Página inicial
 
Mural de recados
20.08 | Jose Helio Pessoa
Bom dia centralinos, surge uma esperança na história do nosso querido Central de ...
19.08 | Gustavo
O Atletico do Acre conseguio o acesso pra serie C com uma folha salarial de 60 m ...
19.08 | Antonio do Salgado
Com certeza ja deram um ninha em Airton Junior, e sobre a outra chapa kd o Alexa ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
19/02/2011
18h22 | esportes - PERNAMBUCANO 2011
PERNAMBUCANO -> Náutico 2x1 Araripina - Timbu dorme na liderança
Náutico leva sufoco no final, mas garante vitória sobre o Araripina
Do Super Esportes 
 
O Náutico começou bem, deixou o adversário reagir, mas no final conquistou uma vitória importantíssima neste Campeonato Pernambucano, por 2 x 1, sobre o Araripina, na tarde deste sábado, no estádio dos Aflitos. Com o triunfo, o Timbu dormirá líder do Estadual, já que, com 28 pontos, ultrapassa o Central, que soma 27. A Patativa enfrenta o Santa Cruz, neste domingo.

Na véspera do jogo deste sábado, o técnico Roberto Fernandes havia ressaltado a importância de vencer o Araripina. Para ele, tratava-se de uma partida chave nas pretensões do Timbu no Estadual. Diante disso, o treinador não quis dar sopa para o azar. Escalou a equipe com três atacantes, colocado Kieza no lugar de William com o objetivo de sufocar o adversário desde o início e construir rapidamente o placar. 

Dito e feito. O recado foi compreendido pelos jogadores, que partiram para cima do Araripina desde o primeiro toque na bola. Aos 2 minutos o Timbu já havia desperdiçado uma grande chance de abrir placar, com Kieza. Mas foi através das bolas paradas que o Náutico teve suas melhores oportunidades. Aos 7, após escanteio, Éverton cabeceou e a bola foi no travessão. Aos 15 não teve jeito. Eduardo Ramos levantou bola na área, de falta, e Éverton Luís acertou a cabeçada.

Mesmo com 1 x 0 no placar, o Náutico continuou a pressão. Tanto que o gol veio logo em seguida. Em contra-ataque rápido, Eduardo Ramos lançou na frente, Bruno Meneghel, impedido, deixou passar, sem participar do lance, e a bola chegou para Peter, que driblou o zagueiro e acabou derrubado na área por Misael. Aos 19, Bruno Meneghel bateu bem e marcou.

Após construir facilmente o placar, como planejou Roberto Fernandes, o Náutico deu uma relaxada em campo já por volta dos 30 minutos de jogo. O Araripina até tentou aproveitar o cochilo alvirrubro, mas faltou qualidade técnica. Aos 32, o Bode perdeu dois gols incríveis seguidos. Primeiro com Cristóvão e depois de com Marcelo Paraíba, no rebote, debaixo do gol.

Na volta para o segundo tempo, o Náutico parece ter voltado mais aceso. Pelo menos, marcou mais presença no campo ofensivo. Do outro lado, porém, o fraco time do Araripina continuava tentando, sem sucesso, assustar o Timbu. Na base da insistência, porém, o Bode conseguiu marcar. Aos 32, Misael fez fila dentro da área alvirrubra e foi derrubado por Nilson. Pênalti, que o própria meia cobrou e diminuiu o placar.

E assim um jogo que parecia fácil no primeiro tempo ganhou ares de drama no final, muito em função da acomodação do Náutico após construir o resultado. O Timbu não matou o jogo na etapa inicial e na segunda permitiu o crescimento do adversário. Passou um sufoco desnecessário, mas, no final, garantiu uma vitória importante, tão desejada por Roberto Fernandes.

Náutico

Gledson; Peter, Éverton, Éverton Luís (Nilson) e Jeff Silva; Derley, Elicarlos (Rodolfo Potiguar) e Eduardo Ramos; Kieza, Ricardo Xavier e Bruno Meneghel (William). Técnico: Roberto Fernandes

Araripina

Adson; Romário, Sérgio, Oliveira e Janilson; Gideon, Odilon, Dunga (Marcelinho) e Misael; Marcelo Paraíba (Serginho Baiano) e Cristóvão (Éverton Felipe). Técnico: Flávio Barros

Local: Aflitos. Árbitro: Eduardo Alcântara. Assistentes: Jossemar Diniz e Pedro Wanderley. Gols: Éverton Luís (aos 15 minutos do 1oT), Bruno Meneghel (aos 19 minutos do 1oT), Misael (aos 32 minutos do 2oT). Cartões amarelos: Bruno Meneghel, Derley, Jeff Silva, Éverton, Rodolfo Potiguar (N), Dunga (A) Público: 12.667. Renda: R$ 55.420. Preliminar: Náutico 8 x 1 Araripina (juniores).

.
 
 
 
eXTReMe Tracker