Página inicial
 
Mural de recados
23.05 | Central de coraçao
Eu nao tou entendendo mais nada dessa direçao , a parceria com o las vegas foi d ...
23.05 | Ze ligado
Mas não é com esse ataque de nervos com azul que é um dos piores jogadores que ...
23.05 | Patativa
Esta mensagem vai para o ingrato jogador Araújo,este ex jogador em atividade que ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
17/09/2011
18h54 | esportes - Série B
Série B : Náutico encontra dificuldade, mas vence o Salgueiro e volta à vice-liderança - 1 a 0
Clique e Confira...
Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
Um jogo que foi a cara do Náutico nesta Série B. Nada de espetáculo, mas muita doação e correria, além de um leve sufoco nos últimos minutos. No final, porém, o que valeu foi o que marcou o placar: vitória alvirrubra por 1 a 0 sobre o Salgueiro, neste sábado, nos Aflitos. O suficiente para voltar à vice-liderança do campeonato, com 44 pontos, passando novamente a Ponte Preta.

Quem esperava total domínio do Náutico, viu no primeiro tempo um Salgueiro bem postado em campo fazer um duelo bastante equilibrado. O Timbu sentiu os desfalques de duas peças importantes da equipe, o meia Eduardo Ramos e o lateral-direito Peter. Os substitutos desses jogadores, Élton e Neno, respectivamente, não conseguiram manter o nível dos companheiros.

O resultado disso foi que faltou ao Náutico criatividade e alternativas ofensivas. Élton se enrolava demais com a bola e não dava seguimento às jogadas. Pela direita, Neno foi tímido demais, indo pouco à frente. Enquanto isso, o Salgueiro apostava na velocidade de Ricardinho e na força de Fabrício Ceará, ambos orquestrados pelo meia Paulo Santos, que pensava o jogo do Carcará.

Sonolento no início, o jogo só melhorou na metade do primeiro tempo. O Salgueiro se animou ao ver a pouca efetividade do Náutico e partiu para cima. Chegou a criar duas boas chances de marcar. Numa delas, Renê acertou a trave de Gideão. Após a pressão, foi a vez do Timbu acordar. No final da etapa, os alvirrubros chegaram mais ao ataque. Elicarlos, duas vezes, e Kieza, estiveram próximos do gol.

No segundo tempo, o Náutico já tinha Phillip no meio, que entrou no lugar de Élton, machucado, no final da etapa anterior. A ordem no vestiário certamente foi clara: adiantar a marcação. O Timbu voltou fazendo uma verdadeira blitz em cima do Salgueiro, tendo duas chances de abrir o placar logo nos dois primeiros minutos de jogo. 

A blitz diminuiu de intensidade, mas o segundo tempo permaneceu sendo uma partida de ataque contra defesa. O Náutico pressionava, enquanto o Salgueiro se defendia e tentava encaixar algum contra-ataque. Foram várias chances desperdiçadas. A bola parecia que não ia entrar de jeito nenhum. Aos 26, porém, Derley mudou essa história. Após jogada de Kieza pela direita, o volante chegou fechando como uma flecha no meio da área para tocar para o gol.

Após o gol, o ritmo do Náutico foi outro, inclusive por conta das substituiçõe de Waldemar Lemos, que colocou o zagueiro Diego Bispo e o volante Lennon nas vagas do lateral Neno e do meia Phillip. Naturalmente, o Salgueiro foi para cima com tudo em busca do empate. Até assustou, com Fabrício Ceará, mas o Timbu segurou o placar de 1 a 0 até o final.

Náutico

Gideão; Neno (Diego Bispo), Marlon, Ronaldo Alves e Jeff Silva; Éverton, Elicarlos, Derley e Élton (Phillip) (Lenon); Rogério e Kieza. Técnico: Waldemar Lemos

Salgueiro

Luciano; Mateus (Amaral), Juninho (Edmar), Alexandre, Piauí, Pio, Josa, Renê, Paulo Santos (Tiago Marabá), Ricardinho e Fabricio Ceará. Técnico: Luiz Carlos Barbieri

Local: Aflitos (Recife). Árbitro: Cláudio Mercante. Assistentes: José Wanderlei da Silva e Alcides Lira Júnior. Gols: Derley. Cartões amarelos: Mateus, Luciano, Fabrício Ceará, Josa (S), Jeff Silva, Élton e Marlon (N). Renda: R$ 93.990. Público: 15.007.

.
 
 
 
eXTReMe Tracker