Página inicial
 
Mural de recados
21.09 | Paulo alvinegro
É muito engraçado o presidente do central pra conseguir falar com o prefeito de ...
21.09 | MARCOS LEITE
FOI UMA BOA PRO CENTRAL, O NÁUTICO FAZER ESSES JOGOS NO LACERDÃO, O CENTRALZÃO P ...
21.09 | cleo
PERDEMOS UMA BATALHA, MAS NÃO PERDEMOS A GUERRA NA OUTRA QUARTA EM PESQUEIRA CON ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
18/06/2011
09h32 | esportes - SÉRIE A2
SÉRIE A2 -> Juiz mandou suspender a competição
Clique e confira!

A Segunda Divisão do Campeonato Pernambucano será paralisada. Ontem, o juiz Rinaldo Adilson de Souza, da 1ª Vara Cível de Garanhuns, concedeu uma tutela antecipada a quatro torcedores do Sete de Setembro, que entraram na Justiça Comum por conta da exclusão do time de Garanhuns da competição – outras seis equipes também foram desclassificadas pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF). Porém, como até o final do expediente de ontem, a entidade não havia sido intimada, os três jogos marcados para amanhã, pela 3ª rodada, serão realizados.

“Até agora não fomos notificados, e a competição segue normalmente. Quando a Federação for intimada, vai cumprir a decisão judicial, é claro. Mas temos todos os relatórios dos órgãos competentes, alegando que não havia condição de liberar os estádios anteriormente. E sem campo não tinha como fazer a tabela”, afirmou Carlos Alberto Oliveira, presidente da FPF.

A sentença do juiz se baseou no Estatuto do Torcedor, que no artigo nono diz que a tabela precisa ser divulgada com 60 dias de antecedência para o início de qualquer competição. E os confrontos da Série A2 só foram conhecidos três dias antes de a bola rolar pela primeira rodada do campeonato. “Foi um motivo de força maior. Algumas cidades estavam em estado de calamidade pública por conta das chuvas. Não tinha como a Polícia nem o Corpo de Bombeiros fazerem a vistoria. Foi um caso especial, previsto na lei”, explicou o advogado da FPF, Evandro Carvalho, complementando que quando a citação chegar à entidade, entrará com um agravo. “Vamos recorrer, mostrar todas as provas e não acredito que tenhamos maiores problemas”, disse Evandro Carvalho.

Além do Sete, Íbis, Afogadense, Pesqueira, Flamengo de Arcoverde, Serrano e Centro Limoeirense foram desclassificados por não cumprirem os prazos para inscrição de atletas. Vale a pena lembrar que na próxima terça-feira, o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PE) vai julgar o mandado de garantia do Íbis, que solicita a sua inclusão na Segundona Estadual.

Do Jornal do Commércio 


...
 
 
 
eXTReMe Tracker