Página inicial
 
Mural de recados
28.04 | Antonio
Esse Danilo Costa parece ser um monstro na zaga ...
28.04 | Anderson
Esse zagueiro Danilo parece ser um bom jogador para a nossa PATATIVA!!!! ...
28.04 | Gabriel
O Central precisa de um bom plano de marketing, filmar bastidores, como é a roti ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
23/03/2011
22h18 | esportes - PERNAMBUCANO 2011
(PERNAMBUCANO 2011) - Náutico goleia o Salgueiro: 5x1
Melhor ataque do Estadual, Timbu não tomou conhecimento da melhor defesa
Do Super Esportes 
 
 
 
O melhor ataque do PE2011 não tomou conhecimento da então melhor defesa. Para quem esperou jogo acirrado e equilibrado, surpreendeu-se com a sonora goleada do Náutico, ontem, nos Aflitos: 5 a 1. Com show da dupla Ricardo Xavier e Bruno Meneghel. Dois gols para cada atacante. Deyvid Sacconi completou a festa da torcida. Não faltou o coro de "mais um, mais um".

O Náutico assumiu a temporária liderança e, ao fim do jogo, passou a concentrar as atenções no duelo entre América e Santa Cruz (confira aqui, no Superesportes, a cobertura da partida do Tricolor). O Timbu chegou aos 38 pontos. Enquanto o Salgueiro foi ultrapassado pelo Petrolina e caiu para a sétima posição, com 22 pontos.

O desespero por se agarrar ao milagre da classificação expôs o Salgueiro. O time abandonou a arrojada postura defensiva e se atreveu a partir ao ataque, mesmo fora de casa e contra o então vice-líder do Estadual. Aos sete minutos, quase abriu o placar. A defesa do Náutico tentou fazer a linha de impedimento. E só conseguiu a “linha burra”. Clébson aproveitou a bobeira, mas bobeou por tentar driblar o camisa 1 do Timbu. Melhor para Douglas. Empolgado, o Carcará manteve a ousadia. Custou caro. 

Logo aos 12 minutos, Henrique perdeu a bola para Deyvid Sacconi, a surpresa da escalação do técnico Roberto Fernandes. O meia alvirrubro avançou e foi derrubado dentro da área pelo próprio “zagueiro trapalhão”. Cobrança de Bruno Meneghel. Goleiro para o lado, bola para o outro: 1 a 0.

O gol freou o embalo do Salgueiro. Instantes depois, três chances para o mandante ampliar o marcador. Aos 34 minutos, Ricardo Xavier mostrou oportunismo. Aproveitou a excelente jogada de Aírton e cabeceou para o fundo das redes: 2 a 0. Nos dois minutos seguintes ao segundo gol do Timbu, duas claras oportunidades para o Carcará. Duplamente perdidas por Edu Chiquita e defendidas por Douglas. Ao descer para o vestiário, o treinador Neco fez duras críticas ao elenco e prometeu cobrar mais determinação.

Segundo tempo

Não adiantou. Aos dez minutos, um lance de rara habilidade. Um desfile de dribles, passes de calcanhar e tabelinha dentro da área do Salgueiro. Pareceu até brincadeira de “roda de doidinho”. Faltou o chute. Que só veio no instante seguinte. Lindo passe de Rodrigo Heffner para Meneghel. O atacante dominou, abusou da velocidade e marcou: 3 a 0. 

Logo depois, aos 14, golaço de Ricardo Xavier, após bate-rebate em plena área adversária. Não perca as contas: 4 a 0. Foi o nono gol do atacante neste Estadual - artilharia dividida com Paulista, do Porto. 

Aos 21, Deyvid Sacconi avançou pela linha de fundo e chutou cruzado. A bola desviou na defesa e entrou: 5 a 0. Por volta dos 30, o Carcará fez o tento de honra. Eridon desviou escanteio, a defesa alvirrubro parou e pediu toque de mão. Em vão: 5 a 1. 

Apito final e comemoração da equipe cujo lema se firmou: a melhor defesa é o ataque.

FICHA TÉCNICA

Náutico
Douglas; Rodrigo Heffner, Wescley, Jorge Felipe e Aírton; Éverton, Derley, Deyvid Sacconi (Rodolfo Potiguar) e Eduardo Ramos (Élton); Bruno Meneghel e Ricardo Xavier (Rogério). Técnico: Roberto Fernandes

Salgueiro
Marcelo; Rogério (Alemão), Eridon, Henrique e Piauí (Lismar); Josa, Pio, Edu Chiquita e Clébson; Fagner e Hugo Henrique (Mazinho). Técnico: Neco

Local: Estádio dos Aflitos (Recife). Árbitro: Ricardo Tavares. Assistentes: Ubirajara Ferraz e Aldir Pereira. Gols: Bruno Meneghel (2), Ricardo Xavier (2), Deyvid Sacconi (N); Eridon (S). Cartões amarelos: Aírton e Rodolfo Potiguar (N); Henrique, Pio, Lismar, Josa (S). Público: 13.410.Renda: R$ 53.640,00

.
 
 
 
eXTReMe Tracker