Página inicial
 
Mural de recados
15.08 | MARCOS LEITE
RESTA AOS SÓCIOS PROPRIETÁRIOS DO COMÉRCIO, SE UNIR, RESTAURAR E REFORMAR O CLU ...
15.08 | VICTOR HUGO
É VERDADE GUSTAVO, O CENTRALZÃO TEM Q CONSTRUIR SEU CT NINHO DA PATATIVA NO SEU ...
13.08 | Gustavo
O central nao precisa do comercio pra construir uma sede social o terreno ao lad ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
08/06/2012
10h21 | esportes - APOSENTADORIA?
A obsessão do atacante Leonardo. Ídolo no Sport na década de 1990, jogador vai atuar na Série A2 em busca do 100º gol no Estadual
Oferecimento: Caruaru Factoring
A obsessão para chegar à marca de 1.000 gols na carreira, pelo menos em sua contagem, levou Romário a romper a barreira dos 40 anos nos gramados. O mesmo acontece com Túlio Maravilha. Aos 43 anos, o jogador segue perseguindo a marca. Segundo ele, já tem 995. Histórias do futebol que têm um exemplo mais modesto em Pernambuco. Aos 37 anos, o atacante Leonardo foi anunciado como novo reforço no Afogadense. A partir do dia 27 de julho, vai disputar a Série A2 em busca do centésimo gol no Campeonato Pernambucano.

Heitor Cunha/DP/D.A Press
No fim da década de 1990, Leonardo viveu o auge com a camisa rubro-negra
História semelhante até na contagem. São duas. A do jogador, inflacionada. Ao Superesportes, Leonardo disse estar na casa dos 94 gols. Faltariam seis, portanto. Mas de acordo com o pesquisador Carlos Celso Cordeiro, o atacante balançou as redes 86 vezes em Campeonatos Pernambucanos. Faltam 14. Diferença que não interfere muito no ânimo do atleta. Até porque oportunidades ele terá. Se conseguir o acesso, a Afogadense terá disputado 31 jogos. Partidas que serão contra adversários modestos, incluindo até o Íbis nesta lista.

"Estou muito confiante que vou conseguir essa marca. Acho que todo gol deve ser contado, não importa por que time, sobre que time ou em qual divisão. Se é jogo oficial, temos que registrar", falou Leonardo. "Mas a minha primeira missão é subir o Afogadense", completou, ainda com o discurso político de todo artilheiro.

Revelado pelo Picos-PI em 1992, Leonardo despontou cedo para o futebol. Foi contratado pelo Sport dois anos depois. Na Ilha, sagrou-se pentacampeão estadual (94/97/98/99 e 2000), além de ter vencido a Copa do Nordeste de 1994. Foram 376 jogos e 136 gols pelo Leão. Uma trajetória irretocável que lhe rendeu até convocação para a Seleção Brasileira.

Entretanto, quando jogou em times do Sudeste, não obteve o mesmo sucesso. "Eu era muito novo, sem experiência ainda. Faltou mais tempo para mim. Tive também que lidar com pessoas difíceis e com técnicos que não me deram oportunidade", explicou. Após passagem pelo futebol português, Leonardo chegou a voltar para o Sport, em 2004, mas sem o êxito de outrora. Foi para o Paysandu, Santa Cruz e, em seguida, peregrinou por equipes de pequeno porte do Nordeste. Entre eles, Central e Sete de Setembro.

Os gols de Leonardo no Pernambucano

A contagem dele

79 no Sport
12 no Central
3 no Sete de Setembro

94 no total

Nos arquivos de  Carlos Celso

75 no Sport
8  no Central
3  no Sete de Setembro 

86 no total
 
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker