Página inicial
 
Mural de recados
23.04 | Davi
Parabéns ao Salgueiro pela campanha q vem fazendo,embora nos ultimos anos o time ...
23.04 | Patativa
Será que os dirigentes do Salgueiro administram o clube tal como os do Central, ...
23.04 | Alvinegro
Deixa de criticar em vem pra luta também,ninguém administra tantos problemas soz ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
16/03/2014
19h22 | esportes - PERNAMBUCANO 2014
PE 2014: Com mistão em campo e cabeça no Santa Cruz, Sport é derrotado pelo Salgueiro
Clique e confira!
Do Super Esportes. 
 
Faltou ao Sport tudo aquilo que a torcida rubro-negra estava acostumada a ver: marcação eficiente, saída rápida para o ataque e gols. Com um time recheado por sete reservas, o Leão não resistiu ao Salgueiro e acabou derrotado por 2 a 1, na tarde deste domingo, no estádio Cornélio de Barros, no Sertão pernambucano. Resultado que reflete a prioridade rubro-negra no momento: o Nordestão. Afinal, a maioria dos titulares da equipe comandada pelo técnico Eduardo Baptista ficou no Recife, já concentrada para o jogo da volta das semifinais do regional, na próxima quarta-feira, contra o Santa Cruz, no Arruda.

A preferência momentânea do Sport em prol da Copa do Nordeste, não só custou a derrota para o Carcará como também teve como consequência a perda da liderança do Estadual para o Náutico, que venceu o Central e agora tem 14 pontos, contra 13 do Leão. Os gols da equipe sertaneja foram marcados por Pio, contando com uma falha do goleiro Saulo, e Ayrton Alemão. Neto Baiano descontou no fim do jogo, de falta. Pelo Pernambucano, o Sport voltará a jogar somente no próximo domingo, contra o Porto, na Ilha do Retiro. O Salgueiro, 4º colocado com 11 pontos, jogará no mesmo dia contra o Central, em Caruaru.

O jogo
Nos primeiros instantes da partida, o Sport enganou o torcedor. Partiu para cima do Carcará contando com dois dos únicos três titulares que tinha em campo. Com um minuto de jogo, Neto Baiano já havia chegado perto de abrir o placar por duas vezes. Na segunda, Danilo chegou a empurrar a bola para as redes. Era o Leão que a torcida esperava ver diante ao Carcará. O terceiro titular em campo era Renê, que se restringia mais à marcação. Os minutos foram passando, a partida piorando e as chances de gols cada vez mais escassas. Com o nível técnico lá embaixo, o grande destaque da partida, até os 28 minutos do primeiro tempo, ficou para o forte calor do Sertão.

Isso porque, foi neste momento, que o goleiro do Sport falhou. Após cruzamento de Anderson Paraíba, Pio subiu mais que a defesa e encobriu Saulo, que ainda tocou na bola, antes dela morrer nas redes. “Pensei que a zaga iria tirar, mas eles conseguiram a cabeçada e me pegaram no contrapé. Mas bola para frente”, disse Saulo, na saída para o intervalo. Aos 41, o Sport ainda teve a chance do empate após grande passe de Renan Oliveira para Bruninho, que de frente para gol, parou no goleiro Luciano. 

Na volta para o segundo tempo, não deu nem tempo para o Leão buscar reagir. Logo aos 2 minutos, Aylton Alemão pegou o rebote após escanteio e mandou para as redes. Com um meio campo nulo, sem nada produzir, o Sport seguiu praticamente inofensivo até o fim da partida. Aos 44 minutos, ainda deu tempo para Neto Baiano acertou um bonito gol de falta e diminuir o placar. O próprio artilheiro ainda teve a chance do empate na jogada seguinte, mas mandou para fora. Neste momento, a derrota rubro-negra estava decretada. 

Ficha do jogo

Salgueiro 2
Luciano; Marcos Tamandaré, Ranieri, Aylton Alemão e Daniel; Pio, Vítor Caicó, Valdeir (Pery) e Anderson Paraíba; Kanu (França - aos 40' do 2ºT) e Fabrício Ceará (Sidny - aos 46' do 2ºT).
Técnico: Cícero Monteiro.

Sport 1
Saulo; Bileu, Oswaldo, Enrique Meza, e Renê; Ewerton Páscoa, Wendel, Danilo (Robert Flores – intervalo), Renan Oliveira (Rodrigo Mancha) e Bruninho (Sandrinho – intervalo); Neto Baiano.
Técnico: Eduardo Baptista.

Local: Cornélio de Barros, em Salgueiro. Árbitro: Neilson Vieira Dos Santos (PE). Assistentes:Francisco Chaves Bezerra Júnior (PE) e Charles Rosas Pires (PE). Gols: Pio (aos 31’ do 1°T) e Aylton Alemão (aos 2’ do 2°T); Neto Baiano (aos 44' do 2°T). Cartões amarelos: Valdeir (aos 31’ do 1°T), Fabrício Ceará (aos 38’ do 1°T), Daniel (aos 18’ do 2°T); Ewerton Páscoa (aos 43’ do 1°T) .Público: 7.546. Renda: R$: 47.946.

.
 
 
 
eXTReMe Tracker