Página inicial
 
Mural de recados
22.09 | Aldery
É nítido ver como é desastroso ao Central há tanto tempo estar fora de uma série ...
22.09 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! Bela iniciativa da diretoria. Aproveitar a oportunidade par ...
22.09 | MARCOS LEITE
TAVA VENDO SITE D RECIFE, O SANTA TÁ VENDENDO BOLO D ROLO PRA AJUDAR NO CT NINHO ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
04/04/2012
17h58 | esportes - COPA 2014
COPA 2014: CBF confia em Pernambuco para receber Copa das Confederações
CLIQUE e CONFIRA!!!

"Vim para Pernambuco preocupado e saio tranquilo." Essa foi a mensagem passada pelo presidente da CBF e do Comitê Organizador Local (COL) para a Copa do Mundo 2014, José Maria Marín, em visita ao Estado, referindo-se à candidatura a ser subsede da Copa das Confederações em 2013. Em coletiva de imprensa esclarecedora, Marín disse que ouviu da Fifa — em reunião recente na sede da entidadade, em Zurique, na Suíça — uma avaliação muito negativa da preparação de Pernambuco e, por isso, escolheu assistir de perto ao andamento das obras e às explicações do governo nesta manhã. Segundo o presidente da CBF, o que houve foi um mal entendido quanto aos prazos.

O prazo final para a entrega dos estádios para a Copa das Confederações é fevereiro de 2013. Os dados da Fifa consideravam o planejamento estadual para concluir a Arena Pernambuco apenas em abril. Mas, segundo o governador Eduardo Campos, Pernambuco já havia concordado em acelerar as obras para concluir em fevereiro. Agora, resta provar à Fifa que dará tempo. E a oportunidade já está agendada. No dia 24 de janeiro, Pernambuco fará uma apresentação no Rio de Janeiro para membros da Fifa e do COL. Três dias depois, 27 de abril, uma equipe da Fifa e do Comitê Organizador Local fará vistoria in loco no estádio e ouvirá do Governo e da Odebrecht todo o planejamento para a Arena Pernambuco ficar pronta em fevereiro.

DESAFIO

Apesar de Marín ter falado em tranquilidade, o sentimento no Governo de Pernambuco é justamente o contrário. A antecipação do prazo final do estádio para fevereiro de 2012 é um desafio enorme. É necessário correr contra o tempo porque ainda há muito a ser feito antes de receber os técnicos da Fifa. O cronograma atualizado da Arena Pernambuco ainda não está completo. Tem que estar dentro de 20 dias.

O governador Eduardo Campos, em seu pronunciamento, frisou que o projeto inicial da Arena Pernambuco, de acordo com o contrato de construção original, era dezembro de 2013. Na possibilidade de ser sede da Copa das Confederações, o Estado foi informado em dezembro passado que o prazo seria antecipado para abril. Já em fevereiro último, a Fifa baixou de novo o prazo, para fevereiro de 2013. "São dez meses de antecipação do projeto inicial", disse Eduardo Campos.

Para conseguir cumprir o prazo, existem três tópicos principais a serem solucionados: negociar com os fornecedores de infraestrutura (empresas como Compesa, Chesf, Oi, Telebrás, todas envolvidas); negociar com os fornecedores de equipamentos; e ampliar o quadro de funcionários para acelerar as obras.

Algumas das empresas que fornecem equipamentos podem não ter tempo de viabilizá-los, e pode ser necessário cancelar alguns contratos e contratar uma outra, que atenda às necessidades de tempo. Isso já aconteceu com o fornecedor da coberta de piso. A primeira empresa contratada, com prazo de dez/13, não poderia antecipar para abril e foi substituída.

A aceleração da obra, com mais funcionários, também é importante. No momento, há 2532 funcionários na Arena Pernambuco, trabalhando nos três turnos. É imprescindível intensificar o trabalho. Ainda não se sabe quantos novos serão contratados.

Quanto aos fornecedores de infraestrutura, a maioria está em sintonia com a necessidade de antecipação, sem problemas. Mas a Telebrás tem uma dificuldade em atingir o prazo necessário. Outra questão a ser resolvida.

GRAMADO, PROBLEMA À PARTE

Além disso, existe a questão do gramado. Existem três definições a serem tomadas: forma de plantio, técnica de drenagem e forma de iluminação da grama. O padrão Fifa requer plantio por semeadura, ou seja, com sementes. Isso exige seis meses para fixação perfeita do gramado. Não haverá tempo para fazer isso tendo que entregar o estádio em fevereiro. O segundo ponto é a drenagem. A Fifa quer que seja a vácuo, com a água sendo sugada, muito mais eficiente que a drenagem tradicional, por gravidade, com a água escorrendo, que é como acontece em todos os estádios brasileiros. Neste ponto, Pernambuco admite que é possível fazer toda a instalação. Por fim, a Fifa deseja uma iluminação especial para estimular a fotossíntese da grama em toda a sua extensão, cobrindo os pontos que ficariam mal-iluminados apenas pelo sol.

As soluções para todas essas questões devem ser apresentadas para a Fifa nos dias 24 e 27 de abril.

Esta pode ser a única chance de Pernambuco, pois a decisão final da Fifa sobre as sedes será anunciada em junho. Ainda existe uma possibilidade de Jérome Valcke, secretário geral da Fifa, visitar as obras de Pernambuco em maio, mas ele não viria acompanhado de toda a equipe técnica.

Do Blog do Torcedor 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker