Página inicial
 
Mural de recados
17.11 | CLEO
VERDADE VICTOR HUGO O REINADO DOS TRÊS DA CAPITAL ACABOU,COMO DIZ O DITADO FIZER ...
17.11 | VICTOR HUGO
TA DECRETADA A QUEDA DO SPORT KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Q BELEZA KKKKKKKKKKKKKKKKKK ...
13.11 | CLEO
É VERDADE MARCOS LEITE O TRIO DE FERRO DA CAPITAL FOI UMA VERGONHA ESSE ANO. ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
03/09/2011
01h03 | esportes - FUTEBOL PERNAMBUCANO
FUTEBOL PERNAMBUCANO: Novo presidente da FPF, Evandro Carvalho, promete lutar por seus ideais
Clique e confira!

Evandro Carvalho (esquerda) tomou posse, ao lado de João Caixero, secretário geral
Foto: Guga Matos/JC Imagem

Do Blog do Torcedor 

Propostas de mudança e a promessa de modernização da gestão da Federação Pernambucana de Futebol marcaram a posse do novo presidente, Evandro Carvalho. Com um discurso afiado, ele antecipou algumas de suas ideias e afirmou que vai lutar por elas mesmo se houver insatisfeitos. A diminuição do número de equipes no Campeonato Pernambucano, de 12 para 10, e uma reforma no estatuto da federação que pretende modificar a forma de eleição a presidente, entre outros aspectos.

"Eu tenho coragem para ir atrás das mudanças que eu acho que devem ser feitas. Eu não concordo com muitas coisas e devo lutar para melhorá-las. O que eu tenho que fazer é modernizar. Como diz o ditado, não dá para fazer omelete sem quebrar os ovos. Sei que passarei a ter um desgaste político a partir de amanhã, mas, se eu não buscasse isso, não adiantaria ter vindo", disse Evandro.

Ele também falou que serão criadas duas diretorias: a diretoria especial de desenvolvimento financeiro, que será comandada por Joaquim José da Câmara, e a diretoria especial de projetos estruturais. "Para esta pasta, convidamos Marcos José Lopes, mas ele ainda não nos deu resposta se aceita ou não", explicou.

Abaixo, trechos do discurso de Evandro Carvalho e de respostas dele durante as entrevistas à imprensa:

ESTILO DE GESTÃO E COMPARAÇÃO COM CARLOS ALBERTO

Convencionou-se dizer que Carlos Alberto Oliveira administrava com mão de ferro. A minha gestão não será com mão de ferro, mas com uma caneta de ferro. Uma gestão justa. Eu não quero ser lembrado como bom presidente ou mau presidente. Eu quero ser lembrado como um presidente justo.

Estarei sempre disposto ao diálogo, estarei sempre de braços abertos para receber alguém. Os clubes terão que pontuar a sua conduta pelos nossos pressupostos de responsabilidade, solidariedade e comprometimento com a gestão Evandro Carvalho. 

Não tenho nenhuma pretensão de dar continuidade à administração de Carlos Alberto Oliveira. Pois querer dar continuidade, só manter, é sinal de mediocridade. Precisamos sempre buscar melhorias, buscar a excelência. O ex-presidente foi um grande homem, um grande presidente, cada um vai se comportar de uma forma. A minha forma é essa.


DEFINIÇÕES

Anuncio a criação da Diretoria de Desenvolvimento Financeiro da FPF, que terá à sua frente Joaquim José Maranhão da Câmara, executivo do mercado financeiro. Ele passará a compor a diretoria da federação. 

Informo que criei o que reputo que será a mais importante da federação. E convidei para ocupar o cargo para a diretoria especial de projetos estruturais, trata-se do Dr. Marcos José Lopes, ex-presidente da Chesf, consultor de diversos bancos nacionais. Irá buscar capacitação para recebimento de investimentos. Esse órgão poderá desenvolver projetos para nós a nível nacional e internacional, buscar também forma de viabilizar recursos junto ao Ministério dos Transportes. E assim fortalecer os filiados da FPF. 

Uma das definições é limitar a reeleição na presidência da FPF para apenas uma vez. Mas ainda não tenho posição formada sobre se seriam dois ou quatro anos.


PROPOSTAS

Eu sempre defendi que a competição tivesse dez clubes. O nosso estatuto é ultrapassado e terá que ser moderenizado. As decisões que eu tomei e tomarei serão sempre pautadas na legalidade.

Na minha opinião, a divisão de votos tem que ser feita qualitativamente no estatuto. O colégio eleitoral teria que ser mudado. Se pudéssemos transformar as ligas em um só voto, e os clubes amadores em um só voto, nós fortaleceríamos eles. Uma coisa é um colégio eleitoral de votos isolados, outra é de um colégio com um voto só. Poderia ter uma influência maior. Os clubes da primeira divisão podem ter um peso de voto maior que o da segunda divisão, é uma ideia.

Gostaria de lembrar que a Federação não vai tomar nem poderia nenhuma medida contra nenhum clube. Vai buscar, se for possível, encontrar alguma solução que sob o custo-benefício seja o melhor. 

Todas as decisões da Federação serão feitas na assembleia geral do clube. Mesmo que eu indique, não significa que será a vontade dos candidatos. Como eu falei, honraremos todos os filiados. Mas isso não impede que nós procuremos mudar com o nosso ponto de vista questões importantes do nosso futebol. 

Com todo desgaste que eu posso ter politicamente e sei que passarei a ter a partir de amanhã, se eu não buscasse isso não adiantaria ter vindo. Acho que, apesar de todas as diferenças, estou agindo de forma politicamente adequada. 


A POLÊMICA DO VICE-PRESIDENTE

Evandro Carvalho voltou a afirmar que não se posicionará a favor ou contra nenhum dos nomes que indicados para assumir a vice-presidência da FPF. Ele revelou que recebeu vários pedidos para empossar diretamente Davi Oliveira, sobrinho de Carlos Alberto Oliveira, algo que desrespeitaria o estatuto da federação, que prevê a realização de eleição para definir o vice. Ele disse também que "poderia ter" uma preferência de nome para vice-presidente, mas que preferiria não opinar. 

Como meu primeiro ato do governo eu poderia ter imediatamente tomado posse e de imediato definir a chapa dos vice-presidentes para evitar problemas políticos. Mas eu vou fazer estritamente o que diz o estatuto, que reza por uma eleição para a escolha do vice. Eu sempre vou fazer o que está no regulamento. E garanto que nenhum filiado será cooptado comigo por uma proposta indecorosa para apoiar ou desapoiar algum candidato.

Os filiados já têm à mesa os nomes de Alexandre Mirinda, Davi Sabino de Albuquerque, e de Davi Aldin de Souza Oliveira. Além disso, se houver novas indicações, todas vão ser colocadas na votação na segunda-feira 12 de setembro. Haverá uma votação, e esse candidato, seja quem for, será recebido de braços abertos.


AUSÊNCIA DO NÁUTICO NA POSSE

Sobre o fato de não haver representante algum do Náutico em sua posse, Evandro Carvalho disse: "Natural, a posse não tinha nada festivo, eu não convidei ninguém. O Náutico tem amigos, filiados, os dirigentes estão viajando para ver um jogo do time.

O QUE PRETENDE FAZER EM TERMOS NACIONAIS

A principal questão é a divisão de cotas, temos que ter um mecanismos para regular isso. Vou levantar essa bandeira. É uma causa minha, do governador Eduardo Campos, que sempre se empenha. Sei que o Maurício Rands (deputado federal) também se empenha. Eu não sei se também é uma causa do Mendonça (Filho, deputado federal que propôs projeto com esse tema no Congresso), mas, se for, melhor.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker