Página inicial
 
Mural de recados
25.05 | Ze ligado
É muito desespero mesmo, Gildo de volta?? 6 opções de ataque que era melhor pega ...
25.05 | Centralino Histórico
Warley, cadê os nossos valores revelados no PE 2017: Tomás e Paulinho Curuá???? ...
24.05 | Antonio
Araújo pedindo 400,000 R$ pro Central !!! Isso é um absurdo, o cara jurou amor a ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
16/07/2012
10h24 | esportes - FUTEBOL PERNAMBUCANO
Incompetência nas finalizações é o calo de Náutico, Santa Cruz e Sport no Campeonato Brasileiro
CLIQUE e CONFIRA!!!
Aflitos, 30 de junho de 2012. O Náutico recebeu o Fluminense em casa e dominou amplamente o jogo. Desperdiçou inúmeras chances de gol e perdeu o jogo por 2 a 0. Ilha do Retiro, 8 de julho de 2012. O Sport se impôs diante do Corinthians e, somente no primeiro tempo, perdeu cinco oportunidades claras de abrir o placar. Empatou a partida em 1 a 1, com um gol aos 44 minutos do 2º tempo. Arruda, 14 de julho de 2012. Contra o Treze, o Santa Cruz foi soberano. Cansou de chegar na frente da meta adversária. Felizmente fez dois gols, porque depois de levar o de honra terminou o duelo sendo pressionado pelo time paraibano. Quase deixou a derrota escapar.

Os três exemplos expõem um probema que, em algum momento, já atormentou os três times da capital no Brasileiro das séries A e C: a incompetência na hora de finalizar. Tal deficiência às vezes parece adormecida, mas quando entra em ação provoca enormes prejuízos.

Quase foi assim com o Santa Cruz, no último sábado. Justamente em um duelo em que o Tricolor não poderia perder pontos. Não por uma suposta rivalidade contra o Treze, mas sim porque o time paraibano vinha de duas derrotas consecutivas e ainda não tinha feito nenhum gol na competição. A displicência do time coral no ataque irritou o técnico Zé Teodoro. “A gente precisava matar o jogo. Tivemos cinco oportunidades”, bradou após a partida.

A irritação do técnico faz sentido. O próximo jogo na Série C já é na sexta-feira, contra o Paysandu, no Arruda. E se contra o Treze foi possível ganhar o jogo mesmo perdendo uma avalanche de chances, o próximo adversário dificilmente permitiria um feito igual. A equipe paraense tem 100% de aproveitamento na competição, com duas vitórias - complementa a rodada hoje, quando recebe o Fortaleza.

Náutico

A derrota do Náutico para o Corinthians no último sábado, por 2 a 1, não esteve ligada ao desperdício de chances de gol. Apesar da boa partida alvirrubra, o adversário foi (um pouco) superior e venceu. Ponto final. Mas é cedo para dizer que o Timbu está livre dessa “maldição”. O próximo desafio dos atacantes para mostrarem que acertaram a pontaria já é quarta-feira, quando o time recebe a Ponte Preta, nos Aflitos. Se o Náutico mostrar o mesmo futebol do duelo contra o campeão da Libertadores, dificilmente sairá de casa com outro resultado que não seja a vitória.
 
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker