Página inicial
 
Mural de recados
28.04 | Anderson
Esse zagueiro Danilo parece ser um bom jogador para a nossa PATATIVA!!!! ...
28.04 | Gabriel
O Central precisa de um bom plano de marketing, filmar bastidores, como é a roti ...
28.04 | MARCOS LEITE
FALAM DO GRAMADO DO LACERDÃO NO BRASIL INTEIRO TEM GRAMADA ATÉ PIORES Q O LACERD ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
27/02/2011
09h54 | esportes - PERNAMBUCANO 2011
(PERNAMBUCANO 2011) -> Ypiranga 1x2 Sport - Rubro negro entra no G-4
Os rubro-negros alcançaram os 24 pontos e, beneficiados pela derrota do Porto para o Salgueiro, subiram para o quarto lugar.

Do JC Online

Com maior volume de jogo, mas ainda errando muito no ataque, o Sport conseguiu sua terceira vitória seguida no Campeonato Pernambucano ao fazer 2x1 no Ypiranga, neste domingo (27), em Santa Cruz do Capibaribe. Os rubro-negros alcançaram os 24 pontos e, beneficiados pela derrota do Porto para o Salgueiro, subiram para o quarto lugar.

O jogo começou mais preso no meio-de-campo. Tanto que as - poucas - finalizações foram sempre de fora da área. E somente uma delas levou realmente perigo. O Sport mais uma vez mostrou que sua marcação está evoluindo e não permitiu que jogadores do Ypiranga entrassem em sua área com a bola dominada.

Já o time da casa, embora não marcasse tão bem quanto os rubro-negros terminou privilegiado pelos passes errados. Após os 15 minutos, o time da Ilha começou a caprichar mais e consequentemente, chegava mais próximo do gol. Aos 20 minutos, Thiaguinho driblou um adversário e mandou um belo chute de pé esquerdo. Alberto desviou de leve, mas o árbitro Carlos Costa anotou tiro de meta.

Dois minutos depois, Alberto voltou a fazer uma defesa, mas desta vez não deu. Tóbi chutou de fora da área e o goleiro da Máquina de Costura não segurou. Soltou a bola nos pés de Ciro, que ainda o driblou antes de completar para as redes. Depois do gol, o Sport recuou. O Ypiranga não se fez de rogado e partiu para cima, levando perigo nas jogadas de bola aérea.

E numa delas, conseguiu o gol de empate. Aos 32 minutos, numa cobrança de falta na área, Fabrício Ceará cabeceou para Magrão fazer grande defesa. Porém, o rebote foi nos pés de Sidney, que estava livre de marcação e só teve o trabalho de empatar o jogo.

No início do segundo tempo, o Ypiranga mostrou mais disposição, chegando até a encurralar os leoninos em seu campo de defesa. Logo aos três minutos, Márcio chutou forte e a bola passou raspando a trave esquerda de Magrão. Um minuto depois foi a vez de Novito arriscar seu chute.

O meio-de-campo do Sport adiantou a marcação a partir dos dez minutos e passou a ter mais posse de bola. Os ataques começaram com um cruzamento de Vítor para Ciro, aos 14 minutos. O camisa nove mandou para fora. Um minuto antes, ele já chutara em cima de Alberto. Aos 16 foi a vez do apagadíssimo Carlinhos Bala dar o ar da graça. Ele avançou pelo lado direito da área e chutou rasteiro. Alberto defendeu.

Pelo volume de jogo, o segundo gol do Sport parecia uma questão de tempo. Era preciso apenas acertar mais o passe final. E aos 35 esse passe final traduziu-se numa cobrança de escanteio por parte de Marcelinho Paraíba. Ele mandou na cabeça de Tóbi, que também contou com a colaboração do goleiro Alberto, que saiu mal.

A essa altura, o técnico Hélio dos Anjos já tirara o atacante Ciro e o volante Germano. Ruan e Elvis foram os substitutos. O primeiro participou de algumas jogadas ofensivas mas não chegou a fazer a diferença. Elvis entrou para dar mais poderio ofensivo mas pouco apareceu. Nos dez minutos finais, Carlinhos Bala apresentou-se mais para o jogo e só não ampliou a vitória porque Alberto fez boa defesa.


Ficha do jogo:

Ypiranga: Alberto; Celso (Novito), Sidney, Márcio Silva e Marcelo; Jair, Márcio Soares, Dinho (Candinho) e Renato; Gil (Ila) e Fabrício Ceará. Técnico: Roberto de Jesus.

Sport: Magrão; Igor, Tobi e Alex Bruno; Thiaguinho (Vítor), Hamilton, Germano (Elvis), Marcelinho Paraíba e Dutra; Ciro (Ruan) e Carlinhos Bala. Técnico: Hélio dos Anjos.

Local: Estádio Otávio Limeira Alves, em Santa Cruz do Capibaribe. Árbitro: Carlos Costa. Assistentes: Jossemmar Diniz e Alcides Lira. Gols: Ciro, aos 22; Sidney, aos 32 do primeiro tempo. Tóbi, aos 35 do segundo. Cartões amarelos: Márcio Silva, Elvis e Marcelinho Paraíba.

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker