Página inicial
 
Mural de recados
26.09 | Gustavo
PQP tem 20 anos Q escultor esse blablabla de pedir ajuda a prefeitura minha gent ...
26.09 | ADALBERTO FLORÊNCIO DE OLIVEIRA
Bom dia grande torcida centralina,eu acho o seguinte nos devemos fazer é acredit ...
25.09 | Kaio
Essa tal de Prefeita tem obrigação de judar a nossa Patativa Temos que fazer pr ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
02/05/2011
13h23 | esportes - PERNAMBUCANO 2011
PERNAMBUCANO 2011: Esquema de segurança funcionou e garantiu clássico sem registros graves
Clique e confira!

Do NE10

Após uma semana tensa de provocações e ameaças feitas por torcidas rivais do Sport e do Náutico, o Clássico dos Clássicos, realizado na tarde deste domingo (1º), nos Aflitos, na Zona Norte do Recife, transcorreu sem incidentes graves, superando as expectativas dos órgãos responsáveis por garantir a segurança no estádio e imediações. Quem faz a avaliação é o promotor José Bispo, do Juizado do Torcedor. Segundo ele, foram registradas apenas quatro ocorrências durante a partida - uma por desacato, uma por ação de cambista e duas por conduta inconveniente - e o clima nas ruas também foi tranquilo. "O Batalhão de Choque realizou um trabalho perfeito, dentro e fora de campo", elogiou.

As torcidas organizadas receberam atenção reforçada da polícia, que contou com um reforço legal. Uma portaria havia sido emitida proibindo a entrada de torcedores uniformizados e agrupados, portando bandeiras e faixas com dizeres agressivos. As organizadas até compareceram, mas precisaram apenas ser conduzidas à entrada do estádio, como é de praxe em dias de clássico. De acordo com o promotor José Bispo, os incidentes registrados hoje são comparados aos de jogos normais. "Vamos repetir o mesmo esquema para os próximos jogos até o final da competição", assegurou.

Apesar da aparente tranquilidade nas ruas, um princípio de confusão foi registrado no Parque Amorim, Recife, após o término do jogo. A troca de insultos entre torcedores, no entanto, foi rapidamente resolvida com a atuação policial. O esquema de segurança para o clássico contou com a participação de 1.554 policiais.

Alguns desentendimentos entre torcedores também aconteceram nas arquibancadas, mas novamente foram sanados com rapidez, conforme relatos de internautas em redes sociais, como o microblog Twitter.



.
 
 
 
eXTReMe Tracker