Página inicial
 
Mural de recados
22.09 | Aldery
É nítido ver como é desastroso ao Central há tanto tempo estar fora de uma série ...
22.09 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! Bela iniciativa da diretoria. Aproveitar a oportunidade par ...
22.09 | MARCOS LEITE
TAVA VENDO SITE D RECIFE, O SANTA TÁ VENDENDO BOLO D ROLO PRA AJUDAR NO CT NINHO ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
06/03/2014
05h39 | esportes - PE 2014
PE 2014 -> Salgueiro demonstra eficiência na marcação, bate o Náutico por 2×0 e faz Carnaval na Quarta de Cinzas
Clique e Confira.

A noite realmente foi de cinzas para o torcedor do Náutico nesta quarta-feira, na Arena Pernambuco, em confronto com o Salgueiro, pelo Estadual. Observado por pouco menos de dois mil torcedores, o Timbu sofreu para criar as suas jogadas de ataque contra uma defesa bem postada do Carcará, que ainda foi eficiente no ataque em duas oportunidades no segundo tempo. Marcou com Vitor Caicó e Fabrício Ceará. Carnaval sertanejo em São Lourenço da Mata.

Com a vitória, o Salgueiro chega aos oito pontos e empata com o Náutico na classificação do hexagonal do título. O Carcará só fica em segundo pelos critérios de desempate. As duas equipes, porém, podem ser ultrapassadas dependendo dos resultado do clássico entre Sport e Santa Cruz, nessa quinta-feira, na Ilha do Retiro. Na próxima rodada, o time do Sertão encara o Santa, no Arruda, enquanto o Alvirrubro duela com o Porto, em Caruaru.

 

O JOGO - O técnico Lisca resolveu repetir a mesma equipe que bateu o Sport na semana passada. A estratégia também não foi tão diferente: apostou nos lados e até conseguiu envolver o Carcará nos primeiros minutos. Tanto que criou as principais chances. Na melhor delas, Flávio mandou para fora após cruzamento na área, aos 16.

 

Pressionado, o Carcará aguardava algum vacilo dos alivrrubros para chegar ao ataque. Ficou no chutão em muitos momentos e pouco criou. Sendo assim, as chances dos visitantes foram muito poucas, mais fruto de alguma jogada individual dos atletas sertanejos do que de um trabalho coletivo mais aprofundado. Nem quando teve a posse de bola um pouco mais o Salgueiro conseguiu levar maior perigo para a meta do goleiro Alessandro durante a primeira etapa.

O panorama do futebol dos visitantes só mudou depois do intervalo. O técnico Cícero Monteiro não fez alterações no onze inicial, mas fez sua equipe marcar mais no campo ofensivo. O resultado disso foi uma recuperação de bola qualificada e mais próxima do gol adversário. A mudança surtiu efeito rápido. Aos 7 da segunda etapa, Vitor Caicó aproveitou bola lançada na grande área, driblou o goleiro e mandou para o fundo das redes abrindo o placar.

Carcará segurou o Alvirrubro com a forte marcação. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Carcará segurou o Alvirrubro com a forte marcação. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Em desvantagem, o Náutico poderia continuar apostando nas laterais e aguardar o acerto de suas jogadas. No entanto, resolveu mudar o estilo de jogo e afunilou pelo meio, o que acabou facilitando a marcação adversária. O Salgueiro fechou os espaços com seus três volantes e trouxe muitas dificuldades para a criação do Timbu. Quando não era isso, eram as falhas dos próprios alvirrubros que ou erravam o passe final ou abusavam da individualidade como Marcos Vinícius, por exemplo.

Os minutos passaram e o Timbu não conseguiu levar grandes sustos para o Salgueiro – abusou dos cruzamento errados e dos chutes equivocados de longa distância. Do lado contrário, os sertanejos levavam perigo nos raros contra-ataques. Era questão de apenas esperar o apito final e garantir a vitória. Só que ainda deu tempo para Fabrício Ceará marcar mais um de pênalti, aos 47. Vitória consolidada dos visitantes e frustração dos alvirrubros, que ainda ficaram com um a menos – Flávio foi expulso por receber o segundo amarelo.

FICHA DA PARTIDA – NÁUTICO 0X2 SALGUEIRO

Náutico: Alessandro; Hélder Maurílio (Paulo Júnior), Luiz Alberto e Flávio e Izaldo; Elicarlos, Dê, Yuri, Pedro Carmona e Marcos Vinícius (Roberson); Hugo (Marcelinho). Técnico: Lisca.

Salgueiro: Luciano; Tamandaré, Ranieri, Ricardo Braz e Daniel; Rodolfo, Moreilândia (Pio), Vitor Caicó e Anderson Paraíba (Aílton Alemão); Kanu (Alexson) e Fabrício Ceará. Técnico: Cícero Monteiro.

Pernambucano. Local: Arena Pernambuco. Árbitro: Sebastião Rufino Filho. Assistentes: Marcelino Castro e Bruno Vieira. Gols: Vitor Caicó (S) aos 7 minutos do segundo tempo. Amarelos: Dê (N), Luciano (S), Rodolfo (S) e Luiz Alberto. Vermelho: Flávio (dois amarelos). Público: 1.801. Renda: R$ 45.820.

Do Blog do Torcedor 


...
 
 
 
eXTReMe Tracker