Página inicial
 
Mural de recados
17.11 | CLEO
VERDADE VICTOR HUGO O REINADO DOS TRÊS DA CAPITAL ACABOU,COMO DIZ O DITADO FIZER ...
17.11 | VICTOR HUGO
TA DECRETADA A QUEDA DO SPORT KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Q BELEZA KKKKKKKKKKKKKKKKKK ...
13.11 | CLEO
É VERDADE MARCOS LEITE O TRIO DE FERRO DA CAPITAL FOI UMA VERGONHA ESSE ANO. ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
15/05/2011
11h23 | esportes - PERNAMBUCANO
PERNAMBUCANO: Santa Cruz x Sport é duelo mais decisivo na história dos estaduais
Clique e confira!

Por João de Andrade Neto
Do Jornal do Commercio

Em 97 edições, esta será a 61ª vez que o Campeonato Pernambucano terá o seu campeão decidido em uma partida final. No levantamento realizado pelo JC não foram considerados os estaduais disputados em pontos corridos ou em que uma mesma equipe venceu todos os turnos e sagrou-se campeã de forma direta.

E o duelo entre Santa Cruz e Sport é o que mais vezes decidiu campeonatos. O clássico de hoje será o 21º a apontar um campeão pernambucano. Em segundo lugar aparece o confronto entre Náutico e Sport, com 16 vezes, uma a mais que as finais entre Santa e Náutico.

Santa e Sport, por sinal, lideram outras estatísticas históricas referentes a jogos finais de Pernambucanos. Os dois rivais foram os que mais levantaram taças nesse formato de competição. Foram 23 conquistas rubro-negras em partidas que valeram título, contra 18 dos tricolores. O Náutico foi campeão derrotando um adversário no confronto direto em 16 ocasiões.

Leões e corais voltam a se destacar no quesito gols marcados em decisões. O Sport fez a sua torcida vibrar 58 vezes em jogos que valeram a taça, seguido de perto pelo Santa, que balançou as redes em 56 ocasiões do tipo. O Náutico obteve o feito "apenas" 38 vezes.

Os dois maiores campeões do Estado também são os donos dos palcos mais utilizados para as voltas olímpicas. Mais antigo, a Ilha do Retiro já viu 23 festas de campeão. A partida de hoje será a 15ª decisão no Arruda, que viu o primeiro título em 1970. O estádio dos Aflitos também tem 15 finais no currículo. A última em 1975.

Com relação aos recordes individuais, o Santa leva vantagem. Pertence ao tricolor a maior goleada aplicada em uma final de Pernambucano: 5x0 sobre o América, em 1947. Também coube ao time coral os dois jogos finais com maior número de gols. Foram sete tentos nas goleadas por 5x2 aplicadas em cima dos extintos Varzeano, em 1933, e Tramways, em 1935. Nesses dois jogos, por sinal, brilhou a estrela do lendário atacante Tará, um dos primeiros ídolos do Santa.

Com seis gols em três finais disputadas, é o atleta que mais balançou as redes em confrontos que valeram títulos em Pernambuco. É de Tará também outra marca expressiva. Ele é, até hoje, o único jogador a marcar três gols em um único jogo final. Feito obtido na goleada sobre o Tramways, em 1935.

Já o placar mais frequente nas 60 partidas que decidiram estaduais foi o 2x0, repetido 11 vezes. Resultado que pode levar a final desta tarde para os pênaltis, caso aconteça a favor dos rubro-negros, mas que também foi aplicado três vezes pelos tricolores sobre o rival este ano.

Ao todo, em 60 decisões, foram anotados 170 gols, média de 2,83. De Taylor, do Flamengo, em 1915, a Leandrão, do Sport no ano passado, 126 jogadores diferentes marcaram em finais.



.
 
 
 
eXTReMe Tracker