atleta que tem um joelho operado não é a mesma coisa de um atleta que não tem um joelho operado. Se formos ver mecanicamente, o joelho operado não tem condições de voltar à sua plenitude. O lesionado precisa realmente se dedicar e entender que ele tem que se condicionar fisicamente melhor que os outros. Existe a possibilidade de ter outra lesão, como em um joelho normal. Então, ele tem que estar no ápice do condicionamento físico pra evitar essas lesões - pontuou Romeu Krause. 

 


...
 
 
 
eXTReMe Tracker