Página inicial
 
Mural de recados
25.07 | luciano
pra resolver o problema do central, não é preciso fechar as portas , e sim os só ...
24.07 | Franco
Carlos e Paulo Alvinegro, vcs pelo menos são sócios, ou apenas críticam e defend ...
24.07 | Paulo alvinegro
Parabéns Carlos pelo seu comentário. ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
24/01/2014
07h16 | esportes - COPA DO NORDESTE
COPA DO NORDESTE -> Náutico quebra tabu de quase dez anos e vence o Sport por 1 a 0 pelo Nordestão
Clique e Confira.
Alvirrubros comemoram gol que deu vitória ao time na Ilha do Retiro (Paulo Paiva/DP/D.A Press)
Alvirrubros comemoram gol que deu vitória ao time na Ilha do Retiro
"O Sport é Primeira Divisão. O Náutico, Segunda", palavras de Neto Baiano. Em campo, na noite desta quinta-feira, uma rivalidade centenária. Muito além de divisões. O Timbu, reformulado, criticado pelo mau futebol na estreia do Nordestão foi preterido frente a um favoritismo meramente teórico do rival. Talvez, motivados por quase uma década sem derrotas rubro-negras frente aos alvirrubros na Ilha do Retiro. Eram 21 jogos de invencibilidade. Neto Baiano tinha suas razões para indicar um favoritismo do Leão. Até o jogo começar. O Náutico foi melhor durante quase os 90 minutos. Vitória por 1 a 0 com méritos e direito a festa do técnico Lisca "doido".

Rithely teve fraca atuação pelo Sport (Paulo Paiva/DP/D.A Press)
Rithely teve fraca atuação pelo Sport
Com a vitória, o Timbu agora divide a liderança do Grupo D do Nordestão, com quatro pontos (rigorosamente empatado com o Guarany-CE, que ontem venceu o Botafogo-PB por 2 a 1). O Sport é o lanterna, com um ponto. No próximo domingo, o Leão volta a campo recebendo os cearenses, novamente na Ilha. O Timbu vai a João Pessoa enfrentar os paraibanos também no domingo. 

O jogo 
A surpresa no início da partida foi a postura do Náutico em campo. Reforçado por quatro atletas em relação ao último jogo, o Timbu evoluiu. Foi um time completamente diferente do que havia empatado com o Guarany-CE na estreia da competição. Aplicando uma forte marcação sobre o rival, encurralou o Leão nos primeiros 15 minutos. Surpreendeu. No balanço do primeiro tempo, não saiu vencedor em vão. Mereceu.

Após a pressão inicial, aos poucos o Sport foi saindo para o jogo. Melhorando, porém sem exercer um domínio pleno da partida em momento nenhum. Felipe Azevedo, Ferron e Neto Baiano tiveram uma chance cada, porém estiveram longe de abrir o placar. Bem postado em campo, mais fechado e saindo nos contra-ataques, o Náutico chegou ao gol aos 39 minutos com Zé Mário, que recebeu bom passe de João Ananias e encobriu Magrão. Na saída para o intervalo, o goleiro rubro-negro resumiu o futebol da equipe: "Não entramos em campo".

Na volta para o segundo tempo, o técnico Geninho resolveu colocar o time para frente. Sacou o volante Rithely e promoveu a estreia do atacante Ananias. A mudança não surtiu muito efeito. Tranquilo, o Timbu esperava o Leão fechado em duas linhas de quatro para sair nos contra-ataques. Aos 11 minutos, a grande chance alvirrubra de ampliar. Zé Mário fez ótima jogada e deixou Hugo na cara do gol. O chute raspou o travessão e saiu. Aos 20 e aos 28 minutos, foi a vez do Sport perder gols feitos, com Patric e Neto Baiano, respectivamente, ambos debaixo da barra. Empurrado pela torcida, o Leão chegou a imprimir uma pressão na reta final. Mas sem sucesso.

Sport 0
Magrão; Patric, Ferron, Oswaldo e Marcelo Cordeiro (Igor / 23’ do 2º T); Naldinho (Everton Felipe / 34° do 2° T), Rithely (Ananias / Intervalo), Rodrigo Mancha e Ailton; Felipe Azevedo e Neto Baiano.
Técnico: Geninho.

Náutico 1
Gideão; João Ananias, William Alves, Flávio e Gerley; Elicarlos, Possebon (Pedro Carmona / 23’ do 2º T), Yuri Naves e Zé Mário (Gustavo Henrique / 32' do 2°T) Marinho (Túlio / 32' do 2° T) e Hugo.
Técnico: Lisca 

Local: Ilha do Retiro (Recife). Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE). Assistentes: Bruno César Santos de Alcântara (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE). Gols: Zé Mário (39' / 2°T). Cartões amarelos: Aílton (Sport), Rodrigo Possebon, Marinho (Náutico). Público: 16.001. Renda: R$ 273.180,00.
DO SUPER ESPORTES 
Com o resultado, Náutico chegou aos quatro pontos e deixou o Sport com apenas um (Paulo Paiva/DP/D.A Press)
Com o resultado, Náutico chegou aos quatro pontos e deixou o Sport com apenas um

.
 
 
 
eXTReMe Tracker