Página inicial
 
Mural de recados
24.07 | Paulo alvinegro
Parabéns Carlos pelo seu comentário. ...
24.07 | Carlos
O franco pra conversar merda,cara procure o que fazer e deixe o central em paz. ...
24.07 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! Quanto a mudança de Estatuto: Creio ser bom descentralizar, ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
06/03/2014
22h55 | esportes - PE 2014
PE 2014 -> Sport goleia o Santa Cruz por 3 a 0 e larga na frente na sequência de clássicos
Clique e Confira.
No reencontro entre os atuais tricampeão e o “trivice-campeão” do Campeonato Pernambucano, os papéis foram completamente invertidos. Derrotado nas últimas três edições do Estadual, o Sport foi vingativo. Soube comer o “prato frio”. Dez meses após perder mais um título em casa, deu o troco. Engoliu o Santa Cruz. Ofereceu ao Tricolor um gol por cada título perdido nos últimos anos. Resultado: goleou a equipe coral por 3 a 0, na noite desta quinta-feira, na Ilha do Retiro. De quebra, acabou com um jejum de cinco jogos (e quase dois anos) sem vencer o Santa e ainda chegou à liderança do Estadual, com dez pontos. O Tricolor, que chegou ao quarto jogo sem vencer, caiu para a vice-lanterna do Hexagonal, com os mesmos cinco pontos.

Patric comemora segundo gol do Leão (Ricardo Fernandes/DP/D.A.Press)
Patric comemora segundo gol do Leão
Felipe Azevedo, que estava voltando ao time titular, após longo período no banco de reservas, marcou dois golaços. Patric completou o placar. O artilheiro Neto Baiano não balançou as redes, mas, em contrapartida, deu dois passes primorosos para gols rubro-negros. A vitória do Sport, porém, pode ser tratada apenas como uma prévia do que virá. Afinal, até o próximo dia 26, o Clássico das Multidões será reeditado por outras três vezes. No próximo domingo, o Santa Cruz receberá o Salgueiro, no Arruda; e o Sport vai a Caruaru pegar o Central - pela sexta rodada do Pernambucano. Na próxima quarta-feira, o Estadual ficará de lado e o repeteco do clássico desta noite será válida pelo jogo de ida das semifinais do Nordestão, na Ilha.

O jogo
O Sport passou como um trator por cima do Santa Cruz. Em 29 minutos, já estava vencendo a partida por 3 a 0. Se nas arquibancadas, a torcida fez jus ao codinome de Clássico das Multidões, dentro de campo, o jogo pouco fez remeter à alcunha de “clássico”. Desde os primeiros instantes da partida, o Leão se impôs. Destaque absoluto para a vontade de vencer dos rubro-negros, que resultou em um misto de velocidade, técnica e finalização afiada. A equipe coral, por sua vez, não conseguia chegar ao ataque. No meio, Raul e Carlos Alberto foram inoperante. Lá atrás, os volantes e os laterais deixaram a zaga, por muitas vezes, no mano a mano com os jogadores do Sport. A consequência disso não tardou.

Aos 5 minutos, Felipe Azevedo pegou de primeira, mandando uma bomba indefensável: 1 a 0. Até aí, o Santa Cruz ainda manteve certa igualdade em campo. Por ora, não se abateu. Mas logo veio o segundo gol do Leão. Aos 16, Neto Baiano, de costas para o gol, deu grande passe e deixou Patric de frente para o gol. O lateral não perdoou. Aos 29, novamente Neto Baiano e novamente Felipe Azevedo. Mais uma vez “papeis invertidos” em campo. O centroavante deu passe por cobertura e Azevedo encobriu Tiago Cardoso.

 


Com o jogo nas mãos, o segundo tempo foi mais morno. O Sport apenas administrou o placar. Sem forças e psicologicamente abatidos com o resultado, os jogadores do Santa Cruz pouco ameaçaram Magrão. Só com Léo Gamalho duas vezes - uma em cima do goleiro e outra no travessão. Flávio Caça-Rato entrou e tentou dar um gás no time, mas em vão.

 

 

Sport 3
Magrão; Patric, Ferron, Durval e Renê; Rodrigo Mancha, Ewerton Páscoa (Rithely), Ananias (Érico Júnior), Aílton e Felipe Azevedo (Bruninho); Neto Baiano. Técnico: Eduardo Baptista.

Santa Cruz 0
Tiago Cardoso; Oziel, Renan Fonseca, Everton Sena e Patrick; Sandro Manoel, Luciano Sorriso, Carlos Alberto e Raul; Cassiano (Flávio Caça-Rato) e Léo Gamalho.Técnico: Vica.

Estádio: Ilha do Retiro (Recife-PE). Árbitro: Sandro Meira Ricci/PE. Assistentes: Elan Vieira de Souza e Francisco Chaves Bezerra Júnior, ambos de PE. Gols: Felipe Azevedo (Sport, 5’ e 29’ do 1T), Patric (Sport, 16’ do 1T). Cartões amarelos: Cassiano, Oziel, Léo Gamalho e Everton Sena (Santa Cruz); Patric, Durval (Sport). Público: 18.033. Renda: R$ 341.480 

 

Defesa do Santa Cruz teve dificuldade para segurar pressão ofensiva do Sport  (Ricardo Fernandes/DP/D.A.Press)

Defesa do Santa Cruz teve dificuldade para segurar pressão ofensiva do Sport

 

Do Super Esportes 


...
 
 
 
eXTReMe Tracker