Página inicial
 
Mural de recados
25.05 | Ze ligado
É muito desespero mesmo, Gildo de volta?? 6 opções de ataque que era melhor pega ...
25.05 | Centralino Histórico
Warley, cadê os nossos valores revelados no PE 2017: Tomás e Paulinho Curuá???? ...
24.05 | Antonio
Araújo pedindo 400,000 R$ pro Central !!! Isso é um absurdo, o cara jurou amor a ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
10/04/2011
18h20 | esportes - PERNAMBUCANO 2011
PERNAMBUCANO 2011 -> Náutico decepciona em Paulista e perde para o América
Em um jogo aberto e equilibrado, venceu a vontade e a valentia do América, que conseguiu virar a partida sobre o Náutico e bater o Timbu por 4 x 2, na tarde deste domingo, no estádio Ademir Cunha, no Paulista.
Em um jogo aberto e equilibrado, venceu a vontade e a valentia do América, que conseguiu virar a partida sobre o Náutico e bater o Timbu por 4 x 2, na tarde deste domingo, no estádio Ademir Cunha, no Paulista. Ciente da necessidade do resultado único que era a vitória para se manter vivo na luta contra o rebaixamento, o Mequinha jogou com o coração, buscou os três pontos desdes os primeiros minutos de jogo. Prejudicado pela ansiedade, até acabou saindo atrás no placar. A equipe alvirrubra, que entrou no jogo classificada para as semifinais do Estadual, com o time quase completamente reserva e com o pensamento voltado para o Vasco (pela Copa do Brasil), até mostrou disposição em tentar a vitória, mas parou na falta de qualidade que preferiu polpar.

O excesso de vontade do Mequinha fez a equipe esbarrar na ansiedade de fazer o primeiro gol. Já o Náutico se defendia bem no início do jogo, mas chegava pouco ao ataque. Mesmo assim, a tranquilidade alvirrubra acabou fazendo a diferença. Aos 18 minutos, o volante Elicarlos fez a primeira grande jogada do jogo, driblando quatro jogadores, e tocando para o meia William, que chutou em cima da zaga. No minuto seguinte, William não vacilou. Após boa jogada pela esquerda de Aírton, o meio-campista tocou para o fundo das redes na saída do goleiro.

O gol foi o suficiente para despertar o time alviverde, que passou a chegar com mais perigo ao ataque. França e Alexandre Oliveira por pouco não empataram aos 30 e aos 35 minutos. O gol de empate começava a ficar maduro. E não tardou muito para que a animada torcida do América pudesse comemorar. Aos 42 minutos, o lateral-esquerdo Edimílson foi ótimo cruzamento, a defesa do Náutico parou e Silvano desviou sem chances para o deixar tudo igual no primeiro tempo.

A segunda etapa começou com ambas as equipes buscando a vitória a qualquer custo. Tanto que logo aos seis minutos, o atacante Rogério, sumido até então no jogo, resolveu aparecer. Na base da velocidade, ele invadiu a área, deu um drible da vaca em Negrete e foi derrubado: pênalti. Peter foi para a cobrança e deixou o Timbu novamente na frente. Seria este o último suspiro alvirrubro na partida. Valente, o Mequinha manteve o ímpeto ofensivo e foi recompensado pela raça do time. Aos dez minutos, Branquinho bateu falta na entrada da área. O zagueiro Nitsche tentou cortar, mas errou e marcou contra: 2 x 2.


A partir daí, só deu Mequinha. Aos 18 minutos, Alexandre Oliveira lançou Branquinho. O meio-campista dominou, driblou o goleiro Douglas e colocou o time alviverde pela primeira vez à frente do Timbu no jogo, sem permitir mais a reação do adversário. Para sacramentar a vitória, Branquinho, aos 36, fez mais uma boa jogada e cruzou na cabeça de Silvano fazer 4 x 2 e fechar o placar. O Timbu ainda teve a chance de diminuir aos 44, mas Deyvid Saconi bateu muito mal o pênalti sofrido por ele mesmo e o goleiro Gleidson defendeu a cobrança, deixando a torcida do Mequinha ainda mais esperançosa no objetivo de conseguir fugir do rebaixamento ao fim da competição.
 
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker