Página inicial
 
Mural de recados
26.09 | Gustavo
PQP tem 20 anos Q escultor esse blablabla de pedir ajuda a prefeitura minha gent ...
26.09 | ADALBERTO FLORÊNCIO DE OLIVEIRA
Bom dia grande torcida centralina,eu acho o seguinte nos devemos fazer é acredit ...
25.09 | Kaio
Essa tal de Prefeita tem obrigação de judar a nossa Patativa Temos que fazer pr ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
18/12/2011
17h43 | esportes - COPA 2014
COPA EM PERNAMBUCO -> Arena Pernambuco avança em 2011, mas tem de acelerar em 2012
CLIQUE e CONFIRA!!!
DO BLOG DO TORCEDOR 

Obras chegam a 30% de conclusão em dezembro. Em, 2012 terão de acelerar 
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

2011 foi um ano de acontecimentos importantes para a Arena Pernambuco, futuro palco dos jogos da Copa do Mundo 2014 na Região Metropolitana do Recife. A construção teve alguns problemas, incluindo uma greve de cerca de uma semana em novembro, mas chega ao ano no estágio de 30% concluída. A grande notícia foi a pré-seleção para ser uma das sedes da Copa das Confederações em 2013, algo que só será confirmado dependendo do andamento das obras em 2012. Outro ponto importante foi a certeza de que não se tratará de um elefante branco: o Consórcio Arena Pernambuco assinou contrato de utilização do estádio no pós-Copa com o Náutico, até agora o seu único inquilino (e com benefícios). A liberação dos recursos do BNDES aconteceu, embora contestada posteriormente, sem sucesso, pelo Minstério Público. Para 2012, a difícil missão de chegar aos 75% de conclusão em junho, estágio apontado como o ideal para garantir a presença na Copa das Confederações.

 

Confira o resumo de tudo o que envolve Arena Pernambuco durante o ano de 2011, dividido por trimestre:

 

 

Primeiro trimestre (Janeiro - Fevereiro - Março) 
Foto: Eduardo Martino/Divulgação

 

 

Iniciado em outubro de 2010, o processo de construção da Arena Pernambuco começou 2011 com menos de 10% de conclusão. A fase era a da terraplenagem do terreno localizado em São Lourenço da Mata, Região Metropolitana do Recife. No primeiro semestre, as chuvas atrapalharam o andamento das obras e dificultaram um avanço mais substancial. O atraso foi reconhecido pelo Secretário Extraordinário da Copa do Mundo em Pernambuco, Ricardo Leitão. Nesse período, foram iniciadas as obras de fundações do estádio. Porém, o primeiro trimestre terminou sem que fosse possível notar grandes avanços.

Por outro lado, do ponto de vista econômico-político, houve a boa notícia da liberação do financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES). No dia 27 de janeiro, a instituição autorizou a quantia de R$ 400 milhões que seriam investidos na Arena Pernambuco. Na parte política, a Arena contou com a visita do então ministro dos Esportes, Orlando Silva, que avaliou positivamente o andamento das obras.

 

 

Segundo trimestre (Abril - Maio - Junho)
Foto: Eduardo Martino/Divulgação

Abril chegou, e a Arena Pernambuco estava ainda na fase da terraplenagem. Com o fim do castigo das chuvas, finalmente esta etapa pode continuar a todo vapor, chegando a 85% de conclusão. As fundações, iniciadas em meados do meio do primeiro trimestre, também continuavam. A curiosidade desde período foi a marcação do provável meio de campo do gramado da Arena.

 

 

No fim de junho, o desenho do que seria o contorno das arquibancadas ao redor do campo já começava a surgir na ala sul do estádio. A terraplenagem foi concluída, e as fundações chegaram a 30%.

No campo político, a Arena foi contestada pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e pelo Ministério Público Federal (MPF), que acusaram irregularidades na parceria público-privada. Um ofício publicado no Diário Oficial do dia 14 de abril recomendava a suspensão do financiamento de R$ 280 milhões do BNDES até que os pontos conflitantes fossem resolvidos. Como se não bastasse isso, no dia 30 de junho, os pouco mais de 700 funcionários da Arena entraram em greve por três horas como medida de advertência.

 

 

Terceiro trimestre (Julho - Agosto - Setembro)
Foto: Eduardo Martino/Divulgação

A segunda metade do ano chegou com muita expectativa para o andamento das obras da Arena Pernambuco, já que a Fifa viria vistoriar o estádio em setembro. Em julho, 35% das obras de fundações estavam concluídas. Na vistoria da Fifa, os representantes da entidade percorreram o local das obras, mas não concederam entrevistas. Setembro terminou com as fundações próximas de 60%.

 

 

Quarto trimestre (Outubro - Novembro - Dezembro)
Foto: Eduardo Martino/Divulgação

O quarto e último trimestre do ano foi o mais movimentado de todos com o tão aguardado anúncio das sedes da Copa das Confederações de 2013 e da distribuição de jogos para cada sede durante a Copa do Mundo de 2014. A cidade do Recife, junto com Salvador, foi pré-selecionada para sediar a Copa das Confederações, mas a confirmação está condicionada ao cumprimento de requisitos da Fifa para a conclusão das obras a tempo de sediar o torneio. Belo Horizonte, Brasília, São Paulo e Fortaleza já estão garantida. Na ocasião, informou-se que as obras teriam de estar totalmente concluídas até dezembro de 2012. Já na Copa, a capital pernambucana ficou responsável por receber cinco jogos do torneio.

Com 20% das obras concluídas em outubro, a Arena Pernambuco começava a ser notada de maneira vertical. Já era possível visualizar o príncipio do que seria a arquibacanda. Em Novembro, o estádio estava 22% concluído.

A movimentação também foi intensa nas negociações para ver qual ou quais times pernambucanos mandariam seus jogos na Arena Pernambuco. O Náutico foi o único a fechar um acordo para tanto, e receberá inúmeras vantagens, como o pagamento de uma "mesada" do Consórcio Arena Pernambuco, da Odebrecht, até o momento em que o estádio estiver pronto e liberado para o time jogar. Além disso, o consórcio investirá na ampliação do centro de treinamentos do Náutico. O contrato foi assinado no Palácio do Campos das Princesas em solenidade no dia 17 de outubro.

 

 

Foto: Eduardo Martino/Divulgação

No entanto, nem tudo foi perfeito no último trismestre. Uma greve deflagrada no dia 1º de novembro causou transtornos para o andamento das obras. Houve até um príncipio de tumulto no dia 3, com os funcionários acusando a Odebrecht de assédio moral. Só depois de muitas negociações, a greve foi encerrada no dia 7. 
 
A Fifa ainda fez mais duas vezes visitas antes do final do ano, em novembro e em dezembro. A mais impactante aconteceu no dia 13 de dezembro, quando Ricardo Leitão admitiu que o estádio pode ser finalizado apenas depois de dezembro de 2012, indo de encontro ao condicionamento inicial da Fifa para a Copa das Confederações. o Governo de Pernambuco afirma que isso não trará problemas, pois já estaria sendo dialogado com os representantes da Fifa. O Governo segue transmitindo um sentimento positivo sobre Recife ser sede do torneio pré-Copa.

 

 

As obras de construção da Arena Pernambuco terminam o ano 30% concluídas.

FUTURO

 

As obras da Arena Pernambuco devem evoluir com um ritmo mais forte no primeiro semestre de 2012 com o aumento do número de funcionários, que passará de 1.917 para pouco mais de 2.500. A expectativa é que o estádio fique 75% concluído em junho do ano que vem, mês em que a Fifa definirá se a capital será uma das cidades a receber a Copa das Confederações. Até lá, o estádio receberá uma visisita do Comitê Organizador Local para a Copa do Mundo-Fifa a cada mês, como forma de acompanhamento do cronograma de andamento das obras, a fim de que tudo saia bem.


...
 
 
 
eXTReMe Tracker