Página inicial
 
Mural de recados
16.08 | CLEO
O TERRENO ONDE DEVEM CONSTRUIR O CT DO CENTRAL? TÁ JOGADO PRAS COBRAS, COMO SE D ...
15.08 | MARCOS LEITE
RESTA AOS SÓCIOS PROPRIETÁRIOS DO COMÉRCIO, SE UNIR, RESTAURAR E REFORMAR O CLU ...
15.08 | VICTOR HUGO
É VERDADE GUSTAVO, O CENTRALZÃO TEM Q CONSTRUIR SEU CT NINHO DA PATATIVA NO SEU ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
24/08/2012
17h28 | esportes - CLÁSSICO DOS CLÁSSICOS
Sport x Náutico > Clássico dos Clássicos cercado por estreias
Clique e Confira >>>

Sport deverá ter seis debutantes. Estreantes do ataque ainda não foram definidos

 Matéria do Blog do Torcedor

O domingo promete ser de fortes emoções em Recife e em todo o estado de Pernambuco. O motivo? A partida entre Sport e Náutico, na Ilha do Retiro, pela 19º rodada da Série A do 

 


Campeonato Brasileiro. O Clássico dos Clássicos, como é conhecido o confronto, completou 103 anos de rivalidade neste ano. E para a partida deste fim de semana, alguns jogadores irão debutar no clássico.


Sport

Com muitos reforços vindo depois da disputa do Pernambucano, o Sport deverá vir para o clássico com seis estreantes. Cicinho, Diego Ivo, Renan Teixeira e Hugo estão praticamente certos na equipe do Leão. Os outros estreantes devem vir do ataque. O técnico Waldemar Lemos está na dúvida entre Felipe Azevedo, Gilsinho, Henrique e Magno Alves. Independente da escolha entre esses quatro, a dupla que entrar em campo será estreante no Clássico dos Clássicos.

Cicinho - Lateral-direito

Contratado com status de estrela, Cicinho ainda não se firmou no time titular do Sport. Ao todo foram seis jogos e nenhum gol. O lateral-direito só voltou a ter chances na equipe titular com o fim da passagem de Vágner Mancini pelo Leão e com a chegada de Waldemar Lemos ao comando. 

Diego Ivo - Zagueiro

Menos badalado que os outros zagueiros do Sport, Diego Ivo demorou para ter maior sequência com a camisa rubro-negra. Ao todo foram cinco jogos e nenhum gol pelo Leão.

Renan Teixeira - Volante


Renan é outro jogador que ainda não conseguiu se firmar no Sport. É claro que a fraca campanha do Leão na Série A e a constante busca por um time base não ajudaram o volante. Foram somente quatro jogos com a camisa rubro-negra. Nenhum gol foi marcado. "Sempre tem um gosto especial. Por ser o primeiro clássico a gente quer fazer algo especial", disse o volante.

Hugo - Meio de campo

Considerados um dos jogadores fundamentais para a criação do Sport, o meia Hugo ainda tenta mostrar o futebol que fez jus a sua contratação. Foram cinco jogos pelo Leão e nenhum gol.

Felipe Azevedo - Atacante

Peça certa na equipe do ex-técnico Vágner Mancini, Felipe Azevedo é o estreante em Clássico dos Clássicos que mais vestiu a camisa do Sport na Série A deste ano. Foram 17 partidas na elite do futebol brasileiro e três gols.

Gilsinho - Atacante

Possível novidade na equipe de Waldemar Lemos, o atacante Gilsinho é outro que debutará no Clássico dos Clássicos. Ao todo foram quatro partidas pelo Leão e nenhum gol marcado.

Henrique - Atacante

Contratado como uma das esperanças de gols, Henrique até começou bem no Sport. A má fase do Leão, porém, atrapalhou o desenvolvimento do futebol do jogador, que passou a ser figura rara no time titular. Henrique disputou apenas seis jogos pelo Rubro-negro marcando dois gols.

Magno Alves - Atacante

Mais famoso entre os atacante do Sport, Magno ainda não mostrou o futebol que o deixou famoso com a camisa do Fluminense. Ao todo, foram apenas quatro jogos e nenhum gol anotado.

Náutico

 

 


Assim como o Sport, o time alvirrubro vem para o clássico com um bom número de estreantes. Só entre os possíveis titulares serão seis jogadores: Patric, Jean Rolt, Douglas Santos, Martinez, Rhayner e Araújo. Ou seja, assim que o árbitro apitar o início do jogo, mais da metade do time do Náutico irá para seu primeiro clássico.

Patric - Lateral-direito 

Lateral-direito com passagem pelas categorias de base da seleção brasileira, Patric estreou fazendo gols. Mais ofensivo do que o concorrente Alessandro, virou peça carimbada de Gallo. Volta de lesão.

Jean Rolt - Zagueiro

Chegou ao clube sob o olhar desconfiado dos torcedores. Demorou quase um mês para estrear e, quando jogou, não fez feio. Corre atrás da titulariedade definitiva.

Douglas Santos - Lateral-esquerdo

Oriundo das categorias de base alvirrubra, assumiu a titularidade somente neste ano. E desbancou nada menos que o experiente lateral-esquerdo Lúcio. É o xodó de Gallo. No entanto, caso o comandante alvirrubro opte por Lúcio, também será uma estreia.

Martinez - Volante

Peça chave do meio-campo, Martinez dá o toque de categoria do Timbu. Capitão do time, tem na precisão dos passes e na finalização as suas principais armas.

Rhayner - Meia-atacante


Aposta da diretoria, o meia-atacante já se tornou um dos principais jogadores da equipe. Com arrancadas que deixam os zagueiros para trás, Rhayner está em busca agora do seu primeiro gol com a camisa do Timbu. E um dos jogadores que pode desequilibrar no clássico. "É o primeiro classico da minha carreira. Classico é classico, mas é um jogo comum como qualquer outro. Temos que buscar a vitória e fazer os gols", afirmou.

Araújo - Atacante

Esquecido no Fluminense, Araújo chegou fazendo gols no Náutico. Ao todo, já foram seis gols (divide com Kieza a artilharia do clube). Com a chegada de Kieza, virou peça fundamental também na armação de jogadas ofensivas. A dupla de atacante soma mais da metade dos gols do Timbu no Brasileirão.

Um apito conhecido das duas torcidas - Sandro Meira Ricci

 

 

Foto: Guga Matos/JC Imagem

Se em ambos os lados temos seis estreantes em Clássico dos Clássicos, no apito temos um velho conhecido das torcidas de Náutico e Sport. Trata-se do árbitro Fifa Sandro Meira Ricci, que já comandou dois duelos entre alvirrubros e rubro-negros somente neste ano. Por coincidência, o 0x0 foi o placar dos dois jogos apitados por Ricci. O primeiro deles aconteceu nos Aflitos pela primeira fase do estadual, enquanto que o segundo aconteceu na Ilha do Retiro pela semifinal da mesma competição.

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker