Página inicial
 
Mural de recados
27.05 | Alex
É o fim da picada a contratação de Candinho, juntando todos os atacantes não dá ...
26.05 | marcelo
Concordo plenamente com voce paulo esses reporteres das radios de caruaru sao do ...
26.05 | Davi
Infelizmente o editor desse blog não publicou meu comentário, so sei de uma cois ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
24/03/2011
00h03 | esportes - PERNAMBUCANO 2011
(PERNAMBUCANO 2011) - Santa Cruz vence América, 2x1, com gol no fim e mantém a liderança
O tricolor chegou aos 38 pontos, assim como o Náutico, mas leva vantagem no número de vitórias. Já o América parou nos 13 e vê a segunda divisão cada vez mais perto.

Do NE10 

Num jogo equilibrado e bem disputado, o Santa Cruz manteve a liderança do Campeonato Pernambucano com uma vitória por 2x1 sobre o América, nesta quarta-feira (23), pela 18ª rodada. O tricolor chegou aos 38 pontos, assim como o Náutico, mas leva vantagem no número de vitórias. Já o América parou nos 113 e vê a segunda divisão cada vez mais perto.

 

Somente a partir dos 20 minutos, o tricolor conseguiu quebrar um pouco a maior posse de bola dos americanos. Mesmo assim sentiu dificuldade para atuar porque seus laterais se apresentavam pouco para o jogo, principalmente Renatinho, pelo lado esquerdo. As melhores opções eram sempre com Weslley pelo meio. Mas como o setor estava congestionado ficou difícil concluir alguma jogada.

O "descongestionamento" surgiu apenas aos 33 minutos. O camisa 8 lançou bem Gilberto. O artilheiro coral girou rápido e, na tentativa de driblar Ibson, o goleiro o derrubou. Pênalti sem qualquer discussão. O próprio Gilberto foi para a cobrança e mandou forte, no canto alto. O gol corroborou o melhor futebol dos corais e Nattan poderia ter ampliado aos 38 e 43 em duas jogadas aéreas, fundamento em que o América falhou bastante.

O Santa Cruz voltou para o segundo tempo bem disposto a ampliar sua vantagem. Logo no primeiro minuto, Nattan arrancou pelo meio e lançou Gilberto. Desta vez, Ibson saiu mais rápido do gol e conseguiu cortar na base do chutão. Mas o América não se abateu e manteve a postura ofensiva. O jogo ganhou em dinâmica e qualquer uma das equipes poderia marcar.

Quem marcou foi o América, justamente na jogada em que seu sistema defensivo mais apresentava problema, a bola alta. Aos nove minutos Roma bateu falta na área e Flávio Barros tocou de leve com a cabeça para a bola terminar no canto esquerdo de Thiago Cardoso.

O gol deu fôlego novo ao América, que voltou a acreditar na vitória. E o atacante Flávio Barros perdeu duas chances de ouro de se consagrar. Aos 12, ele chutou raspando a trave esquerda. Sete minutos depois, um lance ainda mais claro. Alexandre Oliveira fez boa jogada pela esquerda e, da linha de fundo, rolou para o camisa 9. Apenas com o goleiro à sua frente, Flávio mandou para fora.

Nem os dois sustos fizeram o Santa mudar para melhor. Landú, que sempre puxa boas jogadas pelas pontas, foi anulado, o que também prejudicou Gilberto. As únicas válvulas de escape eram jogadas individuais ou as bolas paradas. Numa delas, Mário Lúcio avançou pela direita e cruzou na medida para Gilberto, aos 35. O atacante cabeceou e Ibson tirou com o pé, mas a bola já havia ultrapassado a linha fatal.

Assim, o gol de desempate demoraria mais cinco minutos. Mário Lúcio bateu falta da esquerda e Thiago Matias subiu mais que todo mundo para fazer 2x1 e manter a liderança nas mãos dos corais.

Ficha do jogo:

América: Ibson; Roma (Juninho Potiguar), Negretti, David e Edmílson; Leo, Alexandre Oliveira, Janderson e Branquinho (Jonatan); Flávio Barros (Silvano) e França. Técnico: Paulo Júnior.

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Cléber Goiano, Leandro Souza (André Oliveira), Thiago Matias e Renatinho; Jeovânio, Memo, Weslley e Natan (Mário Lúcio); Landu e Gilberto. Técnico: Zé Teodoro.

Local: Estádio Ademir Cunha. Árbitro: Gleydson Leite. Assistentes: Pedro Wanderley e Elan Vieira. Gols: Gilberto, aos 33 do primeiro tempo. Flávio Barros, aos nove; Thiago Matias, aos 40 do segundo. Cartões amarelos: Ibson, Roma, Leo e Negretti.

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker