Página inicial
 
Mural de recados
27.05 | Alex
É o fim da picada a contratação de Candinho, juntando todos os atacantes não dá ...
26.05 | marcelo
Concordo plenamente com voce paulo esses reporteres das radios de caruaru sao do ...
26.05 | Davi
Infelizmente o editor desse blog não publicou meu comentário, so sei de uma cois ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
16/03/2014
19h28 | esportes - PERNAMBUCANO 2014
PE 2014 -> Náutico 2x1 Central - Patativa perde mais uma e se complica no estadual
Clique e confira!

 

O Náutico não fez uma exibição para encher os olhos do torcedor, é verdade. Abusou dos erros em muitos momentos e até tomou sustos diante do Central, neste domingo, na Arena Pernambuco. Ainda assim, por ter maior qualidade que o adversário, o Timbu conseguiu fazer o suficiente para bater a Patativa por 2×1. Hugo e Diego Teles (contra) marcaram para o Alvirrubro, enquanto Jean Batista descontou para os caruaruenses, que ainda levaram perigo nos minutos finais com direito até a uma bola no travessão.

Com a vitória, o Náutico chega aos 14 pontos e assume a liderança da competição. Já o Central fica em quinto com seis e um pouco mais distante da classificação para as semifinais. Na próxima rodada, o Timbu recebe o Santa Cruz, outra vez na Arena Pernambuco. A Patativa enfrenta o Salgueiro, no Luiz Lacerda, em Caruaru.

O JOGO - O técnico Lisca abriu mão dos habituais três volantes e apostou em um time com dois meias de criação e dois atacantes. Nos primeiros minutos, conseguiu tomar as principais iniciativas e empurrou a Patativa para o próprio campo. Com o passar do tempo, porém, o Timbu deu espaços e viu o adversário chegar ao seu gol. A marcação dos donos da casa deixou a desejar em muitos momentos do confronto.

Curiosamente, no momento em que a posse de bola ficou mais dividida, começaram a surgir os erros de ambos os times. O passe certo foi raro durante o duelo. Faltava tranquilidade para acionar o companheiro de maneira correta, pelo ar ou pelo chão.

Pela maior qualidade, o Náutico foi a equipe a produzir maior perigo, principalmente por conta da movimentação de Pedro Carmona, um dos mais lúcidos em campo. O meia correu muito pelos lados do gramado e deu trabalho para a marcação centralina.

Além de Carmona, quem também trazia sustos para a equipe de Caruaru era Marcos Vinícius. Não pela movimentação ou intensidade no gramado, que foi fraca. Mas Marcos conseguiu fazer bons passes no gramado e deixou os colegas de time em condições de marcar em algumas oportunidades, como no lance do primeiro gol do Timbu. Ele lançou Carmona, que chutou em cima do goleiro. Hugo aproveitou o rebote e mandou para o fundo das redes.

Depois do primeiro gol do Náutico, as equipes voltaram a se revezaram nos erros. O Timbu pecou muito nos passes finais, enquanto o Central abusou dos chutes equivocados. Aos 23 minutos, por exemplo, Tallys mandou para fora após chegar sozinho na pequena área para concluir cruzamento de Danilo Lins.

Quando o confronto parecia mais equilibrado, a qualidade voltou a decidir a favor dos donos da casa. Carmona disparou pela esquerda e cruzou. Diego Teles se atrapalhou no lance e mandou para as próprias redes, aos 4 do segundo tempo, anotando o segundo dos donos da casa.

A desvantagem fez o Central se abrir e sair mais para o jogo. Os centralinos até chegaram à meta de Alessandro por conta da acomodação alvirrubra, mas pecaram ou no passe final ou na finalização em muitos momentos. Na única vez em que a jogada saiu certa, a Patativa chegou ao gol com Jean Batista, após bom contra-ataque, aos 23. Nos minutos finais, a equipe de Caruaru pressionou e chegou até a mandar uma bola no travessão. O Timbu, contudo, soube se segurar e terminou tocando a bola para garantir a vitória.

FICHA DA PARTIDA – NÁUTICO 2X1 CENTRAL

Náutico: Alessandro, Hélder, Luiz Alberto (William Alves), Flávio e Izaldo; Elicarlos, Dê, Marcos Vinícius (Roberson) e Pedro Carmona; Paulo Jr. (Geovane) e Hugo. Técnico: Lisca.

Central: Julinho; João Paulo, Héverton (Jaílton), Alisson e Jean Batista; Diego Teles, Fernando Pires, Danilo Pires e Tallys (Luiz Fernando); Danilo Lins e Edson Di (Deizinho). Técnico: Humberto Santos.

Campeonato Pernambucano. Local: Arena Pernambuco, São Lourença da Mata (PE). Árbitro: Luiz Cláudio Sobral. Assistentes: Clóvis Amaral e Marlon de Oliveira. Gols: Hugo (N) aos 17 minutos do primeiro tempo; Diego Teles (contra) aos 4 e Jean Batista (C) aos 23 do segundo. Amarelos: Hélder Maurílio (N), Elicarlos (N), Fernando Pires (C), Paulo Jr. (N) e Flávio (N). Público: 7.324 Renda: R$ 155.430.

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker