Página inicial
 
Mural de recados
19.11 | Pierre Santos
Paulo Alvinegro, com essa federação se trouxer o Barcelona para jogar representa ...
18.11 | CLEO
VERDADE MARCONDES ALÉM DE QUEDA COICE KKKKKKK. ...
18.11 | Paulo alvinegro
Era o ano pra um time do interior chegar lá com o rebaixamento dos três da capit ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
30/08/2011
15h37 | esportes - FUTEBOL DE PERNAMBUCO
FUTEBOL DE PERNAMBUCO: Começaram as divergências de opinião na FPF
Clique e Confira!

Redação Giro dos Esportes, do Super Esportes 

O início da nova gestão da Federação Pernambucana de Futebol (FPF) pode ser marcado por divergências de opiniões quanto ao futuro regulamento do Estadual. Evandro Carvalho, substituto do falecido Carlos Alberto Oliveira na gestão da entidade - a posse ocorre nesta quinta-feira -, assumiu publicamente a vontade de reduzir de 12 para dez o número de participantes da Série A1. João Caixero, secretário da FPF, em contrapartida, defende a manutenção da quantidade de equipes.

"Eu te asseguro. Não tem a menor possibilidade de ocorrer a mudança nestes próximos dois anos. Vão se manter os 12 clubes e o sistema de semifinal e final", declarou Caixero, durante o velório do corpo do ex-presidente, nesta manhã de terça-feira. 

Evandro Carvalho, que também defende a fórmula de pontos corridos (tal qual os campeonatos das Séries A e B), pretende colocar mais forte a discussão sobre a diminuição de times em 2013, para o novo quadro começar a vigorar em 2014. Mas não afasta a possibilidade de já começar a analisar o plano para a próxima edição da competição. 

O novo mandatário justificou o motivo da preferência por enxugar a quantidade de times. "Primeiro, por causa do calendário. Atualmente, são poucas datas para realizar a competição com 12 equipes. Em segundo lugar, com dez, você qualifica a primeira divisão e valoriza a segunda. Até porque, sobra mais recursos para a Série A2", frisou Evandro.

O novo presidente da FPF, entretanto, afastou qualquer possibilidade de decisão arbitrária da entidade. "Tudo vai ser decidido pelos clubes", garantiu, antes de expressar o interesse em antecipar a convocação e a reunião do Conselho Arbitral, formado por representantes dos times participantes, comumente programada para outubro. "Uma ou duas semanas antes. Para todos tomarem mais conhecimento e terem mais tempo para decidir", declarou Evandro.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker