Página inicial
 
Mural de recados
25.04 | Jose Helio Pessoa
DODEIRO NÃO ATRAPALHA....O CENTRAL SÓ NÃO É MAIOR DO QUE SUA LOUCURA...TIRAR LI ...
25.04 | Patativa
Que time é esse em ? O vexame vai ser pior do q do ano passado jogadores que nun ...
25.04 | Patativa
Quem tem que sair é esse bodeiro que nunca fez nada pelo central e só faz atrapa ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
27/02/2011
09h51 | esportes - PERNAMBUCANO 2011
(PERNAMBUCANO 2011) -> Cabense 1 x 4 Náutico - Timbu passeia no Gileno di Carli
A vitória manteve a invencibilidade do Náutico no campeonato, que já dura 11 jogos

A Cabense não havia perdido um jogo sequer em seus domínios. Mas o Náutico não quis saber do retrospecto do adversário no Campeonato Pernambucano. Jogando de forma aplicada e imprimindo velocidade na hora de atacar, o Timbu venceu o time do Cabo de Santo Agostinho, por 4x1, assumindo a liderança da primeira fase do Estadual, com 31 pontos.  A vitória manteve a invencibilidade do Náutico no campeonato, que já dura 11 jogos, e apaga a má impressão deixada pelo time na partida da quarta-feira, quando perdeu para o Trem, por 2x1, pela Copa do Brasil.

Jogando em velocidade, o Náutico não deu brechas para a Cabense e conseguiu terminar o primeiro tempo do confronto, nesta tarde, por 2x0, no estádio Gileno de Carli, na cidade de Cabo de Santo Agostinho. 

Diante de um adversário que sabe utilizar o mando de campo para vencer os seus jogos, o Náutico entrou em campo com uma formação diferente. O volante Elton entrou no lugar do meia Williams, que ficou como opção no banco de reservas. Assim, o Timbu surpreendeu com uma forte marcação no meio-de-campo, dando liberdade para Eduardo Ramos e para os laterais Rodrigo Heffner e Airton.

Assim, o Náutico construiu boas jogadas ofensivas e logo aos nove minutos abriu o placar. Após cobrança de escanteio, Everton Luiz, de cabeça, mandou para as redes. O Timbu continuou vivo, envolvendo o adversário e criando chances. Aos 26 minutos, Airton é lançado e, de cara para o gol, fuzilou o goleiro Danilo.

Após o gol, o Náutico jogou de forma mais tranquila. O time tirou o pé do acelerador e a Cabense cresceu no jogo. No minutos finais do primeiro tempo, a bola foi cruzada na área e Flávio Caça-rato tira do goleiro Glédson, mas acerta a trave.

No segundo tempo, o Náutico manteve o mesmo ritmo. Logo no primeiro minuto, Ricardo Xavier, eleito pelos internautas como o craque do jogo,  obrigou o goleiro Danilo a fazer uma grande defesa. O lance mostrou que o Timbu estava com fome de gols, buscou o jogo o tempo inteiro, não dando espaços para a Cabense. Aos 17 minutos, no entanto, o lateral-esquerdo Aírton cometeu falta e recebeu cartão amarelo. Como já havia recebido, foi expulso.

A expulsão poderia desestabilizar o Náutico. No entanto, não foi isso o que aconteceu. Aos 22 minutos, Ricardo Xavier passou por dois marcadores e tocou por cobertura, fazendo um belo gol. Somente aos 38 minutos, a Cabense deu sinal de vida. Guego cobrou falta, Glédson espalmou e Buiú, de cabeça, fez o único gol do time da casa. Mas o Náutico ainda queria mais. E aos 41, Eduardo Ramos fez boa jogada e tocou para Silas fechar o placar.

Ficha do jogo


Cabense: Danilo; Paiva, Joécio e Fernando Belém (Buiú); Fernandes, Dinho, Guego, Rosivaldo e Eduardo; Flávio Caça-Rato e e Ricardo (Wallace). Técnico: Adelmo Soares.

Náutico: Glédson, Rodrigo Heffner, Everton Luiz, Jorge Fellipe e Aírton, Éverton (David Sacconi), Elicarlos, Eduardo Ramos e Willian, Kieza (Rodolfo Potiguar) e Ricardo Xavier (Silas). Técnico: Roberto Fernandes.

Local: Gileno de Carli, no Cabo.  Árbitro: Ricardo Tavares. Assistentes: Erich Bandeira e Ubirajara Ferraz. Gols: Everton Luiz, aos nove, Airton, aos 26 minutos do primeiro tempo; Ricardo Xavier, aos 22 minutos e Silas, aos 40 minutos do segundo tempo. Buiú, aos 38 minutos do segundo tempo, marcou para a Cabense. Expulsões: Aírton (N) e Eduardo (C). Público: 4.845. Renda: R$ 19.170.

Do Blog do Torcedor 

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker