Página inicial
 
Mural de recados
22.09 | Aldery
É nítido ver como é desastroso ao Central há tanto tempo estar fora de uma série ...
22.09 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! Bela iniciativa da diretoria. Aproveitar a oportunidade par ...
22.09 | MARCOS LEITE
TAVA VENDO SITE D RECIFE, O SANTA TÁ VENDENDO BOLO D ROLO PRA AJUDAR NO CT NINHO ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
03/05/2011
09h48 | esportes - PERNAMBUCANO 2011
PERNAMBUCANO 2011: Homem a homem na grande final entre Santa Cruz e Sport
Clique e confira!
Cada jogador representa um peso. Cada um pode fazer a diferença, a favor ou contra. A junção de forças resulta no todo, no conjunto. O Rubro-negro tem mais talento e experiência. O Tricolor é mais encaixado. Enquanto Zé Teodoro tem tirado o máxido de cada comandado, Hélio dos Anjos ainda busca o mesmo. Confira a analise, homem a homem, o que Sport e Santa Cruz têm à disposição. Ao seu dispor, torcedor, a balança das conclusões.

GOLEIROS 
Magrão x Thiago Cardoso

Magrão é o único rubro-negro presente nas cinco conquistas anteriores. Capitão e maior ídolo da torcida leonina, o paredão da Ilha é sinônimo de segurança. Já Tiago Cardoso, invicto no PE2011, é forte candidato a melhor jogador do Estadual. A fase inclusive supera a de Magrão, não a experiência e a identificação com a torcida. Um dois pode vir a ser o personagem principal na decisão.

ZAGUEIROS
Igor x Thiago Mathias

A fase atual deixa o tricolor Thiago Mathias à frente do rubro-negro Igor. O capitão coral é o chefe da sólida defesa do Santa Cruz e vem tendo atuações seguras ao lado de Leandro Souza. Mesmo estando longe do seu auge no Sport, Igor tem a confiança de Hélio dos Anjos, adquirida também pela liderança exercida por ele dentro de campo.

Alex Bruno x Leandro Souza

Leandro Souza leva vantagem no confronto. Superior tecnicamente e titular absoluto desde o início da temporada, o zagueiro certamente disputará o posto de melhor da posição neste campeonato. Já Alex entrou no decorrer da competição. Ele ainda não conta com a confiança total do torcedor rubro-negro. Limitado tecnicamente, tenta superar as deficiências na base da raça.

ZAGUEIROS-VOLANTES
Tobi x Everton Sena

Seja como zagueiro ou volante, Tobi costuma dar conta do recado. Um dos destaques do time na última Série B, o defensor desfruta de respaldo junto ao torcedor leonino. Raça, disposição e vontade são sinônimos que definem o perfil do jogador. Bem mais novo, apenas 19 anos, o prata da casa Everton Sena se destaca pela obediência tática. A entrega transformou o “carrapato” em referência. Marcação individual é com ele.

VOLANTES 
Hamilton x Jeovânio

Após cumprir suspensão no último jogo, Hamilton voltará ao meio-campo do Sport. Ele é, sem dúvida, um dos principais destaques da equipe no PE2011. Com ele, a marcação rubro-negra se estabilizou. Assim como o Leão confia em Hamilton, o Santa Cruz deposita suas fichas no futebol regular de Jeovânio. Ele também é o pilar da marcação da equipe, perseguindo incansavelmente os adversários

Daniel Paulista x Memo

Mais um confronto entre juventude e experiência. A diferença é de cinco anos, mas o rubro-negro Daniel Paulista, 28, é bem mais rodado. Melhor jogador em campo no Clássico dos Clássicos de domingo, Daniel voltou a fazer a diferença. Memo, 23, é outro prata de casa tricolor que soube cavar seu espaço entre os titulares. Ambos são marcadores, como pede a posição, mas Daniel tem mais qualidade para chegar ao ataque. 

LATERAIS
Renato x Cléber Goiano

Donos de características distintas, os dois jogadores estão longe de ser unanimidade. Renato é leve, rápido e extremamente ofensivo. Porém, deficiente nos cruzamentos e na marcação. Justamente o ponto forte de Goiano, que deixa a desejar ofensivamente. Volante de origem, Cléber tem jogado improvisado na lateral direita. A regularidade pesa a seu favor, ao contrário do inconstante Renato. 

Welligton Saci x Renatinho

Os dois jogadores se assemelham pelo poderia ofensivo. As características de ambos são mais de atacar do que defender. O rubro-negro Saci, no entanto, leva larga vantagem na experiência. Já é mais rodado, passou por grandes equipes do futebol brasileiro, por isso está na frente do adversário, que ainda dá os primeiros passos no mundo da bola

MEIAS
 M. Paraíba x Weslley

São os dois craques dos times. Sport e Santa Cruz dependem da genialidade desses dois jogadores para desequilibrar a grande final. A experiência internacional de Paraíba e o seu passado no futebol contam a seu favor e até o coloca em vantagem, mas é inegável que a fase de Weslley, o verdadeiro maestro do time coral, o coloca em lugar privilegiado nessa disputa

Bruno Mineiro x Gilberto

O técnico Hélio dos Anjos comemorou, ao fim da última partida com o Náutico: “Meu artilheiro apareceu na hora certa.” Ele falou de Bruno Mineiro, que cresceu na reta final do PE2011. Foi o matador que se esperava ser. Já Gilberto vive o outro lado da moeda. No meio da competição despontou com um dos destaques corais. Mas na fase final desapareceu, passando em branco. Se espera dele uma reação na decisão.

ATACANTES
Ciro x Landu

O rótulo de carrasco do Santa Cruz não vale para este ano. Mas, apesar de ainda não ter marcado contra o rival em 2011, a torcida rubro-negra confia no faro de artilheiro de Ciro. Já Landu não é de fazer gol. Costuma jogar aberto pelas pontas, na base da velocidade. A experiência do tricolor, 10 anos mais velho, se resume à idade. Em campo, torna-se questionável. Apesar de mais jovem, o currículo de Ciro é bem mais respeitável.
 
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker