Página inicial
 
Mural de recados
23.06 | Danilo
http://sportv.globo.com/site/programas/ta-na-area/noticia/2017/06/empresario-ilu ...
23.06 | Duda
Eu acredito!!! Vamos meu Central, vamos sair dessa série D. Lícius tem feito o p ...
23.06 | MARCOS LEITE
CENTRALZÃO EM BUSCA DA CLASSIFICAÇÃO E A TORCIDA CHEGANDO DE MONTÃO NO LACERDÃO, ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
09/08/2011
23h01 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B: Sport 2x0 Náutico -> Rubro negro chega ao quinto lugar. Náutico se mantém em terceiro
Clique e Confira

Matéria do Blog do Torcedor 

A confiança da torcida, em parte perdida pela derrota para o Boa, foi recuperada pelos jogadores do Sport ao venceram o velho rival, Náutico, por 2x0, na noite desta terça-feira (9). Os três pontos valeram a subida para o quinto lugar na Série B. Já o timbu não teve sua situação alterada. Ainda é o terceiro colocado.

Num péssimo gramado da Ilha do Retiro, os dois times começaram o jogo evitando fazer a bola rolar. A tônica foram lançamentos longos. Porém, como não havia qualidade técnica suficiente para tantas jogadas desse tipo, a bola ia e voltava com uma frequência acima do normal.

O resultado foi muita correria e pouca finalização. O primeiro time a tentar tocar mais a bola foi o Sport. E quando o fez chegou bem perto do gol. Aos 18  minutos, Paulista serviu Júnior Viçosa. Ele bateu rasteiro e Gideão fez a defesa. No rebote, Marcelinho Paraíba chutou e Peter interceptou a trajetória com o braço direito. Heber Roberto Lopes interpretou como bola na mão e e mandou o jogo seguir. Na sequência, Diego Torres mandou no canto e Gideão mandou para escanteio.

Depois desse bombardeio inicial, os donos da casa iniciaram a pressão. O meio de campo leonino cadenciou melhor o jogo e também aproveitou alguns vacilos de posicionamento da defesa alvirrubra. Na bola parada, com Wellington Saci obrigou Gideão a operar um milagre, aos 27. Ele bateu falta no ângulo direito e o goleiro timbu foi buscar.

Pelo lado do Náutico, o problema era o mesmo que acomete o time em alguns jogos. Eduardo Ramos pouco produtivo, somado à timidez de Derley em fazer sua jogada mais forte: as arrancadas pela meia direita. Jeff Silva completava a apatia ofensiva do time dos Aflitos. Era bem mais acionado que Peter mas não conseguia dar continuidade às jogadas.

Os dois times voltaram sem alterações para o segundo tempo. O Náutico ensaiou uma pressão ao conseguir três escanteios seguidos. Mas o Sport conseguiu valorizar melhor a posse de bola e passou a jogar mais no campo do adversário novamente. E, conduzido por Marcelinho Paraíba e Rithely, voltou a criar boas oportunidades de gol.

A primeira veio com o próprio Marcelinho, aos sete. Ele pegou rebote da defesa e chutou à direita, com perigo. Depois foi a vez de Júnior Viçosa entrar driblando mas se enrolar com a bola na hora de concluir. Por fim, aos 14, Marcelinho levou a melhor. Ele entrou na área e tentou passe para o meio. Diego Torres esticou o pé o suficiente para atrapalhar Gideão e ver a bola entrar no canto direito.

Mesmo depois de tomar um gol o Náutico não encontrou o caminho para reagir. Os defeitos eram o mesmos: Eduardo Ramos anulado, laterais sem se apresentar para o jogo e Kieza, sem totais condições físicas, sendo presa fácil para a defesa adversária. Para completar, os suplentes não mostaram qualidade a altura.

E completamente envolvido, o time da Rosa e Silva viu o oponente marcar mais um. Aos 36, Marcelinho tocou para Bruno Mineiro, que devolveu de calcanhar. O paraibano esperou a chegada de Maylson. Livre, ele recebeu e fuzilou o ângulo direito.

Daí em diante foi só tocar a bola e esperar o tempo passar. Já que o Náutico não esboçou qualquer reação de que iria em busca de, ao menos um gol de empate. Aliás, foram poucos os momentos em que os alvirrubros mostraram ambição em vencer a partida.

Ficha do jogo:

Sport: Magrão; Thiaguinho, Tobi, Gabriel e Saci; Hamilton, Rithely, Diego Torres (Maylson) e Marcelinho Paraíba (Daniel Paulista); Paulista (Bruno Mineiro) e Júnior Viçosa. Técnico: Mazola Júnior.

Náutico: Gideão; Peter, Marlon, Ronaldo Alves e Jeff Silva; Everton, Elicarlos, Derley e Eduardo Ramos (Élton); Rogério (Alex Sandro) e Kieza (Moisés). Técnico: Waldemar Lemos. 

Local: Ilha do Retiro. Horário: 21h. Árbitro: Héber Roberto Lopes (PR). Assistentes: Wilton Lins e Clóvis Amaral (PE). Gols: Marcelinho Paraíba, aos 14; Maylson, aos 36 do segundo tempo. Cartões amarelos: Hamilton, Tóbi, Júnior Viçosa, Eduardo Ramos e Peter. Público: 19.028.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker