Página inicial
 
Mural de recados
23.04 | Davi
Parabéns ao Salgueiro pela campanha q vem fazendo,embora nos ultimos anos o time ...
23.04 | Patativa
Será que os dirigentes do Salgueiro administram o clube tal como os do Central, ...
23.04 | Alvinegro
Deixa de criticar em vem pra luta também,ninguém administra tantos problemas soz ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
20/03/2011
18h22 | esportes - PERNAMBUCANO 2011
PERNAMBUCANO 2011 ---> Em clássico de seis gols, Santa Cruz e Náutico ficam no empate no Arruda
Tricolores e alvirrubros fizeram, literalmente, um Clássico das Emoçõese empataram em 3 x 3, no Arruda.
Do Super Esportes 
 
No jogo dos dois melhores times do Campeonato Pernambucano, Santa Cruz e Náutico fizeram uma partida eletrizante, principalmente, no primeiro tempo, nesta tarde, no Arruda. Emoção tinha mesmo que ser o nome deste tradicional clássico entre tricolores e alvirrubros. O jogo terminou empatado em 3 x 3, com todos os gols saindo ainda na primeira etapa. Para se ter idéia, aos 28 minutos, cinco gols já haviam acontecido e o Timbu estava na frente. Aos 40, o Santa empatou. 

Com o resultado, o Santa Cruz continua liderando o Campeonato Pernambucano pelos critérios técnicos, pois divide os mesmos 35 pontos com o Náutico. A vantagem dos tricolores é no número de vitória, ou seja, uma a mais que os alvirrubros. Na próxima rodada, o Santa Cruz enfrenta o América, no Ademir Cunha, em Paulsita. Já o Náutico vai enfrentar o Salgueiro, nos Aflitos.

Jogo - O primeiro tempo foi velocíssimo. As duas equipes buscaram o gol adversário o tempo inteiro e os gols foram saído aos poucos. Alguns em falhas individuais outros em extrema qualidade dos artilheiros. O Náutico abriu o marcador logo com dois minutos de jogo em uma bobeira do volante Jeovênio do Santa Cruz. A displicência acabou custando caro. Ricardo Xavier roubou a bola, tabelou com Eduardo Ramos, invadiu a área e chutou forte para abrir o marcador. A bola ainda desviou na zaga e enganou Tiago Cardoso, que chegou a tocar nela, mas nao evitou o gol. 

Parecia que o Santa Cruz tinha sentido o golpe. Mas não. O time coral se arrumou em campo e logo chegou ao empate. Mais que isso. Os tricolores viraram o jogo. Aos 9 minutos, Weslley lançou Gilberto. O atacante venceu na velocidade o marcador, driglou Douglas e cruzou para Landu, de cabeça, deixar o placar igual. Três minutos depois, Weslley cobra falta com categoria e coloca o Santa na frente no placar. 2 x 1.

A virada acendeu o torcedor coral na arquibancada, mas acomodou o setor de marcação tricolor. Assim, aos 17 minutos, Heffner cruza bola para Ricardo Xavier, nas costas de Ricardinho. O atacante alvirrubro domina, invade a área e chuta cruzado sem defesa para Tiago Cardoso: 2 x 2. 

A emoção estava a flor da pele dentro de campo e também nas arquibancadas. Ninguém arriscava palpite. Nenhuma das equipes também colocou o pé no freio. O jogo continuava aberto e, aos 28, o Náutico, mais uma vez, ficou a frente do marcador. Falta na entrada da área que Edaurdo Ramos cobrou com muita categoria para estampar 3 x 2 no placar. 

Em vantagem, o timbu reforçou sua marcação. Não poderia dar vacilo e deixar os tricolores empatarem. O ritmo da partida com isso caiu também. Porém, aos 40 minutos, Weslley levanta bola na área - em cobrança de falta - e Thiago Matias cabeceia sem defesa para Douglas. A partida estava empatada em 3 x 3. 

Trave - No segundo tempo, o Náutico voltou com Elicarlos na vaga de Derley, que não vinha fazendo uma boa partida na marcação. Porém foi o Santa Cruz quem tomou a iniciativa do jogo e foi em busca do gol. Logo aos 4 minutos, Weslley cobra falta e Thiago Matias quase faz mais um para os tricolores. Três minutos depois, Landu faz boa jogada pela direita mas Douglas intercepta o cruzamento.  A melhor chance da segunda etapa veio aos 12 minutos. Natan faz excelente jogada em velocidade e cruza para Gilberto, de peixinho, cabecear a bola no travessão. 

O Santa voltou mais bem postado em campo. Porém, o ritmo das duas equipes era bem menor que no primeiro tempo. Com mais posse de bola, os tricolores davam o ritmo da partida. Mas erravam muito nas finalizações. Já o Náutico saia só nos contra-ataques. Chegou a marcar um gol, novamente com Ricardo Xavier, mas o atacante estava em impedimento.

Ficha do jogo

SANTA CRUZ
Tiago Cardoso; Cléber Goiano (Everton Senna), Thiago Matias, Leandro Souza e Renatinho; Jeovânio, Memo, Weslley e Natan (Mário Lúcio); Gilberto e Landu (Rodrigo Grahl). Técnico: Zé Teodoro

NÁUTICO
Douglas; Rodrigo Heffner, Wescley, Everton Luiz (Jorge Felipe), Aírton; Everton, Derley (Elicarlos), Eduardo Ramos e Willian; Ricardo Xavier e Bruno Meneghel (Rogério). Técnico: Roberto Fernandes.

Local: Estádio do Arruda. Árbitro: Emerson Sobral. Assistentes: Erich Bandeira e Jossemar Diniz.Gols:  Landu e Weslley (SC) Ricardo Xavier (2) e Eduardo Ramos (N). Cartões Amarelos: Natan e Memo (SC); Ricardo Xavier, William, Elicarlos, Heffner e Derley (N).  Público: 33.208 torcedores.Renda: R$

.
 
 
 
eXTReMe Tracker