Página inicial
 
Mural de recados
22.09 | Aldery
É nítido ver como é desastroso ao Central há tanto tempo estar fora de uma série ...
22.09 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! Bela iniciativa da diretoria. Aproveitar a oportunidade par ...
22.09 | MARCOS LEITE
TAVA VENDO SITE D RECIFE, O SANTA TÁ VENDENDO BOLO D ROLO PRA AJUDAR NO CT NINHO ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
05/10/2011
11h47 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B -> A dez rodadas do fim, pernambucanos estão com objetivos ameaçados
Clique e Confira.

Da Redação Giro dos Esportes, do Super Esportes 


A dez rodadas do final, os caminhos da Série B apontam para um final incerto para os times pernambucanos. Depois de várias rodadas de estabilidade no G4, o Náutico vê agora o seu posto ameaçado. No Sport, chegar ao seleto grupo ficou ainda mais distante. No Salgueiro, com seguidas derrotas como mandante, permanecer na Segundona se compara, a cada rodada que se passa, com um sonho.

Helder Tavares/DP/D.A Press
Waldemar reclamou da marcação no setor esquerdo depois da derrota para o Guarani

A classificação do returno da competição exemplifica muito bem a situação das equipes locais. Aponta para uma falta de fôlego aproveitada por clubes modestos e de pouca torcida no cenário nacional, como Americana e Boa Esporte. A maior queda de aproveitamento é a do Timbu, que, justamente, havia se mostrado como um dos grupos mais regulares da competição. Com três derrotas nas últimas quatro rodadas, o time alvirrubro ocupa a sétima posição nos jogos de volta. São 14 pontos somados em nove jogos.

Em campo, as críticas caem sobre a limitação do elenco de Waldemar Lemos. Para a maioria, a equipe titular é competitiva. Porém, quando se precisa do banco de reservas para reverter uma situação de jogo, o Náutico se mostra encurralado. Sem saída. Além disso, as laterais da equipe, compostas por Jeff Silva e Peter, são alvos de crítica. Principalmente, quando se refere a necessidade de não deixar brechas no setor para conter o avanço do ataque adversário. Diante do Guarani, por exemplo, o Timbu sofreu dois gols originados pelo setor esquerdo. Depois da partida, o treinador alvirrubro reclamou da situação abertamente. Agora, se perder na próxima rodada e o Boa Esporte vencer, o Timbu estará fora do G4.

Edvaldo Rodrigues/DP/D.A Press
Sport é o quinto pior visitante da Série B

No Sport, a torcida se irrita com a instabilidade do time. Depois de uma partida irretocável, quando goleou o Vitória há quatro jogos atrás, o time de PC Gusmão não conseguiu mais se impor. Perdeu para o Criciúma, mas criou muito. Ponto negativo para o ataque, que, pouco antes, havia subido de produção. Contra o ABC, viu o descontrole de Robston e a falta de poder de reção minar os objetivos na partida. Diante do São Caetano, fez um primeiro tempo muito abaixo da média. Faltou força na marcação. O São Caetano aproveitou.

Assim, a equipe leonina soma os mesmos 14 pontos pontos do Timbu neste returno e está na sexta posiçã0 - a mesma na classificação geral. Algo que comprova: o Leão da Ilha está sempre perto do G4. Dificilmente, entra nele. Repete, assim, o filme do ano passado. O motivo para isso é a falta de força do time quanto atua longe da Ilha do Retiro. O Sport é quinto pior visitante da competição, somando apenas 11 pontos. Enquanto isso, Americana e Boa Esporte somaram 21 e 20 pontos, respectivamente.

Bernardo Dantas/DP/D.A Press
O Salgueiro errou no planejamento, contratando e dispensando vários atletas

No Salgueiro, o caminho tortuoso começou antes da Série B. A falha foi no planejamento. A diretoria do clube apostou em um grupo totalmente novo. Contratou aos montes. Com isso, vários jogadores nem vestiram a camisa do Carcará e foram dispensados. Além disso, a troca em sequência no comando do time também comprova a instabilidade da equipe. Depois de Neco e Maurício Simões, Luis Carlos Baribieri até conseguiu melhorar o rendimento da equipe, mas, talvez, tenha chegado ao clube tarde demais. Depois de perder para o Boa Esporte, a equipe sertaneja está a oito pontos de deixar a zona de degola.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker