Página inicial
 
Mural de recados
22.06 | Paulo alvinegro
Pois é patativa também dei a viagem perdida não tinha ingresso nenhum na sede o ...
22.06 | Patativa
O central e seu amadorismo fui até o lacerdao nesta quinta feira comprar meu ing ...
22.06 | José
Boa tarde Warley, Se caso o central empatar essa partida, ele ta classificado ? ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
18/01/2011
09h10 | esportes - COPA 2014
Arena da Copa terá centro de entretenimento.
Atualmente, a Arena está na fase de terraplenagem e vai demandar um investimento de R$ 532 milhões.
Do Jornal do Commercio

 

O Consórcio Arena Pernambuco iniciou um plano diretor que vai indicar os empreendimentos que vão ocupar o restante da área onde vai ser construída a Arena da Copa, um estádio multifuncional que receberá os jogos da Copa de 2014, em São Lourenço da Mata, Zona Oeste do Grande Recife. “A nossa intenção é criar um centro de entretenimento, que pode ser um novo destino urbano na Região Metropolitana do Recife (RMR)”, explica o diretor do grupo, Marcos Lessa.

A Arena da Copa e o seu estacionamento vão ocupar 52 dos 250 hectares do terreno. O restante da área deverá ser usado por empreendimentos de entretenimento e lazer, como restaurantes, centro de convenções etc. O plano diretor vai indicar quais os equipamentos que podem ser instalados no local.

Paralelamente ao plano diretor, a empresa está fazendo uma pesquisa de mercado para identificar os empreendimentos que têm uma certa demanda e, consequentemente, viabilidade econômica. “A nossa expectativa é que o master plan (plano diretor) e a pesquisa sejam concluídas em três meses”, afirma.

O consórcio está fazendo o levantamento das informações junto com o seu parceiro no empreendimento, a empresa norte-americana AEG Facilities, responsável pela operação do L.A. Live, em Los Angeles (Estados Unidos) e da O2 Arena, em Londres (Inglaterra). Ambas as arenas congregam opções de lazer além das funções de estádios usados para partidas esportivas.

“Fizemos a parceria com a AEG desde que foi publicada o edital, porque é uma empresa que tem experiência internacional em arenas usadas para vários fins, como partidas esportivas e shows”, resume Lessa.

Depois que o plano diretor e a pesquisa de mercado forem concluídas, o próximo passo será buscar um fundo de investimento para construir uma parte relevante dos empreendimentos que serão implantados no local, segundo Lessa. As obras da Arena deverão ser concluídas até dezembro de 2012. “Esperamos que uma parte relativa dos outros empreendimentos que vão se implantar no local estejam construídos até 2014”, argumenta.

Atualmente, a Arena está na fase de terraplenagem e vai demandar um investimento de R$ 532 milhões. Quando for concluída, poderá ter um público de 46 mil pessoas com todos os lugares numerados e individuais, distribuídos em arquibancadas comuns, camarotes e assentos premium. O consórcio que está construindo a arena é formado por duas empresas do Grupo Odebrecht.

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker