Página inicial
 
Mural de recados
21.09 | Paulo alvinegro
É muito engraçado o presidente do central pra conseguir falar com o prefeito de ...
21.09 | MARCOS LEITE
FOI UMA BOA PRO CENTRAL, O NÁUTICO FAZER ESSES JOGOS NO LACERDÃO, O CENTRALZÃO P ...
21.09 | cleo
PERDEMOS UMA BATALHA, MAS NÃO PERDEMOS A GUERRA NA OUTRA QUARTA EM PESQUEIRA CON ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
19/01/2012
21h59 | esportes - PERNAMBUCANO 2012
PERNAMBUCANO 2012: Sport decepciona e fica no 0x0 diante do América
Clique e Confira >>>

 

Diante de um bom público, o Sport voltou a decepcionar o seu torcedor no Pernambucano Coca-Cola.  A equipe rubro-negra não jogou um futebol convincente e, por isso, não saiu do 0x0 diante do frágil América. No primeiro tempo, a equipe errou muitos passes e se mostrou sem alma em campo. Por isso, criou poucas chances de gols. Na segunda etapa, a equipe teve uma nova postura, buscou o jogo, construiu lances perigosos, mas não balançou as redes adversária. Até agora, o Sport não perdeu no Estadual. Como também não venceu. E, por isso, a torcida não anda satisfeita. O próximo compromisso do Leão é diante do Petrolina, na Ilha do Retiro.  

Com menos de Menos de um minuto de bola rolando, o Sport deu a impressão que atropelaria o América.  Marcelinho Paraíba lançou o estreante Rivaldo pela esquerda, que bateu rasteiro e cruzado. O  goleiro Adson fez uma segura defesa. A torcida foi com o time e começou a incentivar. Mas o ímpeto  do Sport parou por aí.

O time do América, jogando fora de casa e vindo de uma goleada sofrida para o Serra Talhada, na última rodada, veio precavido para a Ilha do Retiro. O técnico Paulo Júnior armou a equipe com muita marcação do meio de campo e tocando a bola na defesa, esperando o Leão sair para tentar o contra-ataque. O único lance perigoso aconteceu aos 20 minutos, quando Lewis lançou França na área e o atacante chutou rasteiro. Magrão defendeu com os pés.

Enquanto isso, o Sport se atrapalhava sozinho. A equipe comandada pelo técnico não acertava um passe sequer no meio de campo. Como o jovem lateral-esquerdo Renê ainda mostra pouca tranquilidade para jogar, o time rubro-negro explorava o lado direito. No entanto, Moacir não fez um bom primeiro tempo. Thiaguinho e Marcelinho Paraíba também não estavam inspirados. O melhor lance aconteceu aos 38 minutos, quando Thiaguinho lançou Jheimy na esquerda. O atacante driblou o marcador, invadiu a área e tocou voltando para Marcelinho Paraíba chutar na zaga. No rebote, Thiaguinho chutou para fora.

Fim do primeiro tempo e a torcida vaiou a baixa produtividade do Sport em campo.

 

Para o segundo tempo, uma mudança já esperada. O lateral direito Renato, que havia feito o gol de empate na partida contra o Araripina, na primeira rodada, entrou no lugar do apático Moacir. O time ganhou mais velocidade no setor direito. A equipe rubro-negra mostrou uma melhor postura em campo, buscando as variações das jogadas e sufocando o América. Mas os erros na troca de passe atrapalhou muito o Leão.

Com o América mais fechado, o Sport conseguiu chegar mais vezes no ataque e a dar trabalho à zaga alviverde. Mesmo assim, o primeiro lance de perigo só aconteceu aos 28 minutos, quando Renato roubou a bola e bateu cruzado. Jheimy empurrou a bola para as redes. A torcida gritou gol, mas a arbitragem anulou o lance, assinalando impedimento do atacante leonino.

Aos 35 minutos, um lance que valeu. Renato, mais uma vez, lançou Jheimy, que chutou rasteiro. O goleiro Adson tocou na bola, que foi para fora. O Sport passou a dominar o meio de campo, pressionando bastante, mas, ao mesmo tempo, errando muito na troca do último passe. ]

Já nos acréscimos, o Leão teve duas chances claras de abrir o placar.  A primeira, aos 46 minutos, quando a bola foi mal rebatida pela defesa e sobrou para Marcelinho Paraíba, livre, chutar forte. O goleiro Adson fez grande defesa. Dois minutos depois, Anderson Paraíba recebeu a bola sem marcação na área e chutou forte. A bola acertou a trave.

Após o lance, a árbitragem encerrou a partida e a torcida vaiou novamente.

Ficha técnica

 

SPORT - Magrão; Moacir (Renato), Tobi, Montoya e Renê; Hamilton, Rivaldo, Thiaguinho(Anderson Paraíba) e Marcelinho Paraíba; Willians (Marquinhos) e Jheimy. Técnico: Mazola Júnior

AMÉRICA - Adson; Roma, Negreti, Carioca e Adriano; Alexandre Oliveira, Lewis, Dunga e Rosivaldo; França (Cléber)  e Dunga (Muller). Técnico: Paulo Júnior

Local: Ilha do Retiro. Ábirtragem: Gleydson Leite, Jossemmar Diniz e Elan Vieira. Cartões amarelos: Thiaguinho, França, Maneco, Marquinhos e Rosivaldo. Público: Renda:.
 
Do Blog do Torcedor 
 
 

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker