Página inicial
 
Mural de recados
25.07 | luciano
pra resolver o problema do central, não é preciso fechar as portas , e sim os só ...
24.07 | Franco
Carlos e Paulo Alvinegro, vcs pelo menos são sócios, ou apenas críticam e defend ...
24.07 | Paulo alvinegro
Parabéns Carlos pelo seu comentário. ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
19/07/2013
10h52 | esportes - PERNAMBUCANO
Com até 60 clubes, Pernambucano de 2016 pode começar em 2015
Oferecimento: Detroit Veículos

 

O Campeonato Pernambucano de 2016 tem tudo para ser o maior da história. Tão grande que não caberá dentro de um mesmo ano. Este é o desejo do presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, que estuda possibilidade de elevar o número de participantes de 12 para até 60 clubes. De acordo com o mandatário do futebol pernambucano, a proposta ainda está em caráter de estudo, mas deverá ser apresentada aos clubes nas próximas semanas.

- A nossa idéia é integrar o maior número de clubes do interior. Isso trará uma movimentação maior ao estado, mas ainda é um estudo. Temos algumas possibilidades, essa é uma delas.

Pela proposta, o torneio seria dividido em três fases e teria início no ano anterior. Na primeira etapa, de outubro a dezembro, de 30 a 60 clubes iniciariam a fase classificatória divididos em grupos de forma regionalizada. Desses, apenas o campeão geral avançaria à segunda fase.

Em paralelo à Copa do Nordeste, a segunda etapa traria, além do campeão da primeira fase, mais nove equipes, que seriam escolhidas através da classificação do Pernambucano 2015, com os 10 times se enfrentando em turno e returno. Ao final, cinco deles seguiriam vivo.
Assim como acontece atualmente, os participantes da Copa do Nordeste só entrariam na etapa final da competição. A terceira fase teria oito clubes: os três da Copa do Nordeste, mais os cinco classificados da segunda fase. Para fechar a proposta do regulamento, basta definir como seria a reta final.

Segundo Evandro Carvalho, a competição é rentável e mobilizaria um público maior que o da última edição.

- Queremos mexer com a competição e mobilizar o estado. A ideia é fazer com que as equipes tenham competição durante a temporada.

Mesmo afirmando que a proposta ainda está em fase de estudo, o presidente da FPF entrou em contato com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que sinalizou positivamente com a proposta.
Do globoesporte.com-pe 

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker