Página inicial
 
Mural de recados
21.09 | Paulo alvinegro
É muito engraçado o presidente do central pra conseguir falar com o prefeito de ...
21.09 | MARCOS LEITE
FOI UMA BOA PRO CENTRAL, O NÁUTICO FAZER ESSES JOGOS NO LACERDÃO, O CENTRALZÃO P ...
21.09 | cleo
PERDEMOS UMA BATALHA, MAS NÃO PERDEMOS A GUERRA NA OUTRA QUARTA EM PESQUEIRA CON ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
21/03/2011
20h46 | esportes - TRAGÉDIA
TRAGÉDIA -> Corpo de torcedor ainda não foi liberado pelo IML
Família ainda não tem sequer previsão de quando poderá fazer o enterro
Do Super Esportes 
 
Não bastasse a dor da perda, a família do motoboy Antônio Bezerra da Costa Júnior, 32 anos, agora vive outra angústia: conseguir liberar o corpo no Instituto de Medicina Legal (IML). O torcedor do Náutico morreu após cair no foço do Arruda durante o Clássico das Emoções deste domingo, logo depois do primeiro gol alvirrubro. Ele sofreu um afundamento no crânio.

A irmã e o cunhado do motoboy, Patrícia Regina Amaral e Lécio Bezerra, foram até o IML na tarde desta segunda-feira, mas saíram de lá angustiados, sem qualquer previsão de liberação do corpo. Segundo os funcionários, há mais de 50 corpos na frente do de Antônio Bezerra. O acumulo se deve à greve dos médicos legistas que afeta o instituto desde a semana passada. 

“Nossa única preocupação de momento é resolver logo toda a situação até o enterro. Ainda estamos em busca de alguns documentos desaparecidos dele (habilitação, RG e a documentação da moto). Já deixamos tudo certo com a funerária, mas não temos nem previsão quanto à liberação”, afirmou o cunhado. 

Lécio Bezerra informou que a família sequer sabia da ida do motoboy ao jogo. Ele também teceu críticas à estrutura do estádio. “Ele resolveu ir de última hora. Eu já estava assistindo a partida. Mas quando falaram sobre o acidente, eu jamais imaginei ele seria a vítima”, disse. “Aquele foço é muito ultrapassado. As condições de segurança dos nossos estádios estão longe das ideais. Nunca fui muito de ir a estádio e agora vou ficar mais ainda com um pé atrás”, completou Lécio, que é torcedor do Santa Cruz.

Por enquanto, a família não pensa em acionar a Justiça para cobrar qualquer ressarcimento financeiro. A Federação Pernambucana de Fuetbol (FPF), no entanto, divulgou nota oficial em que se coloca à disposição dos familiares. 

Confira o texto da nota:

A Federação Pernambucana de Futebol, através do seu presidente, Carlos Alberto Oliveira e demais dirigentes, vem de lamentar profundamente o acidente fatal  ocorrido no domingo (20/03), durante a partida entra Santa Cruz e Náutico, no Estádio “José do Rego Maciel”, tendo como vítima o torcedor Antônio Bezerra Costa Júnior.

Ao mesmo tempo, adianta estar solidária à família enlutada, colocando-se à disposição dos seus integrantes  inclusive, caso solicitada, adiantando já ter acionado à empresa seguradora que dá cobertura aos Campeonatos Pernambucanos Oficiais cujos representantes estão ao dispor na sede da entidade, na Rua Dom Bosco, 871.

Aproveita a oportunidade para acrescentar que o aludido episódio teve como causa um lamentável acidente do qual se eximem de culpa o filiado Santa Cruz Futebol Clube, a Federação Pernambucana de Futebol, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e demais participantes da segurança  do Estádio do Arruda.

Salienta ainda que, no clássico, esta entidade, juntamente com demais os órgãos ligados a este item, promoveu de forma reforçada todas medidas exigidas pelos Estatuto do Torcedor, o que leva os seus responsáveis a creditar o acidente totalmente à fatalidade.

Federação Pernambucana de Futebol

.
 
 
 
eXTReMe Tracker